Coronavírus: Governo vai financiar salários por 2 meses para pequenas e médias empresas

Para participar, as empresas precisam ter faturamento entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões por ano.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Carolina Antunes/PR
Bolsonaro fez pronunciamento sobre medidas adotadas pelo governo federal para reduzir os efeitos do novo coronavírus.

SELO-CORONA-100O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira (27), uma nova linha de crédito para que empresas financiem o pagamento de salários dos funcionários.

Para participar, as empresas precisam ter faturamento entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões por ano. O custo total vai ser de R$ 40 bilhões, divididos em dois meses. De acordo com o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, por mês, o Tesouro bancará R$ 17 bilhões do programa e os bancos públicos, outros R$ 3 bilhões.

Os salários vão cair direto na conta dos trabalhadores. O limite para a remuneração vai ser de dois salários mínimos (R$ 2.090). Quem ganha menos do que isso, vai continuar com o mesmo salário. Acima desse valor, vai passar a ganhar dois salários mínimos.

As empresas terão seis meses para começar a fazer os pagamentos em 36 parcelas (três anos). O empréstimo terá como custo a taxa de juros básicas (a Selic).


Acompanhe:


Tags: Coronavírus Economia
A+ A-