Reforma no Mercado da 6 deve começar na próxima semana

Estabelecimento deve ser aberto em torno de 15 dias depois do início dos trabalhos.

Karla Larissa,
Canindé Soares
Após mais de 20 dias do incêndia, reforma deve ser iniciada.
Mais de 20 dias após o incêndio no mercado público do Alecrim Antônio Carneiro, conhecido como mercado da 6, o orçamento para a reforma foi aprovado. Com isso, as obras devem começar ainda na próxima semana e o mercado deve ser aberto em torno de 15 dias depois.

Orçado em 177 mil reais, a reforma no mercado prevê a recuperação estrutural dos pilares, substituição da parte elétrica, revisão da cobertura, instalações hidráulicas e combate a incêndio.

De acordo com a chefe departamento operações e serviços urbanos da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), Jailene Carvalho, como a obra é em caráter emergencial, não será necessária a realização de licitação, restando apenas definir a empresa para dar início às obras. “Já estamos fazendo o levantamento do material. Depois só falta convidar uma empresa”, afirma.

Segundo Jailene, a conclusão de toda a obra deve demorar aproximadamente dois meses, mas a execução deve ser feita por parte, para que o Mercado seja liberado em menor período. “Vamos começar pela parte afetada pelo incêndio e assim que não apresentar riscos, vamos liberar”, garante.

Jailene assegura que com a obra, o mercado estará pronto para uso sem oferecer nenhum risco. “Vai resolver os principais problemas, a goteira, parte elétrica e hidráulica”, enumera.
A+ A-