Baleia diz que impeachment não é 'bandeira' de sua candidatura

Em entrevista ao Roda Viva, candidato do MDB à presidência da Câmara disse que irá analisar os pedidos 'à luz da Constituição'.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Reprodução
Candidato do MDB à presidência da Câmara, Baleia Rossi, em entrevista ao programa Roda Viva.

Candidato à presidência da Câmara dos Deputados, Baleia Rossi (MDB-SP) afirmou nesta segunda-feira, 25, que não quer fazer do pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro a "bandeira" de sua candidatura. "Minha obrigação é analisar cada um dos pedidos à luz da Constituição", afirmou o deputado em entrevista ao Roda Viva. "Na questão do impedimento do presidente, é atribuição do presidente (da Câmara) analisar esses pedidos. Não quero fazer do pedido de impedimento uma bandeira da minha candidatura." 

Baleia disse que a análise dos pedidos de impeachment é um "compromisso" com todos os partidos que representam a frente ampla. "Se Deus permitir que eu seja eleito presidente da Câmara dos Deputados no próximo dia 1º de fevereiro, eu vou analisar os pedidos", disse o deputado, acrescentando que não conhece os documentos protocolados.

No último domingo (24), o candidato de Rodrigo Maia (DEM-RJ) já havia informado que analisará, "com equilíbrio", os pedidos de impeachment de Bolsonaro.

"O compromisso é cumprir a Constituição. Como presidente, não abrirei mão de minhas funções. Analisarei com equilíbrio os pedidos. Por quê? Arthur Lira engavetaria sem cumprir seu papel com independência? Existe algo combinado entre o Planalto e Lira neste sentido?", indagou Baleia em sua página oficial do Twitter.

Tags: Câmara dos Deputados
A+ A-