Corpo do empresário potiguar Nevaldo Rocha é sepultado em São Paulo

Fundador e presidente do Grupo Guararapes morreu na noite de quarta-feira, em Natal.

Da redação,
Reprodução
Presidente do Grupo Guararapes e das lojas Riachuelo, Nevaldo Rocha morreu na noite de quarta-feira, aos 91 anos.

O corpo do empresário potiguar Nevaldo Rocha foi enterrado no final da tarde desta quinta-feira (18), no Cemitério do Morumbi, em São Paulo. O fundador e presidente do Grupo Guararapes morreu na noite de quarta-feira (17), em sua casa, em Natal, após sentir-se mal. Devido à pandemia do novo coronavírus, a cerimônia foi restrita apenas a familiares.

Viúvo, o empresário, ainda em vida, manifestou o desejo de ser de ser enterrado no jazigo da família, na capital paulista, ao lado de onde está sepultada a esposa Eliete Gurgel Rocha. Ele deixa três filhos: Flávio Rocha, Lisiane Rocha e Élvio Rocha.

Na manhã de hoje (18), o filho mais velho, o também empresário Flávio Rocha, acompanhado da esposa Anna Cláudia e dos três filhos, embarcou de São Paulo para Natal para buscar o corpo do pai. Antes do embarque para a capital paulista, por volta das 13h30, amigos de Nevaldo Rocha fizeram uma oração de despedida.O corpo foi transladado em um avião do Grupo Riachuelo.

Nevaldo Rocha nasceu em Caraúbas, no interior do Rio Grande do Norte. Ao lado do irmão Newton Rocha, abriu a primeira loja de roupas, à época chamada de A Capital, em 1947.

Anos depois, na década de 1970, a empresa passou a se chamar Guararapes e já contava com duas fábricas. Diante do crescimento do negócio, o empresário decidiu comprar a Riachuelo, hoje com mais de 300 lojas no País.

Tags: Nevaldo Rocha sepultamento
A+ A-