Irmão de Weintraub escreve no twitter que ex-ministro já está nos Estados Unidos

Abraham é investigado no inquérito das fake news e alvo de ação por racismo.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Arquivo/Agência Brasil
Weintraub é investigado no inquérito das fake news no STF, e também é alvo de processo por racismo contra chineses.

O assessor especial do presidente Jair Bolsonaro, Arthur Weintraub, afirmou em sua conta oficial no Twitter que seu irmão, o ex-ministro da Educação Abraham Weintraub, já chegou aos Estados Unidos. Weintraub deixou o cargo e foi indicado, pelo governo, a uma diretoria do Banco Mundial.

"Obrigado a todos pelas orações e apoio. Meu irmão está nos EUA", escreveu Arthur. Ontem, o senador Fabiano Contarato (PSB) havia protocolado um pedido de apreensão do passaporte do ex-ministro no Supremo Tribunal Federal (STF). Weintraub é investigado no inquérito das fake news no STF, e também é alvo de processo por racismo contra chineses na Corte.

Também no Twitter, em resposta a um seguidor que lhe perguntou se Arthur iria para os EUA junto com ele, o ex-ministro escreveu que "as coisas aconteceram muito rapidamente". O tuíte, publicado na manhã deste sábado (20), indica que o economista estava na cidade de Miami, na Flórida.

Tags: Abraham Weintraub EUA ex-ministro
A+ A-