Estudantes potiguares ganham intercâmbio de uma semana para conhecer um dos centros espaciais da Nasa, nos EUA

Blog SerMídia,

Concurso cultural, realizado pela International School em parceria com Kennedy Space Center International Academy (KSCIA), busca despertar nos adolescentes do Ensino Médio o gosto pela inovação

Já imaginou participar de um concurso cultural através da sua escola e ganhar uma passagem direto para um intercâmbio nos Estados Unidos? Foi o que aconteceu com as estudantes Rafaela de Oliveira, Lívia Beatriz e Mariane Clementino, da 2ª série B, do Colégio das Neves, em Natal. Por meio do concurso International Space Explorers, realizado pela instituição International School em parceria com a Kennedy Space Center International Academy (KSCIA), um dos centros espaciais da Nasa, as três potiguares ganharam uma bolsa de estudos de uma semana no KSCIA, no Cabo Canaveral, Flórida (EUA), com todas as despesas de passagens aéreas e hospedagem pagas.

O projeto campeão, desenvolvido pelas estudantes, se chama "The Seed Paper", no qual elas propuseram uma mudança no nosso atual processo de reciclagem, focando na implementação e uso do papel semente como prática urbana. "A ideia desse concurso cultural é que o grupo que tinha interesse em participar pudesse desenvolver melhor um dos projetos trabalhados ao longo do ano e apresentá-lo em forma de artigo científico", explica Raíza França, coordenadora do ensino bilíngue do Neves. "Para mim, pessoalmente, foi um momento de muito orgulho, porque fui a professora delas ano passado. As três são altamente inteligentes e dedicadas. Acompanhei de perto a dedicação delas no projeto", acrescenta.

As vencedoras do concurso sabiam que tinham colocado todo esforço e que tinham realizado um bom projeto, mas não esperavam o incrível resultado. "Durante todo o processo do concurso senti muita ansiedade e emoção, porém quando recebi o resultado, esse sentimento transbordou. Foi uma alegria imensa, mal podia acreditar", compartilha Rafaela de Oliveira.

estudantes-do-neves" Lívia Beatriz, estudante que teve a ideia de utilizar o papel semente como base do projeto, conta sobre todo esforço que elas colocaram no desenvolvimento do artigo e do apoio da escola durante o processo. "Senti muita gratidão pela ajuda que a professora Raíza nos forneceu durante o desenvolvimento do projeto e pelo apoio educacional do Neves. Estou muito ansiosa pela viagem e pelos aprendizados que virão com ela", afirma.

"A emoção foi de muita alegria ao receber o resultado, até demorei um pouco para assimilar a notícia. Eu realmente não esperava por isso, foi uma grande surpresa, pois via o concurso, principalmente pelo prêmio, como algo distante, fora do meu alcance. Assim, essa conquista também foi de muito orgulho", explica a estudante Mariane Clementino.

A viagem está prevista para junho de 2023 e as meninas estão esperando ansiosas por todo aprendizado que poderão absorver. "Agora, me sinto muito ansiosa pela viagem, imaginando as experiências incríveis que iremos vivenciar e tudo que poderemos aprender", conclui Mariane.

A+ A-