Rebeca Andrade e Isaquias Queiroz conquistam Prêmio Brasil Olímpico

Edmo Sinedino,

Rebeca Andrade e Isaquias Queiroz conquistam Prêmio Brasil Olímpico

Jogadora de vôlei Fernanda Garay foi escolhida Atleta da Torcida; Ítalo Ferreira foi o segundo mais votado e vencedor na sua modalidade

Após um ano de 2021 repleto de conquistas (com os ouros olímpico e mundial) Rebeca Andrade foi escolhida nesta terça-feira (7) como a Melhor Atleta do Ano do Prêmio Brasil Olímpico entre as mulheres, superando outras duas medalhistas nos Jogos de Tóquio: Ana Marcela Cunha (maratona aquática) e Rayssa Leal (skate).

Entre os homens a conquista ficou com Isaquias Queiroz (canoagem), que bateu o primeiro medalhista de ouro olímpico do surfe Ítalo Ferreira e Hebert Conceição (boxe). Com a vitória alcançada no palco do Teatro Tobias Barreto, em Aracaju, o baiano se tornou o maior vencedor da história do prêmio, com quatro conquistas.

Prêmio da Galera

Quem também brilhou foi a jogadora de vôlei Fernanda Garay, que foi escolhida como Atleta da Torcida. A atleta, que teve atuação de destaque na conquista da prata pelo Brasil nos Jogos de Tóquio, venceu uma eleição entre 20 concorrentes que contou com mais de 400 mil votos.

O potiguar Ítalo Ferreira ficou na segunda colocação no voto da galera e foi o alteta de destaque do ano na sua modalidade surf. Ele ganhou medalha de ouro nos jogos olímpicos de Tókio.

Troféu Adhemar Ferreira

Outra homenageada da noite foi a ex-jogadora de basquete Janeth Arcain, que recebeu o Troféu Adhemar Ferreira da Silva, concedido às personalidades esportivas detentoras de valores que marcaram a vida e a carreira do saltador (ética, espírito coletivo, eficiência técnica e física, respeito ao próximo e companheirismo).

adupla_09

*Agência Brasil

Tags: garay isaquias queiroz italo ferreira rebexa andrade surf
A+ A-