Programa “Gente do Campo” será formalizado nesta quinta-feira

Edital será lançado no dia 11, no Diário Oficial do Estado, para seleção da equipe técnica.

Da redação, Governo do Estado,
Divulgação

Na próxima quinta-feira, 10 de junho, em ato solene às 15h, na sede da Governadoria, será assinado o convênio de cooperação técnica e científica que formalizará o programa “Gente do Campo”. O edital será lançado no dia 11, no Diário Oficial do Estado, para seleção da equipe técnica, através de curso de formação, em graduação e pós-graduação, para o Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater). A solenidade será transmitida ao vivo pelos canais do YouTube Governo do RN e Emater.

Assinarão o convênio a governadora Fátima Bezerra, o secretário de estado do Desenvolvimento Rural e da Agricultura Familiar, Alexandre Oliveira Lima, o diretor-geral da Emater, Cesar Oliveira, a reitora em exercício da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), Fátima Raquel Rosado Morais, e do diretor-presidente da Fundação para o Desenvolvimento da Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Rio Grande Do Norte (Funcitern), Frank da Silva Felisardo.

O edital do “Gente do Campo” contem 81 vagas de nível médio e 44 vagas de nível superior, num total de 125 técnicos. Eles serão contemplados com bolsas de 48 e 24 meses, respectivamente, para os cursos de Tecnólogo em Agroecologia (graduação), e de Especialista em Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar - lato sensu. Para o convênio ser oficializado, serão investidos R$ 10.278.380,00 durante 48 meses, recursos próprios do Estado.

Segundo a Emater, o “Gente do Campo” representa uma proposta de desenvolvimento da nova ATER (Assistência Técnica e Extensão Rural), em sintonia com a Política Nacional de Ater (PNATER) e com o fortalecimento da agricultura familiar de base agroecológica no Rio Grande do Norte.

O programa também compreende um processo de formação formal e vivencial realizado no cotidiano das ações e experiências da Emater, em parceria com a UERN.

Um diferencial do programa é a priorização das populações do campo na seleção dos novos formandos-bolsistas. Aqueles que tiverem o ensino médio ou técnico e concorrerem a uma das bolsas, ingressarão no curso tecnólogo em Agroecologia. Já os que concorrerem a uma vaga em nível superior, vão realizar uma pós-graduação em Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar.

Os candidatos deverão escolher um local para atuação, podendo ser o escritório estadual da Emater (Natal) ou um dos 28 Núcleos Estratégicos de Ater (NEAs) - João Câmara, Touros, Ceará Mirim, São Paulo do Potengi, Macaíba, Riachuelo, São José de Mipibu, Pedro Velho, Santo Antônio, Santa Cruz, Jaçanã, Lagoa Nova, Acari, Caicó, Jucurutu, Parelhas, Assu, Angicos, Carnaubais, Mossoró, Apodi, Caraúbas, Umarizal, Messias Targino, Pau dos Ferros, São Miguel ou Major Sales. A área de atuação desses núcleos envolve 136 municípios do Rio Grande do Norte. Mais informações estarão contidas no edital.

Tags: convênio cooperação técnica e científica Programa Gente do Campo
A+ A-