Pós-NRF: especialistas apresentam tendências do varejo mundial em Natal

Blog SerMídia,

Experiência do consumidor, vendas híbridas e a definição de um propósito são algumas das saídas para o fortalecimento do setor nesse cenário de retomada 

Ser uma marca com propósito é condição fundamental para ter longevidade no mercado. É o que demonstram as falas dos palestrantes do Pós-NRF, evento que aconteceu nesta quarta-feira (16) no Cinépolis do Natal Shopping, promovido pela Ancar Ivanhoe, administradora do Shopping e uma das maiores empresas do segmento no país. Gustavo Schifino, head e sócio da 4All, Tiago Mello, CEO da DWZ, e Mariana Carvalho, sócia da Ancar, abordaram em suas falas temas relacionados ao varejo e as novas tendências tecnológicas do mercado de vendas.

IMG-4009

De acordo com Mariana Carvalho, as empresas mais bem-sucedidas da atualidade focam no social, não apenas no lucro. “As marcas têm que gerar impacto porque os clientes querem ver o seu papel transformador na sociedade, principalmente as novas gerações”, explica a executiva. Ela afirma ainda que mesmo as marcas menores devem descobrir e alinhar seus propósitos em busca de uma posição de destaque no mercado.

“Pode parecer em alguns momentos que esses conceitos só atendem às grandes companhias que têm muito dinheiro, mas não é nada disso. Requer atitude e intenção de você acreditar que a sua empresa pode ser algo mais do que meramente um negócio que vende um produto ou um serviço”, explica Mariana.

Na mesma linha de pensamento, Thiago Melo defende que a figura do vendedor não seja apenas a de um atendente, mas de um consultor com vasto conhecimento sobre os produtos e serviços. “Dessa forma, a venda será consequência de um atendimento com entretenimento, e a loja física será um espaço para a comunidade que fortalece o branding da marca e a experiência do consumidor”, pontua o CEO da DWZ.


IMG-3857  O palestrante afirma ainda que o futuro do varejo é de uma experiência híbrida em que a loja física e a online atuam juntas. “Antes, o consumidor ia em cinco ou seis lojas para pesquisar. Hoje, a compra ainda é majoritariamente física, mas a pesquisa é digital. E, ao entrar em um espaço físico, o cliente pode interagir com experiências digitais em aplicativo ou realidade aumentada”, conclui Thiago.

O último palestrante falou sobre Web 3.0 e como o metaverso sairá do mundo dos games para o varejo. Gustavo Schifino, head e sócio da 4All, explica que essa ainda é uma tendência muito nova. “Alguns aqui estão escutando isso pela primeira ou segunda vez, mas precisamos nos dedicar para aprender como essas tecnologias funcionam e como podemos gerar impacto a partir do uso delas. Afinal, uma marca pode impressionar muito mais a partir do conteúdo produzido por ela do que, propriamente, pelos seus produtos”, exemplifica Gustavo Schifino.  

Foto 1: Os palestrantes foram unânimes: é preciso encontrar um propósito para conquistar o consumidor cada vez mais exigente

Foto 2: Gustavo Schifino, head e sócio da 4All, Tiago Mello, CEO da DWZ, e Mariana Carvalho, sócia da Ancar foram os palestrantes

*com informações da Assessoria de comunicação




Novo ensino médio no RN: Vem aí o projeto Conexão Cidadã! Saiba mais no artigo: A conexão em tempos de formação integral - João Maria de Lima

Blog SerMídia,

A conexão em tempos de formação integral

João Maria de Lima

Diretor da Escola da Assembleia

Um dos segredos da vida é compreender que, acima de tudo, ela é um jogo e que as chances de vencer serão muito pequenas se não conhecermos as regras desse jogo. Mas há algo estranho: ninguém nos ensina essas regras. Os métodos de aprendizagem mais utilizados em nossas unidades de ensino são configurados por umacultura morta e ultrapassada que insiste em explicar infinitamente a Revolução Francesa, a tabela periódica, os motivos que levaram à descoberta da América, o princípio de Arquimedes, a teoria da evolução e assim por diante. Passamos aproximadamente quinze anos na escola e não aprendemos a enfrentar as batalhas diárias da vida de maneira prática, objetiva e realista.

Está claro que, quanto maior for a nossa compreensão das coisas e de nós mesmos, menos fracassos, frustrações e desapontamentos teremos. Quanto melhor nos compreendermos, quanto mais entendermos nossas capacidades, aspirações e talentos, mais bem preparados estaremos para o mundo.

Com o processo de implantação do Novo Ensino Médio, uma esperança surge na concepção de melhoria do currículo escolar. A partir de agora, além da formação geral básica, que compreende as aprendizagens essenciais, há os itinerários formativos, uma estratégia de flexibilização curricular, os quais promovem o aprofundamento e a ampliação das aprendizagens, visando à articulação da instituição escolar aos anseios da comunidade em que está inserida e ao fomento ao protagonismo estudantil.

Não é necessário dizer que essa mudança era premente, posto que boa parte dos estudantes não se sentia conectada com o modelo atual, abarrotado de regras e fórmulas, sem afeto e sem considerar as competências dos próprios discentes.

Da forma como estava, nunca houve a sensação de pertencimento tão necessária a todos os envolvidos no processo de ensino-aprendizagem, principalmente àqueles que mais precisam de formação integral e de contextualização com a realidade.

Todos temos uma forte necessidade de pertencimento. Agimos no intuito de sentir que fazemos parte de um grupo. Essa necessidade de pertencer a um grupo é poderosa e nos afeta muito mais do que somos capazes de perceber.

Todos nós havemos de nos lembrar de alguma situação em que nos sentíamos sem pertencer a lugar nenhum. Talvez venha a lembrança de ter sido preterido no time da escola, ou a de quando estava numa roda de conversa sem entender nada do assunto em pauta. É possível que tais situações tenham provocado sentimentos de tristeza ou solidão.

A sensação contrária ocorre claramente quando sentimos que fazemos parte de um grupo. Basta olhar para estranhos que se abraçam na hora do gol do time do coração na arquibancada do estádio de futebol. Essa experiência de pertencimento vem acompanhada, provavelmente, de sentimentos de bem-estar e felicidade.

Agora, a expectativa é que os estudantes se sintam integrados às propostas no novo currículo, que tem o “projeto de vida”,  campo que busca contribuir com estudantes para seu conhecimento pessoal e tomada de decisões na  dimensão pessoal, cidadã e profissional, além das “trilhas de aprofundamento”, as quais devem contemplar o perfil e as expectativas dos estudantes, vinculados ao contexto do mundo hodierno e ao meio que os circunda, com vistas ao exercício da cidadania e à sua inclusão na sociedade.

Nesse sentido, a Assembleia Legislativa, por meio da Escola da Assembleia, sensibilizada e buscando ampliar o alcance da Lei Complementar Nº 494, de 27 de agosto de 2013, que dispõe sobre o Dia Estadual da Educação Cidadã, e na ideia de que a construção de uma cidadania efetiva é um dos objetivos norteadores da ação política nas sociedades de nosso tempo, preparou, laboriosa e paulatinamente, o projeto “Conexão Cidadã”.

As ações do “Conexão Cidadã” buscam contribuir com a ampliação das discussões de temas relacionados à cidadania e que estão presentes no referencial do Ensino Médio Potiguar, cuja implementação deverá ser iniciada em 2022. Nessa perspectiva, o Projeto oferta à sociedade norte-rio-grandense um acervo de material digital e profissionais especialistas em temáticas que possuem um potencial de contribuição no processo de formação integral do cidadão moderno, em especial docentes e discentes da Educação Básica do RN.

É fundamental destacar que as produções científica e tecnológica são essenciais para o desenvolvimento da sociedade, e isso ficou ainda mais evidente durante a pandemia da Covid-19. Daí advém a importância do “Conexão Cidadã” na oferta de profissionais que irão colaborar com os docentes da educação básica no processo de fortalecimento dos conhecimentos sobre temáticas que atendem as competências previstas na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e no Referencial Curricular do Ensino Médio Potiguar.

A Escola da Assembleia, com sua equipe pedagógica e com os especialistas recrutados, irá acompanhar e colaborar com a comunidade escolar nas etapas constituintes do projeto. A ideia é contribuir  com a formação social, política e científica dos estudantes do Ensino Médio Potiguar!



"Bode Bé" - novo canal de vídeos animados traz o universo da cultura nordestina para a primeira infância

Blog SerMídia,

BODEBE-PRESS-01

Idealizado pelos irmãos Rafael Barbosa e Juliana Linhares, com a produção musical de Beto Lemos e ilustração de Miguel Carvalho, o “Bode Bé” é um novo canal de vídeos animados que busca trazer a estética regional da cultura nordestina para musicalização infantil das crianças, especialmente na primeira infância. O projeto lança novo vídeo nesta sexta-feira (11), no seu canal no Youtube.

As crianças atualmente são estimuladas com produções com sotaques do Sudeste, ou com estética musical estrangeira; o Bode Bé traz vídeos musicais nos ritmos de axé, xote, forró, maracatu, xaxado e baião, com temas que vão desde as tradições culturais, como o São João, até temas importantes como a vacinação, levando cultura e educação para os pequenos.

Neste ano o projeto entregará 15 canções inéditas com personagens originais, que também serão lançadas em formato digital para todas as plataformas de streaming musical, com distribuição gratuita. A realização dará prioridade aos artistas locais, inclusive com parceria com um estúdio sediado em Natal, o Studio Gepetta - estúdio de animação e edição audiovisual, fruto da incubadora do Instituto Metrópole Digital da UFRN.

“Eu sempre quis fazer um projeto musical voltado pra infância porque acho importante cuidar do que oferecemos pros nossos pequenos. O que a gente apresenta na primeira infância constrói muita coisa do que a criança pode vir a ser. Fico muito feliz em colocar minha voz no Bode Bé. Os vídeos e as canções têm o cuidado em mostrar um conteúdo de qualidade, com pensamento de educar e musicalizar, além de valorizar o que vem do Nordeste e ajudar as crianças a crescerem com alguma representatividade no que elas veem nas telinhas", destaca Juliana Linhares.

Os personagens que compõe as histórias são sete bichinhos apaixonados pela música nordestina que se uniram em uma família diversa e animada que canta e dança para crianças de todas as idades: o Bode Bé é o mais velho de todos, o grande sábio e conselheiro da turma, acolhe todos os amigos e é um cantor primoroso, dos mais importantes bichinhos do sertão; a Manduá é uma tamanduá sanfoneira, a mais doce e sonhadora, está sempre tocando músicas bonitas pro céu estrelado; a Tuta é a tatuzinha mais esperta e animada da turma, vive atrás de uma festa pra dançar e fazer suas apresentações e números teatrais; a Piba é a capivara zabumbeira, a mais atrapalhada e engraçada, está sempre confusa e fazendo os outros rirem; o Lango é o calango tocador de triângulo, estudioso e falante, fã das personalidades do sertão, está sempre contando um causo novo; o Papa é um preá que gosta da natureza e da espiritualidade, tem a voz mansa, é calmo e amante das coisas simples. É o cozinheiro da turma; e a Lina é a galinha de estimação da turma, comilona e adora pipoca.

Rafael ressalta a importância do projeto para a educação musical das crianças: “O Bode Bé é a personificação de um sonho de pai, que queria que seu filho pudesse ouvir músicas com nosso jeito e nosso sotaque, além das opções adultas. Sempre me levava para algum lugar de desconforto ouvir filhos dos amigos falando com sotaque sudestino devido à grande influência dos desenhos animados e programas de TV, em sua ampla maioria dublados por atores do sudeste brasileiro. O Brasil é muito mais plural que isso, e a região Nordeste tem muita riqueza cultural para ficar tão à margem do desenvolvimento das nossas crianças. Elas merecem ter uma referência, um herói, um boneco que seja, que fale como elas e seus pais, que cante em ritmos tradicionais, como o forró, baião, frevo, maracatu, axé, samba-reggae, e que possa ajudá-las no percurso de cada desenvolvimento individual, fortalecendo o orgulho que temos das nossas raízes e da nossa cultura.”

E fala sobre a expectativa de concretização do projeto: “Espero que neste ano de 2022 consigamos lançar vários vídeos novos inéditos, e ainda temos um banco de canções para os anos seguintes. Com isso, tenho a expectativa de conseguir uma forma de perenizar a produção e poder seguir crescendo nosso canal do YouTube e nossas outras mídias sociais, e chegarmos em mais e mais famílias no Nordeste, no país inteiro e até, quem sabe, em outros países lusófonos. Além disso, temos planos de produzir mais podcasts de contação de histórias, livros de colorir e de literatura infantil e outros produtos com a cara do Bode Bé. No fundo do coração, o que mais espero é que as pessoas curtam, escutem, aprendam as músicas e possam incluir as músicas do Bode Bé naquele repertório de canções de família.”

O projeto “Bode Bé” foi viabilizado graças ao Programa Djalma Maranhão de Incentivo à Cultura, da Prefeitura do Natal, com patrocínio da Unimed Natal e do Colégio CEI.

SERVIÇO:

Bode Bé

Novo vídeo: Sexta-feira, 11 de fevereiro

Canal: https://www.youtube.com/c/BodeBé/



Carnaval: Cervejaria confirma segunda edição do "CARNAROCK" com oito atrações locais

Blog SerMídia,

c42d1527-8f31-469b-a9c8-f12bc6f6e895A Cervejaria Black Sheep confirmou a realização da segunda edição do "CarnaRock BS", que acontece nos dias 26 e 27 de fevereiro, sábado e domingo de carnaval. O evento vai reunir oito bandas de rock potiguares em dois dias de festa, com direito a Open Bar de 100 litros de cerveja em cada dia. 

Moby Dick, RockStage, Iron Slave, Legacy, Trivolts, Jack Black, Simioides e Freakout fazem o som da festa que acontece no PUB que funciona no mesmo local onde fica a fábrica da Black Sheep e onde são produzidas mais de 15 tipos de cervejas genuinamente potiguares, na rua Carlos Lamas, número 1500, em Candelária.

Aberta em 2020, a Cervejaria Black Sheep se tornou uma casa reconhecida pelo público roqueiro natalense e traz semanalmente as melhores atrações do circuito potiguar do rock, passando também pelo pop, pelo hard rock e ainda pelo metal.

54a1bc43-25a4-4449-90f0-2714465d7fd8O "CarnaRock" está marcado para os dias 26 e 27 de fevereiro, começando sempre às 16h, com quatro bandas por dia. Os ingressos já estão a venda pelo valor de R$ 50 (um dia) e R$ 80 (combo com os dois dias). Outras informações na própria Black Sheep ou pelo número (84) 99829-1711. As senhas são limitadas e todos os protocolos de biossegurança seguidos. 

* Informações da Assessoria. Foto 01: Banda Trivolts Foto 02: Banda Legacy.


Cinépolis Natal Shopping exibe animação em sessão especial para autistas nesta quinta-feira

Blog SerMídia,

Com adaptações para o público com sensibilidade sensorial, programação garante uma experiência especial para toda a família

O Natal Shopping realiza, nesta quinta-feira (27), mais uma edição do Cine Azul – sessão de cinema adaptada especialmente para o público com autismo. O filme exibido será Sing 2, na sessão das 16h30 do Cinépolis, com ajustes feitos no som e iluminação da sala para que crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) possam desfrutar o programa com o conforto necessário. 

Na animação, o coala Buster Moon e seu elenco animal de estrelas enfrentam seus medos, fazem novos amigos e superam seus limites em uma jornada para encontrar e convencer o recluso astro Clay Calloway a subir aos palcos novamente.

O evento é mais uma iniciativa do shopping para atrair e acolher esse público. Na sessão, o som do filme é reduzido, a iluminação da sala é mais branda, não há trailers antes da exibição e as pessoas com autismo poderão andar pela sala, entrar e sair sempre que desejarem, algo que não é permitido em uma sessão convencional.

O empreendimento também oferece vaga de estacionamento exclusiva para pessoas com TEA, no Deck Parking, piso D2, com objetivo de tornar a visita ao shopping mais confortável, especialmente para aqueles que estão com crianças.

"Nosso propósito é melhorar cada vez mais os nossos serviços para receber esse público da melhor forma possível e atender suas necessidades específicas. Queremos oferecer suporte e atrações para essas famílias que precisam de uma atenção especial para que possam se divertir com tranquilidade e resolver suas demandas no shopping”, afirma Diana Petta, coordenadora de marketing do Natal Shopping. 

O Natal Shopping disponibiliza também um canal aberto para a população sugerir boas práticas na inclusão de pessoas com necessidades especiais. Para isso, os clientes podem entrar em contato por meio do email [email protected] para sugestões sobre o tema. 

SERVIÇO

Sessão Cine Azul - Sing 2

Quando: Quinta-feira, 27 de janeiro - 16h30

Local: Cinépolis Natal Shopping



Cinema: Curta potiguar 'Um Tanto Mais' apresenta drama familiar entre pai e filho, com os atores Marcos Breda e Andriu Freitas

Blog SerMídia,

Após o sucesso de seu primeiro curta lançado no meio do ano, o ator Andriu Freitas estreou a nova produção, o curta ‘Um Tanto Mais’. Na história, Marcos Breda e Andriu Freitas vivem pai e filho, respectivamente, em uma trama que envolve um drama familiar. 


"O curta acompanha a relação de um pai e um filho e sua tentativa de se reconectarem após 7 anos distantes. À mesa de jantar, além das boas lembranças, eles retomam mágoas, cobranças e um tanto mais de coisas que precisavam ser ditas", ressalta Andriu. 

O curta ‘Um Tanto Mais’ tem direção e roteiro do potiguar Matheus Petrovich. "Classifico a trama como auto ficcional, pois ao mesmo tempo que conta um pouco de minha experiência, verdade e ficção se misturam nessa história que é um tanto de todos nós. Ouso dizer que vai ser fácil para o público se conectar com a história do filme, pois nosso maior objetivo foi partir de um lugar de empatia e verdade. No filme vemos um conflito entre pai e filho, mas o teor das conversas que eles têm, a falta que sentem, as cobranças que fazem, são muito comuns em relações nas mais diversas estruturas familiares. Tentamos evidenciar ali coisas que acontecem e palavras que são ditas frequentemente nessas famílias, nesses ambientes familiares, mas acho que a alma do filme está nas coisas que não conseguimos dizer. Com essas coisas acho que muitos vão se identificar", explica Petrovich.

O ator Marcos Breda, que interpreta o pai na produção, fala da construção do personagem e de como chegou em um lugar muito pessoal de sua vida. "Foi, de certa maneira, um reencontro interno com meu saudoso pai. Uma experiência intensa e gratificante. Siro Breda ficaria orgulhoso desse filme, creio", diz Breda.

Ainda sobre ‘Um Tanto Mais’, Andriu destaca a força dos personagens e como é passada na história. "É um drama, mas sem vitimização de nenhuma das personagens, mostra a realidade de muitas famílias e principalmente que não existe um culpado, existem lados diferentes da história e que sempre é válido o diálogo", finaliza Andriu.
 
‘Um Tanto Mais’ está disponível de forma digital no canal de YouTube da produtora Pirata Filmes. Mais informações pelo https://www.instagram.com/filme_umtantomais/


Colégio realiza programação especial nos dias que antecedem o Enem

Blog SerMídia,

Para ingressar no Ensino Superior é necessário estar preparado para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Pensando nisso, o Mundi Colégio e Curso realiza nessa reta final para o exame uma semana especial com várias atividades para os alunos que participarão das provas.
Segundo Antonia Salete, coordenadora do Ensino Médio e Coordenadora Geral do Mundi, durante todo o ano os alunos tiveram um planejamento completo de preparação para o exame. “Fizemos avaliações quinzenais e simulados ao final de cada trimeste, a nível local e nacional, e também realizamos o Acelera Mundi - oficina de aulões temáticos, oferecidos aos alunos da 3ª série do Ensino Médio como uma revisão geral”, explica.
Com o projeto, além das aulas normais e dos simulados que já são realizados, os alunos participaram dos aulões específicos em horários diferentes da aula. “Uma oportunidade para ampliar o conhecimento, tirar dúvidas e se preparar ainda mais para as provas do Enem”, reforça a Diretora e Coordenadora pedagógica do Mundi, Sheila Dantas.
De acordo com Mariana Lopes, aluna da 3ª série, o projeto foi uma nova maneira da escola incentivar os alunos a estudarem mais para alcançar os seus objetivos. “Gostei muito do Acelera Mundi, essa nova maneira que a equipe buscou para nos incentivar cada vez mais, nos mostrar que não estamos só nessa jornada tão difícil”, acrescenta.
Nesta última semana que antecede as provas, a escola preparou uma programação especial, de revisão, com base nas questões que têm mais probabilidade de aparecerem nas provas e intensificar o ritmo de estudo. Na sexta-feira, dia 19, será o grande encerramento. Os alunos participarão de momentos de relaxamento. “O sábado precisa ser de descanso para estarem tranquilos e realizarem uma excelente prova no domingo”, diz Salete. * Com informações da assessoria de comunicação.


Hackathon foca em desafios do agronegócio durante a Festa do Boi 2021

Blog SerMídia,

O Hack INOVA AGRO é uma realização do SEBRAE/RN e Startupdays e acontecerá dos dias 17 a 20 de novembro, trazendo premiações exclusivas e imperdíveis como celulares, computadores, mochilas e Echo dots para as melhores soluções desenvolvidas durante o evento. 

Serão 4 dias de DESAFIOS, INOVAÇÕES, CONTEÚDOS, EMPREENDEDORISMO e MENTORIAS, em uma maratona tecnológica no formato presencial durante a Festa do Boi 2021 que visa buscar soluções para os desafios do agronegócio no Rio Grande do Norte e em todo Brasil. 

O Hack INOVA AGRO acontece entre a quarta-feira (17) e o sábado (20) no Parque Aristóteles Fernandes em Parnamirim. Quem quiser participar pode se inscrever gratuitamente pela internet. Com premiações exclusivas!

O desafio desse hackathon - como é chamada a maratona de "hackers" - é encontrar soluções inovadoras, através de tecnologia, criatividade e colaboração, que possam ajudar o setor do agronegócio no estado.

"O objetivo é que os participantes encontrem um ambiente ideal para pensar e desenvolver ideias que possam ajudar o pequeno e grande produtor e impactar o setor do agronegócio no RN e em todo país", destaca Otthon Vagner, CEO da startupdays, empresa especializada na organização desse tipo de maratona no RN.

O Hack INOVA AGRO busca atrair, principalmente, estudantes universitários que se identifiquem com os segmentos de:  de negócios (estudante ou profissional), designer/UX/UI,  TI/Desenvolvimento e/ou Agronegócio/Agropecuária.

O Hack INOVA AGRO vai durar cerca de 80 horas durante esses quatro dias e vai acontecer dentro do espaço da AGÊNCIA SEBRAE na Festa do Boi 2021, instituição que está promovendo a maratona e garantindo todo suporte necessário para estimular e fomentar novos negócios que ajudem o setor do agronegócio no estado.

O time que ocupar o primeiro lugar no pódio da maratona, cada membro ganhará 1 Notebook + 1 mochila, o segundo lugar ganhará 1 Smartphone + 1 mochila e o terceiro lugar 1 Amazon Alexa Echo Dot.

As inscrições são 100% gratuitas e podem ser feitas individualmente, as vagas são limitadas e todos os inscritos deverão seguir protocolos de segurança sanitária durante todo evento . Após a inscrição, basta aguardar a confirmação e preparar para a imersão presencial. Na página de inscricão também é possível acessar o regulamento e regras de participação.




Psicóloga esclarece que a vivência do luto é "única e intransferível”

Blog SerMídia,

Com atuação focada em luto, Beatriz Mendes comenta as maneiras de lidar com a perda de um ente querido após críticas direcionadas a artistas por homenagem alegres à cantora Marília Mendonça
Diante da repercussão das críticas direcionadas a famosos por prestarem homenagens mais alegres e festivas à cantora e compositora Marília Mendonça, uma questão foi levantada: existem formas adequadas de expressar o luto por alguém querido? Para a psicóloga do luto do Morada da Paz, Beatriz Mendes, o luto é único e intransferível.
De acordo com ela, a sociedade construiu modos de ser e de agir ao longo do tempo. Assim, é muito comum que certos comportamentos sejam repassados sem, muitas vezes, pararmos para refletir sobre o seu sentido, apenas convocando-nos a replicá-los. "Diante desse cenário, acabamos normatizando expressões e engessando a liberdade que cada indivíduo tem de sentir, além de estabelecer critérios de normalidade ou estranhamento por meio de referências que podem até apresentar posturas moralistas e pouco empáticas", inicia a psicóloga. 
Ela lembra que isso acontece fortemente no contexto dos rituais de despedida. "Quantas regras sociais as pessoas tendem a reproduzir nesse momento? Muitas. O uso do preto, a ideia de que apenas a tristeza e o choro contido são esperados e tantos outros costumes. Mas não é bem assim. A vivência do luto, apesar de tantas regras sociais, é única e intransferível. Cada pessoa pode sentir uma infinidade de sensações e sentimentos que, inclusive, sejam novos para ela mesma", continua Beatriz.
Parâmetros de anormalidade
A profissional explica que não há parâmetros de anormalidade sobre rir ou chorar, e não devemos colocar termômetro e medidores para a quantidade de lágrimas, para a força do choro ou para possibilidade do sorriso. Cada um vai viver o luto e os rituais de despedida no horizonte do que é possível para si. "Então, sorrir pode estar presente, assim como chorar, cantar, recitar um poema, agradecer, não derramar lágrimas, usar branco, usar a estampa de flores preferida daquele ente querido que partiu. São muitas possibilidades e cada um encontra o seu jeito de vivenciar isso", diz. 
Existem muitas maneira de lidar com o luto, segundo a psicóloga, a qual afirma que alguns preferirão rituais de despedida cercados de celebração, música e sorrisos. Já outros oscilarão entre lágrimas e o compartilhamento de memórias que arrancarão gargalhadas. Há, ainda, quem preferirá a lembrança do falecido ainda vivo e não comparecerá a velório e cemitério.
"As manifestações do luto são variadas e, mesmo que não encontremos as mais comuns, como o choro e o pesar, é preciso enfatizar que não há regras. Sejamos empáticos para compreender os referenciais dos outros, sem querer estabelecer uma medida ou uma norma. Cada um sabe a dor e o amor que foram vividos e construídos. Cada um terá recursos de enfrentamento específicos. Muitas vezes, julgamos sem conhecer. Sejamos respeitosos, acolhedores e abertos para o que é possível para cada", conclui Beatriz. *com informações da assessoria de imprensa 


Colégio Monte e Banco Sicoob Potiguar fecham parceria de intercooperação

Blog SerMídia,

O Colégio Monte oferecerá aos clientes e colaboradores do Banco Sicoob Potiguar vantagens nas matrículas para o ano letivo de 2022 aos pais e/ou responsáveis por estudantes do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) e Ensino Médio (1º a 3ª série). A iniciativa faz parte do acordo de intercooperação firmado entre o Banco e a Cooperativa de Trabalho dos Profissionais da Educação do Estado do Rio Grande do Norte (Coopedu), mantenedora do Colégio Monte no território potiguar.

O Colégio Monte está com a Central de Matrículas em funcionamento no corredor principal do Praia Shopping, de segunda a sexta-feira, das 10h às 22h. A unidade do Colégio funcionará em 2022 em uma área de mais de 1.300m², investimento que soma mais de R$ 3,5 milhão.

Segundo o presidente da Coopedu, Alexandre Soares, a parceria de intercooperação junto ao Banco Sicoob Potiguar é um importante passo no fortalecimento do sistema cooperativista, de maneira que fortalece as cooperativas e seus cooperados.

O assunto foi tratado na Central de Matrículas com a presença do Presidente do Sicoob Potiguar Custodio Arrais, a diretora executiva do Sicoob Potiguar, Anacelly da Silveira de Paula e membros da Diretoria da Coopedu, sendo acordado desconto para clientes do Banco Sicoob Potiguar 15% e 25% para colaboradores do Banco. 

Colégio Monte

Um colégio fruto de um ideário de educadores potiguares, que em 2021 decidiram compor um núcleo dentro da Cooperativa dos Trabalhadores da Educação do Rio Grande do Norte (Coopedu), a mantenedora. O Colégio Monte nasce para oferecer excelência em educação no segmento privado e apresentar o conceito de educação disruptiva e inovadora.

O Colégio Monte tem como objetivo ofertar Educação Básica de qualidade referenciada socialmente e de arquitetura político-pedagógica capaz de articular os conhecimentos dos estudantes com a escola e a comunidade. Nosso compromisso pedagógico é com a formação humana integral, o exercício da cidadania e com a produção e a socialização do conhecimento, visando, sobretudo, a transformação da realidade na perspectiva da igualdade e da justiça social.

Missão

Transformar vidas por meio da educação colaborativa, comprometidos com o projeto de vida dos alunos, formando-os numa perspectiva integral com soluções pedagógicas criativas, inovadoras e de excelência, tornando-os capazes de serem protagonistas e corresponsáveis pelo lugar onde vivem.

Visão

Construir e expandir para o país um modelo de escola inovadora e de excelência acadêmica.

Valores

Excelência educacional, inovação, o jovem e seu projeto de vida, aprendizagem do aluno e pensamento colaborativo. *com informações da assessoria de comunicação



Escolas usam tecnologia e inovação para alunos solucionarem problemas ambientais e sociais

Blog SerMídia,

A cultura maker, do faça você mesmo, veio para ficar. Nos quatro cantos do país, é possível encontrar espaços e pessoas dedicadas a colocar a “mão na massa” de maneira colaborativa. No Rio Grande do Norte, escolas têm feito uso da inovação e da tecnologia para que os alunos busquem iniciativas com impacto social e ambiental.

É o caso do Complexo Educacional Contemporâneo, que transformou a sua Sala Maker, recentemente inaugurada, em um laboratório de soluções para problemas locais. Da produção de energia a partir de plantas a um projeto de cisternas para o semiárido, a novidade tem provocado os alunos a colaborarem com a comunidade e transformado o processo de aprendizagem.

O professor Roberto Peixoto, responsável pelo espaço, conta que o foco na sustentabilidade não é por acaso. “O aluno tem que perceber que existe um mundo fora da escola que precisa de cuidados. E que o conhecimento adquirido no dia a dia pode ser utilizado para impactar a vidas das pessoas”, conta ele.

Além da cisterna e da produção energética com plantas, os estudantes também se dedicaram nas últimas semanas à automatização de hortas e ao projeto de um carregador de celular que utiliza energia solar. Parte dos empreendimentos é sugestionada pelos próprios alunos. Para Raquel Ferreira, de 17 anos, toda a turma se sente motivada porque existe uma aplicação prática. “Se a gente pode fazer com as próprias mãos e resolver uma questão que vai impactar lá fora, então faz sentido. A solução de problemas reais permite”, explica ela.

A diretora do Contemporâneo, Marianny Andrade Arcanjo, afirma que a adesão da escola ao movimento da cultura maker está disseminando, entre professores e alunos, a ideia de que qualquer pessoa consegue construir ou consertar objetos. Segundo ela, o foco em criações com impactos sociais e ambientais também reflete positivamente na formação pessoal.

Roberto enfatiza que o papel da instituição de ensino deve ir além de simplesmente ensinar o que é a natureza ou descrevê-la. “É preciso levar o estudante às práticas sustentáveis, para que entenda a origem dos problemas ambientais e tenha a consciência de que pode ser deles a causa ou a solução”. *Com informações da Assessoria de imprensa.



Experiência imersiva - Colégio em Natal mostra como estudar pode ser divertido

Blog SerMídia,

O contexto escolar tradicional costuma ensinar que algumas habilidades como organização, concentração e raciocínio são indispensáveis para absorver determinado conteúdo. No entanto, a rotina cada vez mais dinâmica das crianças, jovens e adolescentes criaram um outro fator essencial para o êxito escolar: aprender fazendo!

Com uma didática marcada pela junção da teoria e prática, o Colégio Monte prepara para esta sexta-feira (22/10), às 17h, atividade imersiva para mostrar a pais e alunos como estudar pode ser uma experiência prazerosa e divertida. O primeiro “SUPER CLASS” da instituição acontece em sua Central de Matrículas, localizada no Praia Shopping, e conta com a participação do professor Adriano Henrique, que vai conduzir uma super imersão às Ciências da Natureza.

Esta será a primeira edição da atividade organizada pelo Colégio Monte, que promete trazer às sextas-feiras prática e imersão, mostrando à comunidade como aprender pode ser divertido para todos àqueles que desejam ir além do modelo tradicional de educação. 

Os interessados em participar do encontro podem se inscrever de forma gratuita, através do WhatsApp - 9 8173-8575. Vagas LIMITADAS. *com informações da Assessoria 



Edição online do STARTUP WEEKEND NORDESTE acontece na próxima semana

Blog SerMídia,

Inventores, inovadores e desenvolvedores de todos os estados do Nordeste participam de uma jornada online voltada para desenvolvimento de novas ideias e inovação nos dias 15, 16 e 17 de outubro

A Techstars, plataforma global de investimento e inovação, promove em outubro de 2021 o maior startup weekend online voltado para o Nordeste: o Techstars Startup Weekend Online Nordeste. O evento tem o objetivo de oferecer a oportunidade de pessoas experimentarem o empreendedorismo na prática e validar uma ideia de negócio durante 54 horas nos dias 15, 16 e 17 de outubro.

Trata-se de uma edição especial que irá unir todo potencial dos nordestinos para encontrar as melhores soluções para os nossos problemas, alinhando tecnologia e inovação. O evento contará com participantes de todos estados do nordeste e todos aqueles do Brasil que querem desenvolver habilidades empreendedoras, conhecer novas pessoas e, quem sabe, sair desenvolvendo sua própria Startup.

Os participantes vão trabalhar juntos, cada um em sua residência, pois o evento será totalmente online e gratuito. A comissão organizadora convida a todas as pessoas interessadas em participar do evento a se inscreverem. Elas podem se inscrever para atuar em diversas áreas como Negócios, Design e Desenvolvimento de softwares.

No evento, os participantes vão contar com o apoio de mentores para desenvolver suas ideias de negócio. Pessoas interessadas podem se inscrever através do link: https://www.sympla.com.br/techstars-startup-weekend-online-nordeste__1306680.

Esta é a primeira edição do evento. “O TSWON é uma iniciativa que surgiu com o intuito de contribuir com o ecossistema de inovação do Nordeste e fazer com que mais pessoas da região conheçam sobre as startups”, conta Uandisson Miranda, organizador do Techstars Startup Weekend Online Nordeste.

SOBRE A TECHSTARS

A Techstars é uma plataforma global de investimento e inovação. Os fundadores acelerados pela Techstars se conectam com outros empreendedores, mentores, investidores, líderes de comunidades e grandes corporações. A Techstars opera em três divisões: programa de aceleração orientado por mentores da Techstars, Programa de Startups Techstars e parcerias de inovação corporativa. O portfólio de aceleração da Techstars inclui mais de 1900 companhias com valor de mercado superior a 26 bilhões de dólares.www.techstars.com

* com informações da Assessoria de Imprensa

De volta aos palcos, Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte se apresenta no anfiteatro do Papódromo

Blog SerMídia,

Com realização da Fundação José Augusto, evento tem entrada gratuita, estilo soft opening e segue normas de biossegurança

O mês de setembro inspira recomeços para os potiguares apreciadores da música de concerto. Após mais de um ano com apresentações virtuais, a Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte – OSRN, através do projeto Movimento Sinfônico, retorna aos palcos no dia 26 de setembro, às 17h, sob a regência do maestro Linus Lerner, no anfiteatro do Espaço Cultural João Paulo II- Papódromo, com realização da Fundação José Augusto-FJA. Este será o primeiro evento após a reforma do local, que possui palco, camarim, salas de ensaio, camarote, arquibancadas, banheiros e estacionamento.

A retomada acontece no estilo Soft Opening, ou seja, de maneira controlada e restrita, para garantir a devida segurança requerida pela situação atual. O evento segue as normas de biossegurança, e tem entrada gratuita mediante cadastro pelo Sympla, a partir das 9h do dia 23 (quinta-feira). Os ingressos são limitados (300 unidades).  

“Após o mais crítico período da pandemia, a nossa querida Orquestra reencontra presencialmente o grande público através de um concerto especial, que entrega o histórico Papódromo para a sociedade potiguar, mais um espaço resgatado pelo Governo do Estado para abrigar as produções artístico-culturais do RN”, declara o diretor geral da FJA, Crispiniano Neto.

“A vida pulsa ao vivo. Retomar o encontro com o público é reintegrar a missão mais importante da OSRN: levar a música de concerto ao vivo e, presencialmente, para a população do RN”, expressa Tatiane Fernandes, diretora de produção da Orquestra. E, sem dúvida, um momento de expectativas também para o maestro: "Foi um ano e meio de grandes projetos online, pioneirismo de nossa parte no Brasil e, até mesmo, no mundo. Estou muito contente de poder estar de volta e em um novo espaço cultural, com novo palco”, comemora Linus.

No repertório, grandes obras orquestrais. “Escolhemos músicas que mostrem o poder da orquestra tocando de forma presencial novamente, algo que não fazíamos desde o início da pandemia, devido a impossibilidade de nos reunirmos. E também que nos trazem alguma mensagem, a exemplo da música de abertura “La Forza del Destino”, de Giuseppe Verdi. Se alinharmos ao momento atual, remete a reflexão do destino que nos leva às coisas que não controlamos, como a pandemia. E, além disso, pela comemoração dos 180 anos de nascimento de Antonín Dvorák, com a “Sinfonia do Novo Mundo”, representando, aqui, um ‘novo mundo’ que esperamos pós-pandemia”, revela Linus Lerner e acrescenta “podem aguardar música brasileira também”.

Além dessas, estão na programação George Bizet, com a ópera Carmem Suite 1 & 2 (1875); Jules Massenet, em Meditação de Thais (1894), a ser executada pelo solista da OSRN, André Kolodiuk; Batuque (1891), de Alberto Nepomuceno, considerado o pai do nacionalismo na música erudita brasileira e um dos primeiros a empregar elementos do nosso folclore em suas composições; West Side Story Selections (1957), de Leonard Bernstein, inspirada na obra de Romeu e Julieta; Dança Eslava (1878), de Antonín Dvorák e, uma das maiores músicas brasileiras, a bossa nova Garota de Ipanema (1962), composta por Antônio Carlos Jobim e letrada por Vinícius de Moraes.

A Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte tem o Governo do Estado do RN como seu principal mantenedor. A temporada 2021 é realizada através do projeto Movimento Sinfônico por meio do patrocínio via incentivo fiscal da Neoenergia Cosern e Instituto Neoenergia, mediante Lei Câmara Cascudo do Governo do Estado do RN, da Unimed Natal, Hospital do Coração e Prefeitura do Natal, por meio da Lei Djalma Maranhão; Apoio G7 Comunicação. O projeto Movimento Sinfônico é uma realização da OSRN / Fundação José Augusto e da MAPA Realizações Culturais.

Serviço:

Movimento Sinfônico 2021 – Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte

RETOMADA

Quando: 26 de setembro (domingo)

Onde: Papódromo (no dia do evento, o acesso ao local será pelo portão principal do Centro Administrativo, na BR-101)

Horário: 17h

Ingressos: O público pode reservar ingresso gratuito através do Sympla, a partir das 9h de quinta-feira (23). Será permitido um por CPF.

No dia do concerto, a entrada só será permitida mediante apresentação do voucher e comprovante de vacinação. É obrigatório o uso de máscara no local e aconselhável levar o seu próprio álcool em gel.

A OSRN é sua! Siga nossas redes sociais –

Facebook – @rnsinfonica

Instagram - @rnsinfonica

YouTube - Se inscreva no canal - https://www.youtube.com/channel/UCH0Ui-ioCNEDxZ18Hvs6gvA



Poty Mapping - RN terá primeiro Festival de vídeo mapping no mês de outubro

Blog SerMídia,

Festival resgatará a memória histórico-cultural potiguar através da projeção eletrônica, tendo como temática a cultura indígena

Festival Poty Mapping nasceu do desejo da  produtora cultural Carol Carvalho e da artista visual Gabriela Barbalho de colocar Natal no circuito dos grandes festivais de mapping do Brasil e do mundo.  Com exibição no mês de outubroo Festival irá mergulhar nas memórias afetivas dos potiguares, usando como principal suporte a projeção mapeada de vídeo, levando o público a refletir sobre a preservação do nosso patrimônio material histórico-cultural, tendo com temática a cultura indígena. Assumindo uma poética de grande impacto visual (sem gerar interferências estruturais), a exibição irá aliar a arte urbana contemporânea à tecnologia, à memória da cidade e a cena artística local e nacional, através das artes visuais, música e artes cênicas.

O vídeo mapping trata-se de uma técnica utilizada para projetar imagens em uma estrutura tridimensional, a qual é previamente mapeada por um software.  O mapping é uma arte sem impacto ambiental, mas com grande impacto transformador, pois deixa um legado de conhecimento, ressignificados e novas percepções para a população e para os espectadores, gerando reflexão sobre outras perspectivas em relação às cidades e  suas memórias. Os festivais de mapping têm sido realizados em diversas cidades do mundo e no cenário pandêmico a linguagem da projeção em fachadas foi tomando cada vez mais notoriedade como um meio de ocupação do espaço público, ganhando grandes dimensões e revelando um produto artístico de impacto.

Neste contexto, levando em consideração o potencial artístico dos artistas do RN e a nossa rica identidade cultural,  o Poty Mapping chega como uma forma de expansão das expressões artísticas do nosso povo.  O Festival será gravado na Gamboa do Jaguaribe – território de preservação indígena localizado na Zona Norte de Natal - com projeções em uma ocaaliando a arte dos nossos artistas à oportunidade de dar voz  e visibilidade para esta identidade cultural tão importante:  O RN é um território onde cidades, rios e caminhos carregam nomes de origem indígena e tem seu povo conhecido como "potiguar", mas a demarcação de terras indígenas no estado ainda não é um fato relevante. Apesar de existirem no Rio Grande do Norte mais de 15 comunidades dos povos originários atualmente articuladas, o apagamento de anos de colonização ainda repercute diretamente nas garantias dos seus direitos básicos

A resistência histórica desses povos garante articulações que, cada vez mais, resgatam, ressignificam e encontram caminhos possíveis para a validação dessas identidades no momento contemporâneo. Entendendo o alcance que a arte pode fornecer, aliada ao momento político atual em que o país se encontra,  e ao momento da primavera indígena, o Poty Festival de Mapping se sente convocado para fazer do seu espaço, um espaço de diálogo entre tecnologia e patrimônio, um espaço de manifestações artísticas que deem voz ao que originalmente é "desta terra, nesta terra, para esta terra, pois já é tempo!"

O Festival também está com uma chamada aberta, até o dia 20 de setembro, para os artistas que tenham interesse em participar do projeto com loops, vídeos, animações, videoarte ou desenhos.  Os interessados podem ter acesso a todas as informações técnicas para inscrição no link  ou no perfil @potymapping no Instagram.

O projeto Poty Festival de Mapping possui o patrocínio da Lei Aldir Blanc, através Governo do Estado Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Secretaria Especial de Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal.



Festival Urbanocine lança convocatória para projetos audiovisuais - INSCRIÇÕES até 10 de setembro

Blog SerMídia,

O Festival Urbanocine é um projeto que utiliza o cinema como ferramenta social e de educação audiovisual, atuando através de exibições, projeção em espaços públicos e ações formativas por meio das quais se debate, desde 2013, questões sociais, geográficas e identitárias relacionadas às cidades.
A Chamada URBANOCINE 2021 apresenta uma proposta de apoio e incentivo à realização cinematográfica aliada ao debate sobre cidade e acessibilidade, tanto comunicacional quanto a bens de consumo cultural por diversos grupos sociais que compõem a população de um território. Neste ano, em sua terceira edição como Festival de Cinema, o Urbanocine promove uma convocatória para projetos audiovisuais distribuídos em duas categorias: finalização de filmes e laboratório de ideias.
Na categoria finalização de filmes serão selecionados dois curtas-metragens, nos formatos de documentário, ficção, vídeo e/ou experimental. Os projetos aprovados, já gravados e em fase de pós-produção, receberão um apoio técnico de finalização em acessibilidade (audiodescrição e legendagem), a serem desenvolvidos pela equipe do Festival Urbanocine. Os filmes finalizados através deste processo irão compor a programação do Festival de Cinema Urbanocine 2021, que chega à sua terceira edição, este ano em formato remoto.
Na categoria laboratório de ideias serão selecionados 25 alunos para o Laboratório de Ideias Urbanocine, tendo como ponto de partida, preferivelmente, narrativas protagonizadas por pessoas com deficiência, seja por meio de personagens da obra ou por meio de membros da própria equipe. Essa etapa promoverá, através dos encontros virtuais divididos em 07 aulas e 03 eixos (Gêneros de filmes; Argumento, roteiro, direção e produção; Instrumentos Cinematográficos) um período de aprofundamento para cada desenvolvimento fílmico com exercícios práticos, conteúdo gravado e aulas online ao vivo, todas com acessibilidade comunicacional, entre os dias 14 e 21 de setembro de 2021.
As inscrições podem ser feitas até o dia 10 de setembro, através do site https://urbanocine.com.br/ . Os/as selecionados/as de cada categoria serão escolhidos/as pela comissão técnica do Urbanocine.
O Festival Urbanocine tem Realização da Ilha Deserta, com patrocínio do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e Fundação José Augusto, via Lei Câmara Cascudo, Cosern e Grupo Neoenergia; com apoio do Sebrae RN e apoio cultural da Inter TV.
SERVIÇO
Chama Urbanocine
Inscrições – Até 10 de setembro
Categoria A - https://forms.gle/QkNCzWSn25xpDtwN9
Categoria B - https://forms.gle/Pjrts5EebiMHCCK59


Com aumento de casos de depressão na pandemia, psicóloga orienta como buscar ajuda profissional

Blog SerMídia,

Pesquisa registrou aumento de 50% em quadros depressivos e 80% em casos de ansiedade; estudo também identificou aumento de 88% na busca de psicoterapia online

O Setembro Amarelo é uma campanha que tem o objetivo de alertar para a valorização da vida e conscientizar a sociedade para o acolhimento do outro. Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) registrou aumento de 80% nos quadros de ansiedade durante a pandemia, enquanto outro estudo divulgado pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) apontou aumento de 50% nos quadros depressivos. Se a pauta sobre a conscientização da saúde mental já era essencial, no momento em que vivemos ela se torna ainda mais urgente.

Segundo o Google Trends, houve um aumento de 88% nas buscas por psicoterapia online o que demonstra também a efetividade das campanhas realizadas. Porém, só o alerta não é o suficiente para garantir um acolhimento efetivo, é preciso que esta pessoa que busca ajuda, encontre alguém a que realmente possa se conectar e atender suas necessidades. Porém, isso pode não ser tão simples.

A busca por um psicoterapeuta pode, muitas vezes, esbarrar em obstáculos como: “Dentre as várias abordagens de psicoterapia, qual é a melhor para mim?”; “Onde procurar um psicólogo?”; “Como saber se escolhi o profissional correto?”; “Eu preciso entender de Psicologia para fazer psicoterapia?”, etc. Todos esses questionamentos podem, inclusive, gerar ansiedade e fazer a pessoa desistir da sua busca.

Então, para ajudar nesta busca, a psicóloga, mestre em Cognição Humana e professora de Psicologia da Estácio, Beatriz Lobo indica alguns pontos que devem ser considerados:  

1 – Não existe abordagem ou terapeuta ideal

“Não existe uma abordagem 'ideal'. O que existe é uma dupla terapeuta-cliente/paciente que forme uma aliança, um vínculo genuíno e positivo. É sabido e bem consolidado na literatura que o maior fator preditivo para o sucesso terapêutico é o vínculo estabelecido entre a dupla, além de aspectos da pessoa do terapeuta, relacionados com a genuinidade dos sentimentos que ocorrem na relação. O psicoterapeuta precisa ter uma escuta atenta e empática, e muito mais do que a técnica ou a abordagem são qualidades da relação e qualidades da própria pessoa do terapeuta que são fundamentais para o sucesso terapêutico”, orienta a psicóloga.

2 – Certifique-se da capacitação técnica do terapeuta

Apesar de não existir uma abordagem ideal, é necessário estar atento à capacitação técnica do profissional, se o mesmo possui formação na área em que está atuando e se o seu registro profissional está ativo. “Nesse sentido, o processo de escolha perpassa escolher alguém que esteja capacitado técnica e pessoalmente para dar conta da sua demanda”, explica a profissional.

3 - Você precisa se sentir acolhido e confortável

“Na hora de escolher um terapeuta, certifique-se, além da sua formação, se é confortável para você estar junto dessa pessoa, se abrir e confiar suas dificuldades e partes mais doloridas a ela. Se não funcionar, busque outro terapeuta. Um terapeuta é também uma pessoa, e às vezes nos sentimos bem com algumas, e não com outras, por muitos motivos. Encontre alguém com quem você se sinta seguro, acolhido, respeitado”, indica Beatriz.

4 – Onde procurar um terapeuta

Em muitos casos, os profissionais são indicados por amigos ou conhecidos, mas para aqueles que não possuem indicações, existem sites de busca por serviços de saúde, clínicas e organizações que oferecem serviços de psicoterapia. Porém, independentemente de onde se for buscar, é muito importante procurar a referência sobre a qualificação profissional do psicoterapeuta e avaliar se seu registro está ativo. Isso pode ser feito, buscando pelo nome do profissional no site do Conselho Federal de Psicologia https://cadastro.cfp.org.br/

5 – Se não der certo de primeira, não desista

“É importante saber que existem muitos tipos de psicoterapia e de psicoterapeutas, e que nem sempre vai funcionar de primeira. Portanto, é importante estar aberto para reconhecer como você se sente na relação, e fazer uma escolha com alguém que além de estar capacitado em sua formação, forneça acolhimento, respeito e um vínculo seguro”, finaliza a docente.



Setembro Amarelo chama atenção para cuidados com a saúde mental e prevenção ao suicídio

Blog SerMídia,

Especialistas destacam importância da campanha de conscientização e incentivam busca por atendimento profissional para quem tem sofrido com sintomas psicológicos

Por todo o mês de setembro, a conscientização, desmistificação e prevenção ao suicídio são os assuntos mais abordados em diversas esferas da sociedade — isso graças à campanha Setembro Amarelo, adotada em nível mundial para combater a desinformação e ajudar a quem está em sofrimento. 

Ainda considerada tabu, a discussão sobre prevenção ao suicídio e cuidados com a saúde mental é necessária para enfrentarmos um problema de saúde pública que atinge uma pessoa a cada 40 segundos no mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS).

No Brasil, de acordo com levantamento do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, foram registradas 12.895 mortes por suicídios em 2020, o equivalente a um caso a cada 41 minutos. O número é estável em relação ao ano anterior, que registrou 12.745 óbitos, mas comprova a importância da campanha de prevenção.

“O suicídio ainda é um tabu na sociedade por ser um fenômeno que carrega muitas questões culturais, sociais e religiosas, e isso faz com que as pessoas não conversem sobre essa temática. Então, a visibilidade que a campanha traz ao assunto faz com que as pessoas se sintam mais confortáveis e seguras para falar sobre e buscarem ajuda”, afirma a professora Romeika de Sena, doutoranda em Enfermagem em Saúde Mental e docente da Estácio. 

A especialista informa que existe uma nuance de comportamentos suicidas: ideação, planejamento, tentativa e o suicidio propriamente dito, e que a campanha colabora para a identificação de um comportamento na fase mais precoce, antes de se chegar propriamente a uma tentativa. Ainda de acordo com dados da OMS, uma pessoa atenta contra a própria vida a cada três segundos.

Fatores de risco

A cartilha “Informações importantes sobre doenças mentais e suicídio”, da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), destaca abuso sexual na infância, doenças incapacitantes e tentativa prévia como fatores que podem aumentar o risco de alguém cometer suicício. 

Apesar de transtornos mentais como depressão, alterações de humor e de personalidade estarem frequentemente associados ao ato, a doutoranda em Enfermagem em Saúde Mental esclarece que não é necessário um diagnóstico dessas doenças para que haja risco de desenvolvimento de comportamentos suicidas. 

“A pessoa pode estar passando por um sofrimento psíquico-mental intenso em que a sua resiliência esteja prejudicada naquele momento, e a partir disso, passar a desenvolver um dos comportamentos relacionados ao suicídio”, explica. 

Diante disso, a especialista aponta comportamentos preocupantes a serem observados como “quando a pessoa está mais reclusa e se sente desesperançada ou triste a ponto disso interferir nas atividades diárias, o que pode refletir em frases como ‘não sirvo mais pra nada’, ‘a culpa é toda minha’, ‘se eu sumisse seria melhor’”. 

Ajuda profissional é caminho para tratamento 

Com o apelo do Setembro Amarelo, ao longo de todo o mês, é bastante comum vermos pessoas se oferecerem para conversar com alguém que esteja se sentindo triste. Mas, mesmo sendo a rede de apoio uma condição positiva para o tratamento, especialistas recomendam que aqueles que sintam necessidade de conversar sobre aflições de caráter emocional, busquem ajuda profissional qualificada com psicólogo e/ou médico psiquiatra, para que seja feita uma avaliação com diagnóstico e os encaminhamentos que se fizerem necessários. 

“Quanto mais precocemente for identificado e tratado o quadro do paciente, melhores são as condições prognósticas. Existem estudos que apontam cada vez mais evidências de que a psicoterapia associada ao tratamento medicamentoso aumenta e potencializa a eficácia do tratamento de transtornos mentais: as medicações auxiliam na estabilização dos sintomas e as intervenções em psicoterapia trabalham os fatores e estressores que mantêm esses “sinais ativos’”, diz a docente do curso de Psicologia da Estácio Sydennya Lima, especialista em Saúde Mental e Terapias Cognitivas.

A profissional, que é responsável pela Clínica de Psicologia da faculdade, lembra que as doenças mentais são como quaisquer outras que necessitam de acompanhamento para que se possa ter qualidade de vida. “O estigma e o preconceito ainda dificultam a procura por tratamento adequado. Nesse sentido, procure profissionais qualificados, e a prevenção ainda é a melhor forma de cuidado”, orienta.

Centro de Valorização da Vida

Para aqueles que sentem necessidade de conversar sobre sintomas psicológicos que podem incomodar nesse sentido, o Centro de Valorização da Vida (CVV) também é uma opção de contato. A entidade realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, pelo telefone 188, email e chat 24 horas todos os dias.



Cantora Dani Cruz Lança 3º EP autoral "Elas Querem Samba"

Blog SerMídia,

A cantora potiguar Dani Cruz lança nesta sexta-feira, 03 de setembro, em todas as plataformas digitais, o seu terceiro EP autoral “Elas Querem Samba” – composto por quatro sambas autorais inéditos em parceria com Mônica Michelly e Jubileu Filho. 

O samba, desde sua origem, foi marcado por importantes representantes mulheres, de Tia Ciata (a matriarca do samba) até intérpretes e compositoras atuais. Contudo, seus nomes foram muitas vezes sobrepujados pelo protagonismo masculino. Registrar as vozes das mulheres é muito importante do ponto de vista histórico, de relevância cultural e do resgate ancestral feito por meio disso.

Ao longo de sua carreira, Dani Cruz já encabeçou outros projetos objetivando reverenciar esta importância na música, como Elas (2016) e Samba de Sereia (2017). Agora no EP “Elas Querem Samba”, a cantora busca fazer registros inéditos, muito relacionado a seu desejo e missão musical, mas também a uma forte demanda do público, devido à relação do seu nome ao gênero. Nessa ideia de valorizar o papel da mulher não apenas como intérprete, mas também como compositora, a artista se junta a parceiros para tornar o EP “Elas Querem Samba” real, fortalecendo o samba natalense, que vem ganhando muita notoriedade nos últimos tempos, e vem contando com grandes nomes ao longo da sua história.

“Esse trabalho é muito especial pra mim. Desde o momento da sua criação que surgiu o meu desejo de adentrar o gênero do samba, a composição das canções, o conceito visual, os arranjos, eu noto seu impacto. Apresentar o amor, a fé e a esperança a partir das minhas músicas enche meu coração de alegria, com uma certeza de estar no caminho certo. Em todas as gravações com Jubileu, mestre cujo carinho triplicou depois dessa produção musical super cuidadosa, eu me emocionei muito. O “Elas Querem Samba” já é um marco na minha carreira e estou super satisfeita com o resultado, doida pra compartilhar com o mundo!”

O EP tem a direção musical de Jubileu Filho e trará partido alto, samba canção e afrosamba, apresentando uma variedade de estilos em uma mesma obra. As faixas “Elas Querem Samba”, “Assim é, Assim Será”, “Rezado de Mainha (Pra Maria)” e “Oração ao Mar” permeiam pela representatividade das mulheres do samba, ancestralidade, cultura nordestina e fé. Além do EP, a cantora também lançará os quatro visualizers das músicas, às 12h, em seu canal do YouTube.

O projeto do EP “Elas Querem Samba” é uma realização da DC iltda, com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo e Governo Federal. 

SERVIÇO

Dani Cruz – EP “Elas Querem Samba”

Lançamento: Dia 03 de setembro, em todas as plataformas digitais

Pre-save: https://onerpm.link/481797071832

Lançamento visualizers: Dia 03 de setembro, às 12h no YouTube: https://www.youtube.com/c/DaniCruzcanta



Segunda dose da vacina dá direito a 90% de desconto no cinema do Natal Shopping

Blog SerMídia,

Campanha da rede Ancar Ivanhoe presenteia imunizados com desconto exclusivo no par de ingressos para o cinema em 19 shoppings da rede

Após o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga anunciar que 7 milhões de pessoas ainda não completaram o ciclo de imunização contra a Covid, a rede de shoppings Ancar Ivanhoe lança a campanha “Sua Vacina Vale Muito”. Entre os dias 25 de agosto e 02 de setembro, 19 shoppings do grupo, dentre eles o Natal Shopping, vão oferecer desconto exclusivo de 90% no par de ingressos para o cinema para 50 clientes por dia que comprovarem que tomaram a segunda dose.

Para garantir a diversão, basta estar entre os primeiros a apresentar o comprovante da aplicação da segunda dose no ponto de troca com o documento de identificação. Depois é só escolher o dia para curtir o filme favorito. Ao todo, a ação pretende beneficiar diariamente cerca de mil pessoas.

“Impactamos todos os dias milhares de pessoas que frequentam nossos shoppings. E porque não utilizar esse poder alcance para reforçar a importância de completar o ciclo de imunização contra a Covid? Com a campanha, encontramos uma forma de incentivar as pessoas que ainda não apareceram para tomar a segunda dose de uma maneira leve e divertida”, conclui Raquel Arruda, head de Marketing da Ancar Ivanhoe.

No Rio Grande do Norte, a ação é válida no Natal Shopping para os ingressos das sessões das 10h às 20h, de segunda a quinta-feira. A promoção não é cumulativa. 

SERVIÇO - Campanha “Sua Vacina Vale Muito”

Desconto de 90% na compra de 1 par de ingressos de cinema no Natal Shopping

Ponto de troca: Lounge em frente a Rio Center

Período: De 25 de agosto a 02 de setembro


41-60 de 544