Estudante picado por cobra naja acorda do coma com lesões no coração e necrose

Ibama investiga procedência do animal, que foi encontrado próximo a um shopping, em Brasília.

Da redação,
Divulgação/PMDF

O estudante de veterinária Pedro Henrique Santos Krambeck Lehmkuhl, de 22 anos, que foi picado por uma cobra naja na última terça-feira (7), acordou do coma. O rapaz está internado em unidade de terapia intensiva (UTI), no hospital Maria Auxiliadora, no Gama, desde o dia do ataque. Por causa do veneno, ele desenvolveu uma necrose no braço, além de lesões no coração.

O tratamento foi feito com soro antiofídico específico da espécie, e levado ao DF diretamente do Instituto Butantan, em São Paulo. Havia uma única dose disponível. Outras 10 doses preventivas foram importadas dos Estados Unidos.

Na quinta-feira (9), uma cobra naja foi encontrada em Brasília, próxima a um shopping da capital. O animal foi encaminhado para o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que investiga a procedência do animal.

Segundo a Polícia Militar do Distrito Federal, diversas equipes do Batalhão Ambiental foram deslocadas para as buscas. A cobra estava em uma caixa atrás de um monte de areia no Setor de Clubes Sul, área próxima do centro da capital.

A naja, de 1,5 metro, é um tipo de cobra exótica, de uma espécie não encontrada no Brasil, mas na Ásia e na África, e não tem a posse permitida como animal de cativeiro. Ela pode matar pelo veneno liberado em suas picadas, não havendo soro no país para imunização.

O Batalhão de Polícia Militar Ambiental encontrou, em uma área rural de Planaltina, que fica a cerca de 40 quilômetros de Brasília, mais 16 serpentes escondidas em caixas. Segundo a corporação, a descoberta têm relação com a naja encontrada anteriormente.

A operação foi motivada por uma denúncia anônima. O dono da chácara onde as serpentes foram encontradas informou que não sabe como os animais foram parar ali. As serpentes também serão encaminhados ao Ibama.

Tags: Cobra Distrito Federal
A+ A-