Idema fiscaliza mortandade de peixes e crustáceos em Macau

Durante a vistoria, não foi possível detectar as razões do acidente ambiental.

Da redação, Governo do Estado,
Ascom/Idema
Fiscais do Idema estiveram em Macau para vistoriar um canal artificial, localizado próximo a atividade salineira.

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte - Idema, juntamente com o Instituto de Inovação e Sustentabilidade, órgão ambiental da Prefeitura de Macau, estiveram na manhã desta sexta-feira (31) na área entre os municípios de Macau e de Porto do Mangue, para vistoriar um canal artificial, localizado próximo a atividade salineira, onde foi registrada mortandade de peixes e crustáceos (das espécies Ubarana, Siris e Caranguejos, respectivamente). Na ocasião, os órgãos foram analisar o impacto e possível crime ambiental. O Idema recebeu a denúncia do ocorrido na tarde de quinta-feira (30).  

Durante a vistoria, não foi possível detectar as razões do acidente ambiental. Se as causas têm relações naturais como parte do processo de evaporação da região e tenha gerado a concentração de sais ou se houve lançamento indevido de alguma substância. O Instituto, após a vistoria, notificou uma empresa salineira instalada nas proximidades do ocorrido à prestar esclarecimentos, no prazo de 48h. 

O Idema reitera que seguirá com a investigação, em parceria com o Igarn, para fazer a análise da água no canal artificial. Além disso, o Idema exigirá a coleta e análise da água por parte da empresa notificada, a fim de esclarecer o acidente ambiental que vem trazendo preocupação aos pescadores e marisqueiras da região, ainda que o atual canal artificial não esteja em comunicação com o Rio.

O órgão ambiental lamenta a demora no registro da denúncia, pois ao chegar ao local foi constatado que a mortandade ocorreu já há cinco dias o que pode atrapalhar o resultado das análises. Por fim, o Idema faz um apelo à população para que em caso de suspeita de dano ambiental entre em contato o mais rápido possível com  o órgão, por meio do Alô Idema - 0800-281-1975 de segunda a sexta-feira e durante os finais de semana, através do 98146-6243.

Tags: Idema Macau mortandade de peixes
A+ A-