São Gonçalo bate São Pedro e conquista a primeira edição do Supermatutão

Edmo Sinedino,

sangonca_09A seleção de São Gonçalo, mantendo uma tradição de celeiro de bons jogadores - Odilon, Odissé, Gonzaga, Ivan Matos, Tito, Assis, Ribeiro, entre tantos outros - conquistou a primeira edição do Supermatutão, batendo São Pedro por 2 a 1, na final de 60 minutos, realizada na Arena das Dunas, neste domingo (8). Kadu marcou os gols sãogonçalenses, Tapuia descontou. 

Foram 24 seleções participantes, mesmo reconhecendo o valor da competição, devo dizer que muitas falhas foram cometidas, alguns itens do regulamento chegaram mesmo à bizarrice, como a decisão de uma equipe seguir adiante na competição por meio de sorteio com bolinhas numeradas.

O número exagerado de protestos, a restrição a atletas federados, ou ex-federados (muitos garotos disputaram uma partida em suas vidas e ficaram impedidos de disputar), a definição de idade máxima, sem abrir exceções, e o que considero mais grave: não restringir a participação somente dos nascidos na cidade inscrita, o que possibilitaria uma chance para quem é do lugar aparecer.

Por fim, por conta da televisão, não vejo tanta importância assim nesse fato, pois um torneio pode ser brilhante sem a necessidade de transmissão de tevê, fator que determinou que a final tivesse a duração de somente 60 minutos. Nunca se viu isso na história do futebol.

Enfim, esperemos que as edições futuras, se acontecerem, tenham uma melhor organização.

A equipe recebeu o troféu Jornalista Everaldo Lopes (falecido), homengem ao divulgador e idealizador do antigo Matutão, e o vice-campeão, merecida homenagem, em vida, ao ex-craque alecrinense, Ilo Rodrigues, coordenador do antigo torneio.

*Foto: Jocaff Souza

Tags: arena das dunas sao goncalo sao pedro supermatutao
A+ A-