Uma pelada das seleções, ditas, melhores das Américas

Edmo Sinedino,

Que pelada ruim. Tirando as chances desperdiçadas pela Argentina, o pênalti batigo para fora por Jesus, um jogo de envergonhar as duas seleções apontadas como melhores das Américas. Se ainda são, não se enganem, não é por mérito de ambos, mas por falta de concorrentes.

Como não tenho nada a ver com Argentina, falo do time de Tite. Essa pergunta eu repito muito antes até do enganoso título da Copa América. Aliás, vencer torneios chinfrins para passar vergonha mais na frente tem sido a tônica desde 2006, quando aquele circo de Parreira caiu diante da França.

Como, minha gente, como, o Tite ainda insiste na seleção com jogadores como Danilo, Militão, Alexsandro, Firmino (ele pode fazer mil gols pelo Liverpool, para mim é um jogador fraco), William, Coutinho,  entre outros?

Cego, cego, ele não é. Evidente que interesses escusos continuam comandando, dando as cartas nessa podre Confederação Brasileira de Futebol que, assim como o que aconteceu com os criminosos da ditadura militar, os bandidos estão soltos gastando a grana que roubaram sem pagar seus crimes.

O pior de tudo é que, mais uma vez, um jogador que poderia ajudar o Brasil a jogar de forma mais alegre - Rodrygo -, melhor, só entrou quando faltavam 25 minutos e a equipe, batida, escapava de tomar o segundo gol.

Talentos vão passando, atuando pouco tempo, sem brilho, perdendo a confiança e, com isso, servindo de desculpas, Tite vai deixando-os de lado para manter a mesma turma perdedora.

Até quando essa palhaçada de mudança nenhuma, de reformulação nenhuma? Até quando essas invenções, como a desse centroavante gigante que entrou em campo sem qualquer qualificação para ser selecionado?

Por quanto tempo ainda vamos ver empresários que atuam no futebol europeu, de ligações, nefastas e estreitas com essa CBF bandida, definir escalações e convocações para a seleção brasileira.

Esqueçam, tirem qualquer esperança de renovação de verdade na seleção brasileira. Se isso não aconteceu, quanto o Tite, aclamado, apoiado por quase 100% do povo brasileiro,pois ele não teve coragem, não vai ser agora, com Tite ou qualquer outro.


Tags: americas rodrygo selecoes tite valores
A+ A-