BLOGS E COLUNAS

Carlos Alberto Barbosa

[email protected]

E agora ministro? TRE declara inegibilidade do Sr seu pai, Robinson Faria

Coluna do Barbosa - 9 de fevereiro de 2021

Por coincidência no mesmo dia em que o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte declarou a inelegibilidade do ex-governador Robinson Faria pela prática de abuso de poder econômico e político nas eleições de 2018, a governadora Fátima Bezerra, do PT, destacou a transparência das informações e a qualidade do atendimento ao público como um dos principais pilares da sua gestão. O apontamento foi feito durante o VII Fórum da Rede SIC RN, promovido pela Controladoria Geral do Estado.

“Na condição de governadora, esse relatório tem um significado muito importante para mim. Ele traduz a essência, a alma desta gestão: o compromisso irrenunciável com o diálogo, com a participação popular e com a transparência”, afirmou a petista Fátima Bezerra .  

Destaque-se que dentre as estatísticas apontadas pelo documento, quando comparado ao ano de 2019, tiveram melhor resultado: o aumento dos pedidos de informação que elevaram em 61,8%; e a satisfação do usuário que passou a 77,42% no mês setembro de 2020. Outro resultado apontado no relatório – como resultados satisfatórios – foi a cooperação firmada e fortalecida com órgãos do Governo (Sesap, SET, Seap, Assecom, GAC, Sead e Sethas) para atendimento das demandas de diversas Organizações Não Governamentais (ONGs).

Pois é Fábio Faria, ministro das Comunicações que vive a divulgar Fake News dizendo que quem governa o Rio Grande do Norte é o seu patrão, Jair Bolsonaro. Não ministro, o Rio Grande do Norte tem uma governadora que preza pela transparência e probidade no jeito de governar, ao contrário do Sr seu pai, Robinson Faria, que agora enfrenta uma inelegibilidade acusado pela justiça eleitoral por prática de abuso de poder econômico e político nas eleições de 2018.

Não vou entrar aqui nem no fato de que o Ministério Público do Rio Grande do Norte denunciou dois ex-presidentes da Assembleia Legislativa potiguar, entre eles o Sr seu pai, Robinson Faria, um advogado e outras três pessoas pelo crime de peculato. O esquema fraudulento que eles esquematizaram desviou pelo menos R$ 1.144.529,45 entre os meses fevereiro de 2006 e março de 2016 do Legislativo estadual. Duas outras pessoas também foram denunciadas por falso testemunho.

O ministro das Comunicações do governo Bolsonaro, filho do ex-governador Robinson Faria, que deixou os salários dos servidores públicos atrasados e ainda foi denunciado pelo MP por crime de peculato quando era presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte deveria se portar como um ministro de Estado e não como um produtor de Fake News.

Aliás, seria de todo bom agora, que o ministro Fábio Faria antes de espalhar suas Fake News, pensasse melhor, se é que tem esse dom, para não ter que justificar os deslizes administrativos cometidos por seu pai, Robinson Faria, como presidente da Assembleia e governador do Rio Grande do Norte, porque as denúncias que se tem contra ele, estas sim, não são Fake News, e sim fatos verídicos e comprovados.

A conferir!

Acesse o blogdobarbosa, 13 anos no ar sempre em defesa da democracia e da liberdade de expressão, clicando no link http://www.blogdobarbosa.jor.br


COMENTE ESSA NOTÍCIA