Corpos foram encontrados, afirma mulher do jornalista Dom Phillips

Materiais idênticos aos que eles usavam, como mochilas e chinelos, foram encontrados ontem por uma equipe de mergulhadores.

Da redação,
Reprodução
O indigenista Bruno e jornalista Dom despareceram estão desaparecidos desde o último dia 5 na Terra Indígena Vale do Javari, no Amazonas.

De acordo com o jornalista da Globo André Trigueiro, a esposa de Dom Philips, Alessandra Sampaio, afirmou que os corpos do marido e do indigenista Bruno Araújo foram encontrados. A informação ainda não foi confirmada pelas autoridades. Contudo, materiais idênticos aos que os desaparecidos usavam foram encontrados ontem (12).

Bruno e Dom despareceram estão desaparecidos desde o último dia 5 na Terra Indígena Vale do Javari, no Amazonas. Eles foram vistos pela última ao chegarem à comunidade São Rafael. Eles partiram, então rumo a Atalaia do Norte, viagem que dura aproximadamente duas horas, mas não chegaram ao destino.

Segundo lideranças indígenas, Bruno Pereira recebia constantes ameaças de madeireiros, garimpeiros e pescadores. Phillips fazia reportagens sobre o Brasil há mais de 15 anos para veículos como Washington Post, New York Times e Financial Times, além do Guardian. Ele também estava trabalhando em um livro sobre meio ambiente com apoio da Fundação Alicia Patterson.

Bruno Pereira era servidor federal licenciado da Funai. Ele também dava suporte a Univaja em projetos e ações pontuais.

Tags: Amazonas
A+ A-