Família de Gugu Liberato quer criar campanha para doação de órgãos

Apresentador morreu no dia 22 de novembro, aos 60 anos, e teve todos os seus órgãos doados.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Divulgação

A família de Gugu Liberato tem planos de "criar uma campanha para incentivo de doação de órgãos no Brasil", informou a assessoria do apresentador.

Nesta segunda-feira (9), seus familiares se reuniram para conversar sobre a ideia, surgida por conta da escolha do apresentador em doar seus órgãos.

"Após saberem que o ato de doar os órgãos fez com que o assunto ganhasse espaço nunca visto nos meios de comunicação e aumentasse o número de telefonemas e doações de órgãos para a Central Nacional de Transplantes, mãe e irmãos de Gugu estudam agora uma ação associada a Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos e /ou Ministério da Saúde para esclarecer a população sobre o tema, alavancar essa discussão e, consequentemente, aumentar o numero de doadores", informa o comunicado, que ressalta que "trata-se de um projeto empenhado em perpetuar o desejo de Gugu."

Gugu Liberato morreu em 22 de novembro de 2019, após sofrer uma queda em sua casa nos Estados Unidos. A família autorizou a doação de seus órgãos atendendo a pedido feito em vida pelo próprio apresentador.

A cirurgia para doação dos órgãos de Gugu Liberato durou por volta de seis horas e, segundo informado por sua assessoria, estimou-se que tenha beneficiado cerca de 50 outras pessoas.

Tags: campanha de doação de órgãos Gugu Liberato
A+ A-