Banca anula prova de concurso para cargo de farmacêutico da PM

De acordo com alguns candidatos, as questões apresentadas eram voltadas para uma área diferente do cargo em disputa.

Da redação,
Agência Brasil/EBC
O cronograma para execução das demais etapas do cargo, bem como demais informações sobre a reaplicação serão divulgados na internet.

A banca organizadora do concurso da Polícia Militar do Rio Grande do Norte para vagas de oficiais da Saúde anulou a aplicação das provas de ontem (1°) para o cargo de farmacêutico.

De acordo com alguns candidatos, as questões apresentadas eram voltadas para uma área diferente do cargo em disputa. O Instituto Consulplan, responsável pelo certame, remarcou as provas para o dia 22 de maio.

A confusão se deu porque, segundo os candidatos, as questões da prova eram relacionadas ao cargo de farmacêutico hospitalar, mas as vagas previstas em edital são para farmacêutico de análises clínicas.

O instituto oficializou a anulação por meio de comunicado, alegando conduzir o concurso "firme no propósito de assegurar a lisura, a legalidade e a isonomia de seus processos".

O cronograma para execução das demais etapas do cargo, bem como demais informações sobre a reaplicação serão divulgados na página do Instituto Consulplan.

Tags: Concurso Polícia Militar Rio Grande do Norte
A+ A-