Idiarn realiza curso de certificação fitossanitária com plataforma digital

Objetivo é atender o protocolo sobre os requisitos para a exportação de melões para a China.

Da redação, Idiarn,
Assecom/Idiarn

O Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte (Idiarn), juntamente com a Superintendência Federal de Agricultura no Rio Grande do Norte – MAPA, inicia nesta segunda-feira (1º), o curso de Certificação fitossanitário de Origem – CFO. Devido à pandemia do novo coronavírus, neste primeiro momento, o treinamento será realizado por meio de plataforma digital e terá duração de cinco dias.

O objetivo é atender o protocolo sobre os requisitos fitossanitários para a exportação de melões para a China que são estabelecidos entre o Ministério da Agricultura e a Administração Geral de Aduanas da República Popular da China.

O curso tem como público alvo, engenheiros agrônomos habilitados junto ao Idiarn para emissão de CFO e responsáveis técnicos das empresas produtoras de melão na área livre da mosca-das-frutas no RN.

Essa é mais uma etapa cumprida pelo estado para atender o referido protocolo e dar continuidade aos acordos de exportação.

O curso será ministrado por professores da Universidade Federal Rural do Semi-Árido - Ufersa, Rui Sales, Elton Lúcio; pelo pesquisador e diretor técnico, Marconi César da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte – Emparn, pelo diretor técnico do Idiarn, Magnos Lacerda e por auditores fiscais federais agropecuários do MAPA, Roberto Papa e Valdemar Emídio.

Tags: certificação fitossanitária China curso exportação de melões Governo do Estado Idiarn
A+ A-