Aeroporto São Gonçalo: Vagner Araújo declara que estudo de viabilidade é indispensável

De acordo com o secretário de planejamento, o estudo de viabilidade servirá para dimensionar e definir pontos fundamentais da concessão.

Karla Larissa,
O anúncio do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, nesta terça-feira (28), de que o governo federal irá contratar um estudo de viabilidade para a construção do Aeroporto Internacional de São Gonçalo não é avaliado negativamente pelo Governo do Estado.

Para o secretário estadual de Planejamento, Vagner Araújo, o estudo é indispensável para a licitação de uma concessão. De acordo com ele, o estudo de viabilidade servirá para dimensionar e definir pontos fundamentais da concessão como a taxa e o prazo de retorno do investimento, se a concessão será total ou parcial, qual a modelagem a ser adotada e outros elementos deste tipo de negociação.

Segundo Vagner Araújo, o projeto do Aeroporto de São Gonçalo está em pleno andamento e o Governo do Estado está com a melhor das perspectivas. “Na próxima segunda-feira (3) estará em Natal um dirigente do BNDES para falar sobre como será feita a concessão e todos os detalhes sobre o andamento do assunto no Banco”, antecipa o secretário, explicando que o dirigente falará para a governadora e toda a bancada parlamentar federal.

Como garantia do andamento do projeto do Aeroporto, o secretário lembra que foi criado na Casa Civil da Presidência um grupo de trabalho para coordenar exclusivamente o projeto do aeroporto. “Este grupo tem se reunido semanalmente, tendo sido feitas já três reuniões. O grupo   é formado pela Casa Civil da Presidência, Anac, Infraero, BNDES e ministérios da Defesa, da Fazenda, do Planejamento, do Turismo e Governo do Estado do RN”, destaca.
A+ A-