Arraiás Tradicionais de Natal Realizam Edições Virtuais Através do Projeto Nosso São João

Heldon Simões,

Vai ter arraiá sim! A pandemia do Corona Vírus afetou diretamente todos os setores da economia, e com a cultura não foi diferente. Porém um grupo de produtores da capital potiguar resolveu unir forças para enfrentar os desafios impostos pela crise e manter viva a tradição junina nordestina. O projeto Nosso São João reúne as produtoras BaseB Cultura & Entretenimento, HD Produções, DALE! Produções Culturais e Maquinara e realizará no mês de julho edições virtuais dos tradicionais aHAYá de Rua e Arraiá do Outro Par.

O aHAYá surgiu em 2017 focado na preservação e reinvenção da memória cultural do arraiá popular de rua, promovendo uma festividade de acesso gratuito dedicada à celebração dos laços comunitários através dos tradicionais símbolos juninos, sendo realizado como uma iniciativa independente em suas três edições anteriores. Para a sua 4ª edição, devido às questões que envolvem a pandemia mundial, o projeto será adaptado tornando-se o AHayá Virtuá, levando a essência da celebração junina à casa dos telespectadores via transmissão digital ao vivo.

A programação contará com uma atividade recreativa junina voltada para crianças autistas como ação de abertura do evento, Teatro de Mamulengo, forró pé de serra com trio de sanfoneiros, como também atrações regionais e nacionais.

A contrapartida social do AHayá destinará doações para a APAARN, associações que apoiam pessoas com necessidades especiais, além de profissionais da cultura junina afetados economicamente pela pandemia.

O Arraiá do Outro Par surgiu em 2015 com a proposta de realizar uma festa de São João no bairro mais antigo da cidade, a Ribeira, passando pela Rua Frei Miguelinho, Largo da Rua Chile e Capitania das Artes, reunindo em cada edição uma média de aproximadamente 1700 pessoas. Este ano o arraiá chega a sua 6ª edição, mantendo a tradição junina para o público alternativo de Natal, tendo como principal objetivo manter viva a celebração do São João, mesmo que virtualmente, e enaltecer esse festejo tão importante para o Nordeste, além de fortalecer a música potiguar com 50% de repertório autoral.

A programação contará com atrações locais, incluindo grupos de forró tradicionais que possuem sua renda comprometida devido à pandemia, além de atrações nacionais com grande alcance de público e muitas ações interativas nas redes sociais para criar um diálogo com um público local já existente e somando-se a um grande número de pessoas via transmissão online ao vivo.

Como contrapartida social do projeto, o Arraiá do Outro Par irá comprar “10 mãos de milho” aos agricultores rurais do assentamento Quilombo dos Palmares - Ceará Mirim/RN, e produzir alimentos juninos que serão distribuídos para pessoas em condição de rua, juntamente com equipamentos de EPI (Equipamentos de Proteção Individual) como: máscaras, sabonetes e álcool gel.

Cada arraiá terá uma edição virtual, com 8 horas de transmissão, através do canal Nosso São João no YouTube, com tradução simultânea em libras. O público amante das tradições juninas já pode se inscrever no canal e seguir os perfis @ahayaderua e @arraiadooutropar no Instagram para ficar por dentro de todas as novidades.


A+ A-