Arco do Sol está sem data para ser instalado novamente

Monumento criado pela construtora Ecocil para a cidade foi recolhido no ano passado para reforma.

Lara Paiva,
Arquivo Nominuto
Retirado exatamente há um ano da Avenida Engenheiro Roberto Freire, o Arco do Sol não tem data para ser instalado novamente. O monumento foi doado pela empresa Ecocil ao Município em 1999 em homenagem aos 400 anos de Natal.

Em 2011, o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea/RN) realizou uma vistoria e recomendou que a Semsur retirasse o monumento e fizesse os seus respectivos reajustes.

De acordo com o secretário Luís Antônio de Albuquerque Lopes, o arco ainda não foi colocado de volta por causa das obras de mobilidade urbana na cidade para Copa do Mundo de 2014 e que não tem data para sua volta. Ele também disse que está conversando com o Estado para saber como vai ficar a situação do monumento.

O secretário não descarta a possibilidade que o Arco do Sol ser instalado em outro local por causa das obras. Para isso, ele disse que vai conversar com a Ecocil.

As obras previstas para Roberto Freire são um entroncamento com a Via Costeira e também com a Rua Missionário Gunnar Vingren, que faz o acesso entre os moradores de Neopólis, Nova Parnamirim e Cidade Verde para Ponta Negra. Cujo custo será de R$ 15 e 20, 8 milhões, respectivamente.

O monumento, projetado pelo engenheiro Felipe Bezerra, foi inaugurado no dia 23 de dezembro de 1999. Além desse, também foi entregue o Pórtico dos Reis Magos que foi instalado na entrada da cidade, BR-101.

A estrutura do monumento consistia em parte principal, revestida com chapas de alumínio na cor prata e pilar principal de sustentação, que era de aço pintado na cor dourada, com cabos de aço segurando toda a estrutura. Ondulado, sua altura máxima era de 7,60 m e a mínima é de 3,65 m.
A+ A-