Esporte

Relembre a histórica campanha do título brasileiro de 1984

O Fluminense, sob o comando de Parreira, que substituiu Carbone na 3ª fase, se sagrava campeão brasileiro.

Redação - 5 de dezembro de 2010
Antes de ver várias matérias da conquista do tricampeonato de 2010, o portal Nominuto.com mostra toda a campanha do útlimo título do Flu, 26 anos atrás, sob comando de Carbone, depois Parreira, e tendo como destaques principais o casal 20 - Assis e Wahington, atacantes que fizeram muito sucesso na festa tricolor daquele ano.

Após a histórica conquista do Campeonato Carioca de 1983, com um gol de Assis contra o Flamengo aos 45 minutos do segundo tempo, o Fluminense iniciava o ano de 1984 com a difícil tarefa de conquistar o bicampeonato brasileiro, chamado na época de Copa Brasil, o que não ocorria desde 1970, quando conquistamos a Taça de Prata.

A comissão técnica liderada pelo técnico Carbone, que durante o campeonato foi substituido por Carlos Alberto Parreira, permanecia e o elenco era praticamente o mesmo do ano anterior. Algumas contratações foram feitas, como a do lateral-direito Getúlio, do zagueiro Vica, do meio campo Renê e de Romerito, estrela do futebol paraguaio contratado por cerca de Cr$ 800 milhões de cruzeiros ao New York Cosmos.

Regulamento:


Os 40 times foram divididos em oito chaves de cinco equipes cada. Os clubes disputaram dentro do próprio grupo em dois turnos e os 28 melhores, três de cada grupo, e quatro de melhor índice técnico passaram para a segunda fase.

Nesta etapa, os times foram divididos em sete grupos, jogando em turno e returno. Os dois primeiros colocados de cada chave, mais a equipe de melhor índice técnico e o campeão da Taça de Prata disputaram a terceira fase.

Nessa fase, foram constituídos quatro grupos de quatro. Os dois primeiros colocados passavam às quartas-de-final.


1ª Fase - O Início da Conquista:

O Fluminense começou a primeira fase do campeonato com os desfalques de Paulo Vítor e Ricardo Gomes, disputando o Pré-olímpico do Uruguai com a Seleção Brasileira, e ainda sem Romerito e Aldo - com problema de renovação de contrato. Com uma campanha regular, o Fluminense conseguiu sua classificação com duas rodadas de antecedência, tendo perdido apenas uma partida para o Santos, num jogo em que a classificação já estava garantida.

Os Jogos:

Santos 1 x 1 Fluminense
Local: Morumbi
Data: 29/01/84
Juiz: Aírton Domingos Bernardoni
Pagantes: 24.392
Gol do Flu: Washington


Ferroviário-CE 0 x 0 Fluminense
Local: Estádio Plácido Castelo
Data: 01/02/84
Juiz: Romualdo Arppi Filho
Pagantes: 9.873

Fluminense 1 x 0 ABC-RN
Local: Estádio de Moça Bonita
Data: 08/02/84
Juiz: José Leandro de Castro Serpa
Pagantes: 3.596
Gol do Flu: Assis


Fluminense 1 x 0 Confiança-SE
Local: São Januário
Data: 11/02/84
Juiz: João Lúcio Marra
Pagantes: 3.816
Gol do Flu: Getúlio


Confiança-SE 0 x 2 Fluminense
Local: Estádio Lourival Batista
Data: 19/02/84
Juiz: Jair Pereira Guimarães
Pagantes: 17.015
Gols do Flu: Washington e Assis

ABC-RN 1 x 2 Fluminense
Local: Estádio Castelo Branco
Data: 22/02/84
Juiz: Nei Andrade Nunes Maia
Pagantes: 17.120
Gols do Flu: Jandir e Washington


Fluminense 0 x 1 Santos
Local: Maracanã
Data: 26/02/84
Juiz: Rui Cañedo
Pagantes: 25.903


Fluminense 2 x 0 Ferroviário-CE
Local: São Januário
Data: 29/02/84
Juiz: Manoel Serapião Filho
Pagantes: 884
Gols do Flu: Wilsinho (2)


Observação: Santos, Fluminense e ABC passaram para a segunda fase. O Ferroviário disputou a "repescagem" com o Coritiba, tendo perdido por 3 x 1.


2ª Fase - Disparado na Ponta

Nesta etapa da competição, o Fluminense contou com a volta efetiva de Paulo Vítor, que já havia atuado na última rodada da 1ª fase, e Aldo, apesar de Getúlio atuar como titular.
No grupo estavam; Bahia, São Paulo e Goiás.

O Fluminense conseguiu a classificação antecipada e em primeiro lugar do grupo.

Os Jogos:

Bahia 1 x 1 Fluminense
Local: Fonte Nova
Data: 11/03/84
Juiz: Carlos Sérgio Rosa Martins
Pagantes: 33.940
Gol do Flu: Wilsinho

Fluminense 3 x 0 Goiás
Local: Maracanã
Data: 14/03/84
Juiz: Roque José Gallas
Pagantes: 10.705
Gols do Flu: Assis, Leomir (pênalti) e Washington


São Paulo 0 x 2 Fluminense
Local: Morumbi
Data: 18/03/84
Juiz: Édson Alcântara do Amorim
Pagantes: 18.437
Gols do Flu: Washington e Rogério


Fluminense 3 x 1 Bahia
Local: Maracanã
Data: 21/03/84
Juiz: José de Assis Aragão
Pagantes: 15.580
Gols do Flu: Leomir (pênalti), Washington e Assis


Fluminense 0 x 0 São Paulo
Local: Maracanã
Data: 25/03/84
Juiz: Carlos Sérgio Rosa Martins
Pagantes: 33.367

Goiás 3 x 0 Fluminense
Local: Serra Dourada
Data: 01/04/84
Juiz: Tito Rodrigues
Pagantes: 45.057


Observação: Fluminense e Goiás passaram para a terceira fase. O São Paulo perdeu a vaga para o Goiás por ter menor número de vitórias.

3ª Fase - A Chegada de Parreira


Mais uma vez o Fluminense termina em primeiro lugar do grupo, desta vez invicto. Esta fase do campeonato marca a estreia de Romerito no Fluminense, na partida contra o Santo André no Maracanã. Além da presença do craque paraguaio, o Fluminense apresentou modificações no comando do time: saiu Carbone e assumiu Carlos Alberto Parreira.

Os Jogos:

Fluminense 1 x 0 Santo André
Local: Maracanã
Data: 07/04/84
Juiz: Manoel Serapião Filho
Pagantes: 23.231
Gols do Flu: Wilsinho

Operário-MS 0 x 0 Fluminense
Local: Estádio Pedrossian
Data: 11/04/84
Juiz: Roque José Gallas
Pagantes: 17.469


Portuguesa-SP 0 x 1 Fluminense
Local: Canindé
Data: 15/04/84
Juiz: Nei Andrade Nunes Maia
Pagantes: 16.089
Gol do Flu: Delei


Fluminense 2 x 0 Operário-MS
Local: São Januário
Data: 18/04/84
Juiz: Emídio Marques de Mesquita
Pagantes: 8.186
Gols do Flu: Assis (2)


Fluminense 4 x 2 Portuguesa-SP
Local: Maracanã
Data: 21/04/84
Juiz: Aírton Domingos Bernardoni
Pagantes: 19.498
Gols do Flu: Romerito (pênalti), Tato, Wilsinho, Romerito

Santo André 1 x 1 Fluminense
Local: Estádio Bruno José Daniel
Data: 25/04/84
Juiz: Alceu Conerado
Pagantes: 7.167
Gol do Flu: Delei


Observação: Fluminense e Portuguesa passaram à fase seguinte. A Portuguesa ficou com a segunda vaga por ter vencido o Operário-MS no confronto direto, 1 a 1, em Campo Grande, e 3 a 2 em São Paulo.

Quartas-de Final - A Goleada Sensacional


Nas quartas-de-final, fase de mata-mata, nosso adversário foi o Coritiba, que se manteve na competição ao derrotar o Ferroviário-CE na repescagem. O Fluminense jogou com a vantagem de dois empates, pois possuía uma campanha melhor que o adversário.

O primeiro jogo, em Curitiba, ocorreu debaixo de forte chuva e o Flum conseguiu um excelente resultado empatando em 2 x 2. No jogo de volta, no Maracanã, o simples empate dava a classificação, mas jogando um grande futebol diante da torcida tricolor, uma vitória fácil por 5 x 0, garantindo a vaga para a semifinal.

Os Jogos:


Coritiba 2 x 2 Fluminense
Local: Couto Pereira
Data: 29/04/84
Juiz: José de Assis Aragão
Pagantes: 30.139
Gols do Flu: Washington e Romerito


Fluminense 5 x 0 Coritiba
Local: Maracanã
Data: 06/05/84
Juiz: Emídio Marques Mesquita
Pagantes: 60.385
Gols do Flu: Washington (2), Assis, Renê e Romerito

A semifinal prometia ser emocionante, pois o Fluminense teria pela frente o Corinthians que tinha como grande astro o jogador Sócrates.

O primeiro jogo, realizado no Morumbi, mostrou um Fluminense com grande personalidade e um esquema tático perfeito, baseado na solidariedade dos jogadores dentro de campo e um contra-ataque mortal. A vitória por 2 x 0 garantiu uma enorme vantagem para o jogo de volta no Maracanã, pois o Corinthians precisaria vencer por três gols de diferença.

Os Jogos

Corinthians 0 x 2 Fluminense
Local: Morumbi
Data: 13/05/84
Juiz: Luís Carlos Félix
Pagantes: 90.560
Gols do Flu: Assis e Tato

Fluminense 0 x 0 Corinthians
Local: Maracanã
Data: 20/05/84
Juiz: Romualdo Arppi Filho
Pagantes: 118.370


Finais - Apoteose no Maracan
ã:

A decisão contra o Vasco representou o confronto do ataque mais positivo da competição (Vasco - 51 gols) contra a defesa menos vazada (Fluminense - 13 gols).

No primeiro jogo, o Flu foi muito superior e venceu a partida por 1 X 0, com uma exibição sensacional de Romerito. O segundo foi mais emocionante, pois necessitando da vitória, o Vasco utilizou um esquema mais ofensivo, fato que não intimidou o Fluminense, que jogou em busca da vitória, levando perigo por diversas vezes.

Os Jogos:

Vasco 0 x 1 Fluminense
Local: Maracanã
Data: 24/05/84
Juiz: Luís Carlos Félix
Pagantes: 63.156
Gols do Flu: Romerito


Fluminense 0 x 0 Vasco
Local: Maracanã
Data: 27/05/84
Pagantes: 128.781
Juiz: Romualdo Arppi Filho


Resumo da Campanha:

Clubes participantes: quarenta
Campanha: 26 jogos, 15 vitórias, 9 empates, 2 derrotas, 37 gols a favor, 13 contra, com saldo positivo de 24 gols e 39 pontos conquistados,
Time base: Paulo Vítor - Aldo - Duílio - Ricardo Gomes e Branco; Jandir - Romerito - Assis e Delei; Washington e Tato
Artilheiro do Campeonato: Roberto (Vasco), com 16 gols
Artilheiros Tricolores: Washington e Assis com 9 cada; Romerito e Wilsinho com 5; Tato, Delei e Leomir com 2; Rogério, Renê e Jandir com 1 gol
Técnico: Carbone, depois Carlos Alberto Parreira
Presidente do Fluminense: Manoel Schwartz
Vice de Futebol: Antônio Castro Gil
Vice Médico: Ângelo Chaves
Assessor de Futebol: Newton Graúna
Preparador Físico: Admildo Chirol
Auxiliares: Lúcio Novelli e José Carlos Amaral
Treinador de Goleiros: Marcos Cândido
Médicos: Arnaldo Santiago e Alcir Laranja
Massagistas: Edir e Édson
Roupeiros: Ximbica, Aloísio e Sebastião
Administrador: José de Almeida


COMENTE ESSA NOTÍCIA