Sodiê Doces comemora Dia da Mulher com sabores contrastantes

Heldon Simões,

Sabores que se contrastam, Alpino e Abacaxi, foram os escolhidos pela Sodiê Doces para celebrar o Dia Internacional da Mulher. Durante todo o mês de março, os dois bolos ganham desconto em todas as unidades da rede.
O escolhido de chocolate é o Bolo Alpino #113, com recheio de Alpino trufado e mousse de chocolate, acompanhado de cobertura de trufado meio amargo, com lascas de chocolate ao leite e bombom Alpino.
De massa branca a opção do mês é o Bolo de Abacaxi #35, recheado com creme de abacaxi gelado e mousse branco com abacaxi. De cobertura acompanha também mousse branco com pedaços de abacaxi e cerejas decorativas.
Além dos dois sabores da promoção Bolo do Mês, a maior franquia de bolos do país tem mais de 100 variedades de sabores de bolos de chocolate ou massa branca, com recheios diversos que incluem morango, limão, coco, nozes, abacaxi, damasco, chocolate branco, chocolate ao leite, leite em pó, brigadeiro, doce de leite, leite condensado, entre outros e que agradam a todos os paladares.
Os bolos ganham desconto até o dia 31 de março em todas as lojas da marca no Brasil e exterior.
Em Natal, a Sodiê fica na Av. Prudente de Moraes, 1869, Barro Vermelho. Os pedidos podem ser feitos pelo Whatsapp (84) 99423-5680 ou pelo aplicativo Ifood. A loja tem promoção de delivery com taxa de entrega de apenas R$ 6 para vários bairros da cidade. A Sodiê Natal aceita cartões de débito e crédito. A loja está funcionando, seguindo o novo decreto municipal, de segunda a sábado, das 11h às 19h, e domingos e feriados, das 11h às 15h. Mais informações: (84) 3346-0020.
Sodiê Doces
Site: www.sodiedoces.com.br
Fanpage: www.facebook.com/sodiedocesoficial
Instagram: @sodiedocesnatal


Coletivo de criação estreia novo espetáculo com exibição gratuita nesta quarta-feira

Heldon Simões,

O corpo humano, em sua pluralidade e como meio de expressão dos sentimentos, têm aspectos da sua fragilidade e vulnerabilidade questionados no surpreendente espetáculo de dança “Entre nós e o mundo”, que será exibido virtualmente no dia 03 de março, às 20h, no canal do youtube do Entre Nós Coletivo de Criação.

“Entre nós e o mundo” é fruto de trocas e vivências com coreógrafos de outras partes do mundo em que os bailarinos potiguares João Alexandre Lima, Thazio Menezes e Álvaro Dantas, trazem à tona sentimentos, histórias e memórias desses momentos em duas montagens: “Remendo” e “O corpo é uma farsa”.

Formação de plateia
Além da apresentação para o público em geral na próxima quarta-feira (3), o grupo também está realizando exibições virtuais para grupos artísticos e estudantes da Grande Natal, com o intuito de formar público e gerar conhecimento sobre o fazer artístico.

SERVIÇO
ENTRE NÓS E O MUNDO
Dia 03 de março, às 20h
Canal do Youtube: Entre nós coletivo de criação
bit.ly/Entrenoscoletivodecriacao
CRÉDITO DAS FOTOS: Brunno Martins

Sarau em Casa Com Vida recebe Carlos Malta e Walter Fernandes

Heldon Simões,

Logo mais, às 21h, ocorre o Sarau em Casa Com Vida, com o encontro dos músicos e compositores Carlos Malta e Walter Fernandes. Projeto de shows online é realizada pela Casa com a Música em parceria com o Sindicato Nacional dos Compositores Musicais.

A iniciativa tem o propósito de abrir espaço para a diversidade e a riqueza das manifestações artísticas e é uma extensão virtual do evento Sarau ComVida, paralisado por causa da pandemia de Covid-19. A apresentação é de Robertinha Villas e Ricardo Moreno.

Ao longo da transmissão, o público poderá participar com perguntas e comentários. Para assistir, acesse www.facebook.com/casacomamusica




Festival Casa Tomada divulga programação e abre convocatória

Heldon Simões,

Com objetivo de fortalecer a produção independente do Rio Grande do Norte, o  Festival Casa Tomada (8ª Edição da Mostra Casa Tomada) será realizado em formato virtual e acessível, através do site www.coletivocida.com.br entre os dias 17 e 21 de março. A programação inclui oficinas, pocket show, mostra de processos, residências artísticas, além de bate-papos e apresentações de trabalhos. 
Sob o conceito “Dança Caseira”, o projeto selecionou oito trabalhos de artistas independentes do Rio Grande do Norte para compor uma programação diversa de cinco dias consecutivos, tendo como ponto de referência a produção artística em período de isolamento social, o Festival recebeu 30 inscrições de espetáculos, performances e vídeos. 
“O Festival tem como proposta contribuir no fomento e na difusão de trabalhos em dança produzidos aqui no estado, assim como busca entender e dialogar com as multiplicidades estéticas da dança norte-rio-grandense, possibilitando assim a criação de uma rede de relações que envolve artistas, produtores, pesquisadores e público. Isso contribui para que os artistas, grupos ou coletivos se reafirmem artisticamente, ganhando protagonismo no cenário cultural” , declara Arthur Moura, artista do Coletivo Cida.


Vida e obra do escritor Franz Kafka é tema de podcast potiguar

Heldon Simões,

O escritor Franz Kafka, um dos principais pensadores da literatura mundial do século XX, que só teve sua obra descoberta e reconhecida após a sua morte, é tema de podcast potiguar já disponível na internet. Intitulado Pedro Vermelho, o podcast tem cinco episódios, com um bate-papo leve, além de interpretações de trechos do conto “UmRelatório para uma Academia”.

O texto “Um Relatório para uma Academia” traz a história de Pedro Vermelho. Um personagem que nasceu macaco, transformou-se em homem e depois de cinco anos de adestramento alcançou a cultura de um cidadão europeu comum. E é através do sarcasmo e da ironia que a história desse homem/macaco vai se construindo.

O ator Doc Câmara, que interpreta o Pedro Vermelho no Podcast, afirma que a busca principal da construção do personagem foi de como transmitir algumas dessas sensações vividas pelo Pedro através da voz. “O texto do Kafka é imagético e sensorial. E todo o trabalho foi em cima dessa palavra que transmite uma imagem e que transmite uma ação, e fomos construindo o personagem em cima disso”, explica.

SERVIÇO
Podcast Pedro Vermelho - Diálogos sobre Franz KafkaJá disponível no Spotify, Deezer e Amazon Music


HOJE: Escola de Surf promove aulão em Ponta Negra

Heldon Simões,

Hoje, 27 de fevereiro, a praia de Ponta Negra recebe o primeiro aulão realizado pela AR Surf School. O evento promete reunir surf, yoga e defesa pessoal com o objetivo de incentivar a prática de atividades físicas e hábitos saudáveis.

A programação acontece durante toda a manhã, a partir das 8h, na altura do quiosque 4, na orla de Ponta Negra, e contará com instrutores reconhecidos em cada modalidade. A aula de surf ficará a cargo da Alessandra Ramos, tri-campeã estadual de surf e instrutora na AR Surf School.

O árbitro de surf e especialista em yoga para surfistas, Max Bruno, será o facilitador da prática de yoga, que além de auxiliar no desenvolvimento pessoal, pode servir como atividade complementar para o surf. Já a aula de defesa pessoal será ministrada pela Gabriella Fernandes, lutadora profissional de MMA e também instrutora de surf.

O aulão tem vagas limitadas e inclui a prancha que será usada por cada aluno. A ação é voltada para iniciantes e pessoas com nível intermediário no surf. A idade mínima para participar do evento é 12 anos. Para que não haja aglomeração, as aulas acontecerão simultaneamente com pequenos grupos distintos.

Além das aulas, a programação contará com um pocket show do cantor Brau Kaúla, registro fotográfico da Ana Helena Photos e sorteios.

SERVIÇO
Aulão AR Surf School
27 de fevereiro, 8h
Vagas Limitadas
Investimento: 70 reais
Inscrições: 84 99131-5780


Tanda Macêdo e Khrystal lançam videoclipe de música em homenagem a Elino Julião

Heldon Simões,

“Um amor bem grande, que vai de Timbaúba até o fim do mar”. Assim é o refrão da música “Amor de barro”, canção autoral das cantoras e compositoras Tanda Macêdo e Khrystal, que homenageia Elino Julião, figura icônica do forró potiguar. A música ganha videoclipe com lançamento no youtube nesta sexta, dia 26 de fevereiro.

A canção, que fará parte do álbum de estreia da cantora Tanda Macêdo, teve a letra escrita no começo da pandemia, de forma virtual. Em seguida, surgiu o desejo de gravá-la em linguagem audiovisual e o cineasta Carito Cavalcanti da Praieira Filmes foi convidado para a direção.

As filmagens foram realizadas no final de 2020, em Timbaúba dos Batistas, terra do homenageado, e também na praia de Búzios.

A faixa foi gravada com o Trio Candeeiro Jazz, formado por Jubileu Filho, Sérgio Groove e Zé Hilton do Acordeon. O disco deve estar disponível, em breve, nas principais plataformas de streaming.

O videoclipe é uma idealização do Quintal de Tanda e foi realizado com recursos da Lei Aldir Blanc, por meio da Prefeitura do Natal e Governo Federal.

SERVIÇO

Lançamento clipe “Amor de Barro”
Dia 26 de fevereiro
www.youtube.com/tandamacedo

Teaser: https://youtu.be/Ov-qG-bKVQI 

Casa Durval Paiva promove Dia do Desapego

Heldon Simões,

Quantas pessoas guardam itens em casa, que não são mais tão usuais e acabam só ocupando espaço? Já pensou em desapegar deles e ainda contribuir na luta contra o câncer infantojuvenil e doenças hematológicas crônicas? Nesta sexta-feira (26), a Casa Durval Paiva estará realizando o Dia do Desapego, uma data especial, que convida as pessoas a desapegarem.

Isso mesmo, aqueles itens que estão sobrando em casa, que não tem mais uma usabilidade, eles podem ganhar um novo significado e contribuir para transformar a vida de crianças e adolescentes, acolhidos pela Casa Durval Paiva. A instituição estará recebendo diversos itens, em bom estado de conservação, como: roupas, calçados, brinquedos, alimentos não-perecíveis, leite em pó integral, artigos de decoração, utensílios de casa, eletrônicos, eletrodomésticos e móveis.

A campanha irá acontecer em formato drive-thru, das 08h às 17h, na Casa Durval Paiva, que fica localizada na Rua Professor Clementino Câmara, 234 – Barro Vermelho. Contribua para o resgate da cidadania, dignidade e a qualidade de vida das nossas crianças e adolescentes. Reúna seus itens e compartilhe a ideia.



Exposicão fotográfica "Faces do Reduto" na Casa da Ribeira

Heldon Simões,

A exposição fotográfica Faces do Reduto é uma narrativa imagética inscrita e produzida pelo olhar sensível de Mônica Mac Dowell. O ensaio é composto pela seleção de múltiplas fotografias capturadas por Mônica na ocasião da pré-produção do seu curta-metragem “Rosa de Aroeira” (filme documentário que retrata as histórias de algumas mulheres criativas e fecundas residentes na Comunidade do Reduto, em São Miguel do Gostoso (RN).

A exposição reúne um acervo de trinta fotografias que foram impressas em canvas, bordeadas por cercaduras de madeira e decoradas por cetins policromos que circundam e abraçam delicadamente as fotografias produzidas por Mônica e os desenhos tramados em linho branco pelas mãos artesãs das labirinteiras do Reduto potiguar. O ponto de vista das fotografias concebidas transcreve de forma inspiradora e perceptual o dia a dia destas mulheres litorâneas e traslada de modo sensorial a paisagem agreste e a vida das suas personagens.

Por meio do enquadramento, da angulação e da iluminação genuinamente naturalistas a realizadora imprime aos seus registros fotográficos uma tessitura de crônica visual, além de, promover uma sintaxe visual que culmina em aprazíveis construções imagéticas acerca da natureza bucólica do lugar e da identidade feminina das personagens registradas. Mulheres que tecem e que costuram as suas histórias de vida por meio das produções em labirintos que demarcam o tempo e a memória das suas existências e do seu habitat.

SERVIÇO

EXPOSIÇÃO FACES DO REDUTO

Visitação: até 5 de março - Agendamento pelo WhatsApp (84) 98704 0265

Encerramento: 6 de março, das 18h às 20h

Local: Casa da Ribeira



Exposição fotográfica “Corpo Desabrigo” da Sociedade T segue aberta em formato online

Heldon Simões,

Criada a partir da investigação dos espaços abandonados na cidade do Natal/RN, a exposição Corpo Desabrigo segue aberta em formato online até abril. O trabalho é resultado da interação do performer Pablo Vieira e do fotógrafo André Chacon em cinco locações da capital e buscam tensionar as relações de memória, pertencimento e territorialidades através dessa obra.

A exposição, que teve estreia em 2019 no Margem Hub de Fotografia, agora retorna sua exibição para o formato digital mostrando narrativas  visuais que refletem sobre a potência desses espaços no campo estético, simbólico e  político. 

Com material inédito, a exposição online conta com a exibição de 40 obras, de textos sobre o processo criativo e do videoarte "Destroço", com imagens de André Chacon e Moisés Ferreira, edição de Ronildo Nóbrega e trilha de Mexo. O público pode conferir a exposição até o dia 5 de abril. 

Confere lá: Sociedade T


Festival Piscadela: último dia de inscrições de trabalhos

Heldon Simões,

Com o objetivo de fortalecer a presença das mulheres na cultura Hip-Hop, o Festival Piscadela está com convocatória aberta para inscrições de trabalhos até hoje, 22 de fevereiro. Serão selecionados até seis trabalhos de mulheres (B.Girls e Dancers) da cultura Hip-Hop residentes no Rio Grande do Norte.

Idealizado pela B.Girl Dallianny e com produção de René Loui e Arthur Moura (Coletivo CIDA) o FESTIVAL PISCADELA nasceu em 2017 como o primeiro encontro da cultura HIP-HOP no Rio Grande do Norte voltado para as práticas femininas. A segunda edição do Festival será realizada através da plataforma Instagram, de forma virtual, gratuita e acessível. Os trabalhos selecionados receberão tradução para LIBRAS - Língua Brasileira de Sinais.

A programação do festival será realizada nos dias dias 05, 06 e 07 de março, e contará com intervenções urbanas, bate-papos, oficinas, além de apresentações de trabalhos de mulheres atuantes no cenário da cultura HIP-HOP do Rio Grande do Norte.

Inscrições
As inscrições podem ser realizadas através do preenchimento de formulário eletrônico presente em: http://bit.ly/festivalpiscadela Cada proponente poderá inscrever até dois trabalhos.

Serão selecionados até seis trabalhos de mulheres (B.Girls e Dancers) da cultura Hip-Hop residentes no Rio Grande do Norte para fazerem parte da programação do Festival. Cada uma das artistas selecionadas receberá o cachê de R$600 (seiscentos reais) para exibir seu trabalho e participar de um bate-papo após a exibição. O resultado será divulgado no dia 25 de fevereiro no Instagram do Festival (@festivalpiscadela).

Encontro Internacional de Dança começa domingo com transmissão pela internet

Heldon Simões,

Entre os dias 21 e 28 de fevereiro, acontece o Encontro Internacional de Dança Contemporânea. Por conta das medidas de segurança impostas pela pandemia do novo coronavírus, o evento potiguar, que chega a sua 13ª edição, acontece exclusivamente pela internet. Todas as apresentações serão transmitidas pelo canal do Encontro de Dança no YouTube.

A programação gratuita com curadoria de Diana Fontes, idealizadora e coordenadora geral do evento, inclui espetáculos locais, nacionais e internacionais, além de bate-papos com convidados que são referência no meio artístico. Ao todo, serão apresentados 14 espetáculos, sendo seis internacionais, dois nacionais e seis da Plataforma de Dança do Rio Grande do Norte.

A abertura, dia 21, contará com o espetáculo “As Canções que você dançou para mim”, da Focus Cia de Dança, uma das mais atuantes companhias de dança do Rio de Janeiro.

Nos dias seguintes, o público poderá conferir a mostra Solos Stuttgart, com seis solos premiados no Internationales Solo Tanz-Theater Festival de 2019, realizado na Alemanha. Nesta edição participam bailarinos da Bélgica, Brasil, Canadá, Itália, Israel e França.

Os espetáculos potiguares que compõem a Plataforma de Dança do Rio Grande do Norte foram selecionados através de edital.  São eles: “O Corpo e Uma Farsa” de Anízia Marques Cia De Dança; “Die Eienen, Die Anderen” da Companhia Giradança; “Querendo…” do Entre Nós Coletivo De Criação; “Rio Cor de Rosa” da Companhia de Dança Do Teatro Alberto Maranhão/CDTAM; “Goldfish” do artista independente Alexandre Américo e “Dançar Álbuns Inteiros - Ficção" de Álvaro Dantas. Todas as obras selecionadas receberão uma crítica de Cássia Navas, uma das mais renomadas críticas de dança do país.

O evento encerra com apresentação da companhia goiana Quasar, com o espetáculo “No Singular”.

Completam a programação da semana, mesas redondas com temas “A Dança na era Remota”, “Criação a Distância” e “Dança sem fronteiras”. Entre os convidados, Henrique Rodovalho (Quasar Cia de Dança/GO), Marcelo Santos (Solos de Stuttgart/Alemanha), Fabiano Carneiro (FUNARTE/RJ), Alex Neoral (Focus Cia de Dança/RJ), Wanie Rose Medeiros (Cia de Dança do Tam/RN) e Willy Helm, bailarino e coreógrafo.



SERVIÇO
Encontro Internacional de Dança Contemporânea
De 21 a 28 de fevereiro
www.youtube.com/encontrodedanca


Sarau "Quinta das Artes" realiza 3º episódio da temporada de entrevistas

Heldon Simões,

Sarau Quinta das Artes – que tem como tradição o debate sobre arte, cultura e educação em suas mais diversas linguagens -  promove durante todas as quintas-feiras do mês de fevereiro, no canal do projeto no YouTube uma temporada de entrevistas ao vivo, sob o comando da professora Carla Alves, com figuras das áreas de Música, Literatura, Cinema, Educação e Teatro.

No terceiro episódio, nesta quinta-feira (18), às 20h, o projeto recebe os professores Althiere Frank Cabral, Carlos Alberto de Negreiro, Érika Macêdo e Kalina Paiva falando sobre literatura e ensino.

A temporada 2021 do Sarau Quinta das Artes tem o patrocínio da Cosern, Instituto Neoenergia e do Governo do Rio Grande do Norte através da Fundação José Augusto , via Lei Câmara Cascudo. Conta também com o apoio da ASSEFIT RN (Associação dos Ex-Alunos das Escolas Federais, Industriais e Técnicas do RN) e IFRN.

SERVIÇO:

SARAU QUINTA DAS ARTES – ENTREVISTAS

Terceiro episódio – 18 de fevereiro, às 20h

Convidados - Althiere Frank Cabral, Carlos Alberto de Negreiro, Érika Macêdo e Kalina Paiva

Exibição: Canal Sarau Quinta das Artes no YouTube



Live: "Cores do Nosso Samba" no Carnaval de Natal 2021

Heldon Simões,

A roda “Cores do Nosso Samba” está na programação oficial do Carnaval de Natal 2021, que devido a pandemia da COVID-19 e o necessário isolamento social acontecerá por meio de lives, com foco nos artistas potiguares. A apresentação acontece no dia 15 de fevereiro, segunda-feira de carnaval, às 20h, no canal da Prefeitura do Natal no YouTube.

No carnaval de 2020 a roda “Cores do Nosso Samba” recebeu o prêmio Dosinho como melhor show potiguar do carnaval de Natal, um importante reconhecimento para o trabalho que a cantora Valéria Oliveira e banda desenvolvem há 7 anos, e volta neste ano  em formato virtual mantendo a conexão sempre forte com o público potiguar.

A Live "Cores do Nosso Samba" tem direção musical de Raphael Almeida, cavaquinista do time traz ainda, em um formato compacto, os grandes Jubileu Filho no violão de 7 cordas e Kelliney Silva, Ninho Brasil e Wesley Silva (Cicinho) nas percussões.

O repertório transita por subgêneros do samba como, samba de roda, partido alto, samba enredo e samba de raiz, costurados por Ijexás e por algumas composições da própria Valéria Oliveira & parceiros, bem como, por obras contemporâneas.  Obras de Dona Ivone Lara, Leci Brandão, Jovelina Pérola Negra, Candeia, Martinho da Vila, João Nogueira, Jorge Aragão, Xande de Pilares, Zeca Pagodinho, entre outras, estarão no roteiro.

Foto: Luciano Azevedo

SERVIÇO:

Live - Roda Cores do Nosso Samba – Carnaval de Natal 2021

Dia 15 de fevereiro, às 20h

Exibição: https://www.youtube.com/user/natalprefeitura



Dani Cruz encerra "Nos Bastidores da Música Potiguar" com Dodora Cardoso

Heldon Simões,

A saudade do carnaval está grande demais e a gente não podia passar batido, né? A cantora Dani Cruz finaliza o projeto “Nos Bastidores da Música Potiguar” aproveitando essa festa icônica, que, mesmo em formato virtual, merece ser celebrada! Neste último episódio Dani recebe em seu [youtube.com/danicruzcanta]canal do YouTube a rainha potiguar Dodora Cardoso, em um bate-papo que promete muitas histórias memoráveis, e certamente muitas histórias de carnaval. A exibição será na segunda-feira (15/02), às 19h30.

Dodora Cardoso, com 43 anos de carreira, é considerada uma das mais prestigiadas cantoras de samba do estado e tem seu nome muito atrelado aos grandes carnavais. Ela foi integrante de bandas como Circuito Musical, Banda Phobus, entre outras, se apresentando por toda a região Nordeste. Se dedica à carreira solo há alguns anos, já tendo lançado sete CDs e dividido noites com artistas como Martinho da Vila, Toni Garrido, Fafá de Belém e Chico César. A cantora participou de projetos como “Elino Julião 80 anos” e “Caminhos do Elefante”, além de suas próprias produções: “As Damas do Samba”, “RecordaSamba” e “Tributo à Núbia Lafayette”. Junto com Claudia Mariana a cantora forma a MARIABOA PRODUTORA, uma empresa de produção cultural especializada em produção artística e mídias sociais.

A cantora Dani Cruz recorda lembranças com a diva Dodora: “Lembro que quando iniciei minha carreira solo, Dodora foi uma das artistas que mais me demonstrou carinho, chegando junto, incentivando e participando, sempre fortalecendo a divulgação de projetos potiguares. Ela é uma das vozes mais potentes e um dos corações mais nobres e generosos do meio musical, sem dúvidas”. 

SERVIÇO:

Dani Cruz – "Nos Bastidores da Música Potiguar"

Último Episódio - Dia 15/02, às 19h30

Exibição: youtube.com/danicruzcanta


Abaeté do Cordel lança e-book infantojuvenil para combater discriminação e o racismo

Heldon Simões,

“A menina que quer mudar o mundo” é o mais novo lançamento do poeta Abaeté do Cordel que será realizado no dia 19 de fevereiro, 18h, no Instragram Casa do Cordel. A publicação em formato de e-book é um cordel infantojuvenil que busca combater o preconceito, a discriminação e o racismo entre crianças, jovens e adultos.

O livro narra a história de uma menina negra e amante do cordel que passa por uma mudança em sua vida quando precisa sair, junto com sua família, do Seridó potiguar para a capital.

As ilustrações são do artista Erick Lima. O e-book cordel poderá ser baixado gratuitamente no site da editora https://ciadoebook.com.br/ e nas redes sociais da Casa do Cordel ou do autor.

Este livro foi contemplado na categoria de Auxílio à Publicação de Literatura de Cordel da Chamada Pública de Emergência Cultural (Lei Aldir Blanc) da Prefeitura Municipal do Natal, da Fundação Cultural Capitania das Artes e do Governo Federal.

Lançamento:
19 de fevereiro - 18h
No instagram - @casa.docordel


"Quinta das Artes" recebe o cineasta Adrianderson Barbosa

Heldon Simões,

Sarau Quinta das Artes – que tem como tradição o debate sobre arte, cultura e educação em suas mais diversas linguagens -  promove durante todas as quintas-feiras do mês de fevereiro, no canal do projeto no YouTube uma temporada de entrevistas ao vivo, sob o comando da professora Carla Alves, com figuras das áreas de Música, Literatura, Cinema, Educação e Teatro.

No segundo episódio, nesta quinta-feira (11), às 20h, o projeto recebe o jovem cineasta Adrianderson Barbosa falando sobre seu filme ‘O Grande Amor de Um Lobo”, que já ganhou mais de 40 prêmios nacionais e internacionais.

A temporada 2021 do Sarau Quinta das Artes tem o patrocínio da Cosern, Instituto Neoenergia e do Governo do Rio Grande do Norte através da Fundação José Augusto , via Lei Câmara Cascudo. Conta também com o apoio da ASSEFIT RN (Associação dos Ex-Alunos das Escolas Federais, Industriais e Técnicas do RN) e IFRN.

SERVIÇO:

SARAU QUINTA DAS ARTES – ENTREVISTAS

Segundo episódio – 11 de fevereiro, às 20h

Convidado -  Adrianderson Barbosa

Exibição: Canal Sarau Quinta das Artes no YouTube

Realização: Carla Alves Produção Cultural



Tom Cardoso, Roberto Menescal e Rafael Cortez na live de lançamento do livro Ninguém pode com Nara Leão

Heldon Simões,

Hoje, quarta-feira, às 19h, acontece o lançamento virtual do livro Ninguém pode com Nara Leão, escrito por Tom Cardoso. Na live, o autor do livro recebe os músicos Roberto Menescal e Rafael Cortez. 

O bate-papo pode ser acompanhado pelos perfis do Instagram @tom_cardoso_10, @robertomenescaloficial e @rafaelcortez.

Saiba mais sobre o livro:
Nara Leão certamente foi uma das artistas mais importantes e influentes da cultura brasileira, não só pela sua obra, mas pelo que representou para a mulher e a sociedade como um todo. Filha caçula de dr. Jairo e dona Tinoca e irmã da modelo e famosa personagem da cena carioca Danuza, a jovem tímida, quieta e cheia de neuroses ficou marcada na história como uma das mais produtivas intérpretes da MPB dos agitados anos 1960 aos 1980, além de ser responsável por definir os costumes e a expressão política da época. "Foi símbolo da reação à ditadura de 1964, sem nunca pretender ser coisa alguma", escreveu Paulo Francis após a morte da cantora.

Em Ninguém pode com Nara Leão, que chega às lojas pela Editora Planeta, Tom Cardoso reconstrói a vida da artista que participou ativamente dos mais importantes movimentos musicais surgidos a partir da década de 1960, que, tratada como ‘café com leite’ pela patota que se reunia no apartamento da família em Copacabana, deixou a bossa nova para se juntar à turma politizada do CPC e do Cinema Novo e foi a primeira estrela da MPB a falar abertamente contra a ditadura militar.
Na biografia, que traz prefácio de Tárik de Souza, um dos mais respeitados críticos da MPB, Tom apresenta passagens da infância de Nara, marcadas pela angústia e reclusão, detalhes da inimizade com Elis Regina, dos famosos encontros no apartamento da Av. Atlântica, onde a bossa nova ganhou corpo, cara e nome, do relacionamento com Ronaldo Bôscoli, da amizade com figuras como Vinicius de Moraes, Roberto Menescal e Ferreira Gullar, por quem nutria admiração mutua e teve um affair. No livro, Tom relata que Nara inclusive chegou a sugerir que ele largasse a mulher e os filhos e viajasse com ela pelo Brasil.


Pedro Rhuas reverencia sotaque potiguar em "Boto Pra Lascar"

Heldon Simões,

O cantor e escritor potiguar Pedro Rhuas começa 2021 com o lançamento de novo single, a dançante "Boto Pra Lascar". Funk pop, a faixa, uma parceria com o cantor Victor Cavalcanti, estreou recentemente nas plataformas digitais. Cheia de atitude, nordestinidade e com a cara do Carnaval, a música destaca inclusive na letra o sotaque potiguar de Rhuas.
"Queria uma música que mostrasse um lado mais divertido meu, diria até paquerador", brinca Rhuas. "Muitas vezes, quando flertava com alguém que não fosse do RN, as pessoas comentavam do meu sotaque e sobre como achavam sexy, diferente. Foi essa brincadeira que quis trazer em 'Boto Pra Lascar'. Realmente tentar algo novo, que me conectasse com meu público mais jovem e LGBTQIA+, e brincasse com o sotaque".
Com beat de Victor Cavalcanti, um dos intérpretes da faixa, e produção de DogMan, "Boto Pra Lascar" é também o primeiro lançamento de Rhuas após passar a distribuir suas músicas com a Ditto Music. Confira o lyric vídeo da canção no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=TuIBLLnm64U


Encontro de Dança Contemporânea abre seleção para espetáculos do RN

Heldon Simões,

O ano começou movimentado no cenário cultural potiguar e a dança contemporânea não fica de fora. Com intuito de valorizar, dar visibilidade, capacitar e oxigenar criadores e intérpretes potiguares, acontece entre 21 e 28 de fevereiro, o 13º Encontro Internacional de Dança Contemporânea. A primeira etapa do evento já teve início com a abertura do edital para seleção de espetáculos do Rio Grande do Norte.


As inscrições na Plataforma de Dança Contemporânea do RN acontecem até o dia 10 de fevereiro, através de formulário eletrônico, disponível no linktr.ee/encontrodedanca, e precisam ser validadas com o envio de documentos complementares através de email.

Serão selecionadas cinco obras com duração entre 20 e 40 minutos, que terão transmissão única pelo Youtube. Os proponentes precisam ser residentes ou estarem sediados no Rio Grande do Norte.

Apesar de ser exclusivamente online, por conta das medidas de segurança impostas pela pandemia do novo coronavírus, o evento segue a programação de anos anteriores, com espetáculos locais, nacionais, internacionais, oficina e mesa redonda.


SERVIÇO

Edital Plataforma de Dança Contemporânea do RN
Inscrições até 10 de fevereiro
Edital completo e ficha de inscrição disponível no linktr.ee/encontrodedanca

1-20 de 2556