Sonda rotativa retira parte do material preso ao poço de Tibau

Equipamento, que irá “pescar” o resto do material preso ao poço, tem 30 centímetros de diâmetro e dois metros de altura.

Da redação, Caern,

bomba-Tibau-pO trabalho com a sonda rotativa, que está sendo feito no poço de Tibau, teve resultados positivos. Parte do material foi retirado e resta cerca de um metro de equipamento chamado de corpo da bomba e os mancais radiais inferior e axial.

Um equipamento de grande porte, que encaixa nas peças para que elas que permaneçam presas e sejam içadas, teve que ser confeccionado em caráter de urgência no último sábado (9). O equipamento, que irá “pescar” o resto do material preso ao poço, tem 30 centímetros de diâmetro e dois metros de altura. 

A sonda já retirou o bombeador, acoplamento e mancal radial superior. De acordo com o gerente da Regional Oeste, Márcio Bruno Dantas, o trabalho está dentro do esperado.

“Temos que respeitar as condições que vão sendo encontradas. Essa é uma operação que requer muito planejamento e cuidado. Queremos que tudo seja resolvido rapidamente, mas dependemos do desenvolvimento do trabalho”, ressalta. Quando houver a retirada dos mesmos, será possível dar uma previsão para o retorno do abastecimento em Tibau.

Tags: Caern sonda rotativa Tibau
A+ A-