Acordos entre Brasil e Moçambique são formalizados

Os convênios são nas áreas de desenvolvimento urbano, alimentação, horto-fruticultura, educação ambiental e cultura.

Agência Brasil,
Brasília - Foram formalizados nesta segunda-feira (10) os acordos firmados em julho deste ano entre os governos do Brasil e de Moçambique nas áreas de desenvolvimento urbano, alimentação, horto-fruticultura, educação ambiental e cultura. Os acordos foram publicados no Diário Oficial da União.

Na área de alimentação e nutrição, foi acordado que técnicos moçambicanos receberão treinamento no Brasil para desenvolver ações de promoção de alimentação saudável nas escolas.

O Brasil também apoiará a elaboração da política habitacional para a população de baixa renda de Moçambique. Profissionais daquele país serão capacitados em técnicas de construção não convencional e reaproveitamento de resíduos sólidos de construção civil. A Caixa Econômica Federal será a instituição responsável pela execução das atividades.

Na área cultural, os governos brasileiro e moçambicano irão incentivar a troca de exposições fotográficas, o intercâmbio de informações e publicações especializadas na área de museologia e a realização de palestras sobre a história da arte nos dois países.

Os governos incentivarão também o intercâmbio de emissoras de televisão estatais e públicas para a divulgação de documentários sobre aspectos da cultura e do turismo do Brasil e de Moçambique.

O presidente de Moçambique, Armando Emílio Guebuza, esteve no Brasil até a última sexta-feira (7). Ele participou, como convidado de honra, das cerimônias de comemoração de 7 de Setembro.
A+ A-