Roqueira, militar ou romântica: vários estilos dão o tom da moda outono-inverno

Fique antenada nas dicas da consultora de moda Gladis Viviane para não sair da moda na nova estação.

Daniele Lisboa,
Fotos: Vlademir Alexandre
O clima muda, as roupas de praia ficam para trás e as chuvas anunciam a passagem das estações. Hora de quem gosta de andar na moda ficar atenta às novidades e tendências do outono inverno que se aproxima. Entre o espírito rock, o xadrez, o glamour dos anos 40, a volta dos anos 80 e o marcante estilo militar, a moda do período mais frio do ano tem opções que agradam a todos os gostos.

Antes de querer jogar fora todas as suas roupas de cores vibrantes que fizeram sucesso no verão, é melhor pensar duas vezes. Elas podem ser aproveitadas em composições interessantes com o que se aposta nessa estação.

A consultora de moda Gladis Viviane explica que as peças-chave do verão continuam em alta, e não é preciso reformular o guarda-roupa completo para estar na moda. “A moda é cíclica, e segue um movimento em que as tendências não desaparecem do dia para a noite. As tendências do verão continuam sendo usadas nas próximas estações, e demoram até começar a perder força”. Ou seja, invista em boas peças básicas, assim sempre poderá fazer ótimas combinações com cores da moda e estar com o visual sempre despojado e elegante.

Do verão, além das blusas de colorido intenso, continuam liderando saias e calças de cintura alta. Na estação mais fria, os tons característicos são mais fechados, como berinjela, verde, chumbo, preto, que podem entrar num mix com as cores flúor que eram usadas antes. “Para ficar com uma cara moderna e atual, você deve investir em elementos chaves que te deixam na sintonia”, aconselha Gladis.



O militarismo e o rock chefiam

O rústico verde-oliva e cáqui usados na confecção de roupas militares ressurge repaginado com glamour como a tendência mais forte desta estação. Blazers, casacos de corte masculino, jaquetas, coletes cheios de bolsos, boinas estilo Che Guevara e as saias lápis usadas pelas mulheres militares – tudo com muita estampa camuflada – são a senha para se alistar nessa moda. Mas cuidado para não exagerar. “Para não parecer que está indo a uma festa à fantasia, é importante misturar a roupa mais chamativa com peças básicas”, alerta a consultora.



A mesma ousadia das roupas militares será vista nas tachinhas e correntes da tendência Rocker, em cintos, brincos, colares, e também em calças e blusas.

Para “rockilizar” seu look, Gladis indica uma boa jaqueta de couro, um corte que valorize as suas formas, que tem o poder de dar um ‘up’ em qualquer visual básico.

As mais românticas - que não combinam com o estilo “guerreira” ou “roqueira” - podem investir com força em rendas. “Inicialmente, a renda era um tecido de festa, depois caiu, só sendo usada por pessoas mais velhas. Já faz algum tempo que as rendas estão voltando aos guarda-roupas femininos. Dá um toque sensual e feminino no visual”, descreve Gladis. Agora, as rendas renascem modernas, numa tendência francesa-chique dos anos 40, em blusas, vestidos e acessórios, como bolsas e colares, e dão um toque atual ao guarda-roupa.

Os ombros são a parte do corpo que terá mais evidência. Por isso, o preconceito com as ombreiras gigantes dos anos 80 deve ser deixado de lado. Antes enormes, elas renascem remodeladas em blusas e até em sutiãs, deixando o look diferente e moderno. “Quando as roupas não têm ombreira, vem com detalhes no ombro, como correntes, pulseiras e desenhos. O ombro em destaque é o que vale”, detalha a especialista em moda.

Muita estampa é a ordem

A alegria de estampas coloridas, com flores, de bolinhas, lacinhos e rendinhas estará nas democráticas e super-confortáveis calças legging, que podem ser usadas com batas ou blusas que vão até o quadril. O grande hit do momento serão as leggings que imitam a calça de couro. “As grandes lojas como a Riachuelo e a C&A, já lançaram campanhas com esse tipo de legging”, diz Gladis.

Outro tipo de estampa que será muito usada é a xadrez. Ela vai aparecer também em leggings, mas principalmente em camisas e nas cores azul e preto, que ficarão lindas se combinadas com vestidos e shortinhos.

Acessórios da vez

Os objetos de desejo do outono inverno 2010 serão os maxi-acessórios: colares, anéis, brincos e pulseiras em tamanho mais exagerado vão lotar as vitrines e ganhar as ruas.

Os maxi-colares com comprimentos variados, de acordo com a consultora de moda, darão o toque de charme e sofisticação ao visual, com um diferencial: a mistura de diversos materiais, como flores, bolas grandes, pedrarias e penas.

Os mais curtos são indicados para complementar os looks básicos, em que uma camiseta simples pode ganhar riqueza de detalhes. Para usar os mais longos, a recomendação é combinar com trajes como vestidos. Para conseguir dando um “glamour rock", a sugestão é usar os que vêm em formato de diferentes tipos de correntes.



Nos pés, lideram a cena as ankle boots - uma febre desde a estação passada - e são a melhor pedida para o outono inverno. As charmosas botas de salto fino que podem ir até o tornozelo, ou ser de cano curto, deixando os dedos de fora, e ficam parecidas com uma sandália. Elas dão certo com todo tipo de roupa, principalmente calças mais justinhas, leggings e vestidos com meia-calça preta.
A+ A-