Dicas e cuidados para o seu PET no verão, por Vivianne Azevedo, Médica Veterinária

Heldon Simões,

O verão chegou trazendo dias de muito sol e temperaturas elevadas, o que acende o alerta para redobrar os cuidados com a exposição nessa época do ano.

A regra é clara: o que vale para a gente, também vale para os nossos animais de estimação!

É o que nos conta na reportagem especial da Coluna desta semana a Médica Veterinária Vivianne Azevedo, que atua na área de ultrassonografia.

1 - O QUE FAZER PARA MEU PET FICAR MAIS HIDRATADO NESSE VERÃO?

Oferecer por diversas vezes água fresca, estimular com água gelada em potes limpos, podendo adicionar pedras de gelo. Outras opções são as fontes de água para gatos e os bebedouros portáteis durante o passeio. A não ingestão de água pode ocasionar em problemas renais. Está cada vez mais comum em minha rotina encontrar pacientes renais, principalmente gatos.

2 - POSSO OFERECER ÁGUA DE COCO PARA O MEU PET?

Não há problema em oferecer água de coco, desde que seja esporádica, lembrando que ela não deve ser utilizada como substituta da água mineral como forma de hidratação.

3 - POSSO OFERECER SORVETE OU PICOLÉ PARA O MEU PET?

Sorvetes, não! Mesmo quando o sorvete não possui algum ingrediente tóxico o ideal é não oferecer, em geral sorvetes são ricos em gorduras, açucares e lacticínios. Picolé de frutas como melancia, manga, banana e de fabricação caseira, sim. Lembrando que de frutas cítricas não, pois as mesmas podem ocasionar problemas gastrointestinais e/ou renais.

4 - FORA RAÇÃO, QUE TIPOS DE COMIDA POSSO OFERECER PARA O MEU PET?

Toda e qualquer alimentação a ser oferecida deve-se ter acompanhamento de um profissional capacitado (médico veterinário nutrólogo/nutricionista), sabendo que cada animal tem suas particularidades. Caso ainda queira oferecer algo como petisco, uma boa pedida são frutas (pêra, maçã, melancia, mamão) e legumes (cenoura, chuchu, brócolis, abobrinha), lembrando que se deve oferecer em pequenas quantidades e retirar as sementes.

5 - QUAIS CUIDADOS PRECISO TER COM MEU PET EM DIAS QUENTES?

Atenção com a hidratação; passeios em horários com pouco sol, atenção com o chão muito quente, não levar o pet para um banho gelado após caminhada, cuidados na alimentação, banhos refrescantes durante o dia podem ajudar, qualquer indicio de comportamento estranho do animal não optar por pesquisas em internet, procurar atendimento hospitalar/clínica ou com um profissional da sua confiança.

Gostou? Quer mais dicas, informações e orientações? Confere o Instagram da Dra. Vivianne Azevedo, g
raduada no curso de Medicina Veterinária da Universidade Potiguar (UnP) desde 2019.

Instagram: Vivianne Azevedo
A+ A-