Santos dá show de bola, vence o Boca Juniors de 3 a 0 e está na final da Libertadores; Brasil já é campeão em 2020

Edmo Sinedino,

santos1_09O Santos venceu o Boca Juniors de 3 a 0, uma partida sem retoques, e está na final da Libertadores, dia 30, no Maraca, diante do Palmeiras que venceu, sem merecer, a disputa de semifinal contra o Ríver Plate. Pituca, Soteldo e Lucas Braga marcaram os gols da vitória incontesti.

Gente,que jogo memorável do Peixe! Que partida fastástica desse time que nem era sequer citado pela "grande imprensa" como candidato a algo, ainda mais em Libertadores. O futebol e sua lições.

Desde o começo da partida uma definição tática, posicionamento perfeito, uma luta pela bola, em qualquer lance,defesa meio-campo até ataque. Respeito sem temor ao time do Boca, aqui é Santos, então como não jogar como mandante, como melhor?

O Santos não deu folga ao Boca, desde os primeiros minutos já mostrava sua disposição de não deixar o time rival se criar. Lances de gols fora, criados, pelos menos três, antes do gol de Pituca. E foi um time que não deu espaços, que não perdeu divididas, atuações daquelas perto da perfeição.

No segundo tempo, sentindo o perigo que corria, o treinador Miguel Angel fez mudanças que nada alteraram a partida, o Santos continuava implacável, resolvido a matar, a resolver a partida sem deixar dúvidas e resolveu em cinco minutos. Soteldo marcou um golaço, aos três minutos, dois mnutos depois, jogadaça de Marinho e Lucas Braga marca o terceiro. Chocolate. 

O Boca perdeu as estribeiras. Fabras foi expulso por pisão em Marinho. O time argentino, mostrando sua garra, sua índole de grande fez algumas ameaças ao gol de João Paulo e o menino deu conta. E o Santos, claro, se defendia bem e continuava criando com Marinho e Madson que perdeu grande chance; depois o Kaio Jorge, isso já depois dos 80 minuitos. Show do Santos, fim de jogo.

Santos e Palmeiras se enfrentam dia 30, no Maracanã, sem público, partida única, 17h, um sábado de festa. Para quem. O Peixe é favorito pela grande atuação de hoje. Não. Não existe essa de favorito.

A ida à final garante ao Santos, em dificuldades financeiras, ao menos US$ 6 milhões (R$ 32 milhões), o prêmio pago ao vice-campeão. Se bater o Palmeiras, levará uma grana bem maior: US$ 15 milhões (R$ 80 milhões).

Entre brasileiros

Esta será a terceira vez que dois brasileiros decidirão uma Libertadores da América. Em 2005, o São Paulo foi campeão sobre o Athletico; um ano depois, viveu o outro lado da moeda: perdeu a decisão para o Inter.

Bases

Uma coisinha que notei. Os dois finalistas de Libertadores são dois times que mais têm aproveitado valores das bases nos últimos tempos. Isso nos manda algum recado?

santos2_09

*Fotos: twitter oficial do Santos

Tags: boca final libertadores palmeiras peixe santos
A+ A-