Cristiano Ronaldo comunica a morte de filho recém-nascido: 'Maior dor'

''É a maior dor que quaisquer pais podem sentir'', disse o jogador e a namorada Georgina Rodríguez.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Reprodução rede social.
O astro português anunciou em outubro do ano passado que ele e Georgina seriam pais novamente e estavam esperando gêmeos.

Cristiano Ronaldo, astro português do Manchester United, divulgou hoje (18), um comunicado oficial anunciando a morte do filho recém-nascido, um dos gêmeos que ele e a namorada, Georgina Rodríguez, estavam esperando. Segundo a nota, o outro bebê do casal, uma menina, passa bem.

"É com a mais profunda tristeza que comunicamos o falecimento do nosso bebé. É a maior dor que quaisquer pais podem sentir. Só o nascimento da nossa bebé nos dá forças para viver este momento com alguma esperança e felicidade. Gostaríamos de agradecer aos médicos e enfermeiros por todo o cuidado e apoio disponibilizado Estamos devastados e pedimos privacidade neste momento tão difícil. Nosso menino, és o nosso anjo. Vamos amar-te para sempre", diz o comunicado assinado por Cristiano e Georgina.

O astro português anunciou em outubro do ano passado que ele e Georgina seriam pais novamente e estavam esperando gêmeos. O anúncio veio através de uma foto do casal segurando a imagem do ultrassom de Georgina. 

Além da bebê recém-nascida, cujo nome ainda não foi revelado, Cristiano e Georgina são pais de Alana Martina, nascida em 2017. No mesmo ano, o atacante português virou pai dos gêmeos Matteo e Eva, nascidos por uma barriga de aluguel. Ele também é pai de Cristiano Ronaldo Júnior, de 12 anos, mas a identidade da mãe nunca foi revelada.

Tags: CR7 Cristiano Ronaldo luto morte do filho do CR7 parto
A+ A-