Crise na economia leva setor imobiliário a comentar quebra da Capuche

Assessoria de imprensa da empresa afirma que é tudo boataria e que os clientes podem ficar tranqüilos.

Marília Rocha ,

A crise financeira mundial bateu à porta de uma das maiores construtoras de Natal, a Capuche. Pelo menos, a notícia que os corretores estão espalhando pela cidade é que a empresa teria pedido concordata nesta quinta-feira (6).

A assessoria de comunicação da Capuche nega que a empresa tenha quebrado e, sequer, esteja passando por dificuldades. De acordo com a assessoria, a informação não procede. "O comentário não passa de boataria e os clientes devem ficar tranqüilos", diz.

A empresa informa que continua lançando empreendimentos. “A Capuche vai entregar cinco empreendimentos até o fim do ano e tem mais cinco em fase de pré-lançamento”, afirma a assessoria, informando que a construtora está otimista quanto às vendas.

A expectativa é de que a Capuche comercialize seus imóveis com sucesso durante todo o ano de 2009.

A+ A-