Avião da BRA continua estacionado no pátio do Aeroporto Augusto Severo

Aeronave que sofreu pane no motor aguarda por manutenção desde o dia 12 de outubro.

Ana Paula Oliveira,
Fred Carvalho
Avião da empresa aérea BRA continua estacionado no pátio do Aeroporto Augusto Severo
Há quase 30 dias estacionado no pátio do Aeroporto Augusto Severo, o avião da BRA que sofreu pane no compressor do motor, e deixou de embarcar para Milão, na madrugada do dia 12 de outubro, ainda não tem destino certo.

Segundo explicou o superintendente da Infraero no Rio Grande do Norte, José Daniel Sobrinho, a aeronave pode ficar no pátio do aeroporto o tempo que os diretores da empresa quiserem, desde que pague a taxa de permanência. No entanto, ele não soube informar o valor que a empresa estaria pagando para permanência da aeronave em solo natalense. “O valor é cobrado mensalmente direto pela sede da Infraero, em Brasília”, disse o superintendente.

Questionado sobre o receio de abandono da aeronave por parte da empresa aérea, ele foi enfático e objetivo: “Não existe possibilidade disso ocorrer. Essa aeronave custa em torno de 40 milhões de dólares e ninguém vai esquecer aqui”, declarou.

O portal Nominuto.com entrou em contato com a assessoria de imprensa da BRA, em São Paulo. Por telefone, uma das assessoras não soube informar nada sobre o assunto.
A+ A-