Samu Natal suspende atividades por falta de médicos

Com a greve dos médicos ligados à Coopmed/RN, o Samu não tem como fechar a escala de plantão.

Redação,
O Samu Natal suspendeu as atividades desde as primeiras horas desta terça-feira (27). O motivo é a falta de médicos para cobrir os plantões. Segundo o coordenador médico do SAMU, Ariano Oliveira, com a greve dos médicos ligados à Cooperativa Médica do Rio Grande do Norte (Coopmed/RN), o Samu não tem como fechar a escala de plantão.

O problema na escala é antigo. Desde a paralisação dos médicos, no último feriado deste mês, por falta de pagamento dos salários de setembro e outubro, a unidade teve que readequar a escala para fechar os plantões com os médicos concursados.

Os médicos estão desgastados com as promessas de pagamento. De acordo com o coordenador médico do Samu, a paralisação ocorre também, porque a prefeitura já deu dois prazos para efetuar o pagamento dos cooperados e até agora nada foi efetuado.


Uma assembleia está marcada para acontecer amanhã (28), e a paralisação permanece até que seja resolvido o problema da renovação do contrato que se encerra no dia 3 de dezembro.

A+ A-