STF nega pedido de habeas corpus de Suzane von Richthofen

Suzane foi condenada pelo assassinato dos pais ocorrido em 2001. Ela queria o direito de aguardar em liberdade o julgamento da apelação da sua sentença.

O ministro Celso de Mello do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou nesta quarta-feira (14) o arquivamento do pedido de habeas corpus de Suzane von Richthofen.

A defesa de Suzane contestava nesse pedido uma decisão da 1ª Turma do STF que já tinha negado outro pedido de relaxamento da prisão preventiva dela.

Segundo o ministro, não caberia ao STF contestar decisões do prórpio Tribunal.

Apelação em liberdade

No habeas corpus, Suzane pedia o direito de aguardar em liberdade o julgamento da apelação da condenação. Esse julgamento deve ocorrer no próximo dia 22, quinta-feira.

Em julho de 2006, Suzane foi condenada pelo 1º Tribunal do Júri de São Paulo a 39 anos de reclusão e seis meses de detenção pelo homicídio dos pais Manfred e Marísia Richthofen, crime ocorrido em 2001.


* Com informações do G1.
A+ A-