Quarta-feira de campeões e definições no futebol brasileiro

Edmo Sinedino,

Uma passada rápida pelo futebol do Brasil, diria até irresponsável futebol do Brasil, começando pelo clássico mais importante da noite, o Derby paulista Corinthians x Palmeiras, que terminou 0 a 0.

Um jogo bom no primeiro tempo, fraco no segundo de muitos chutes para o alto. O Corinthians perto do gol quando Luan, ex-Grêmio, ex-melhor das Américas, apareceu para jogar. O Palmeiras bem nos lances de bola alçada na área, mas a defesa alvinegro foi melhor ainda. 

Um meia de ligação criativo em campo, pegando pouco na bola, Luan do Corinthians. No lado verde dois meninos bons de bola, mas volantes, e Ramires que, para mim, não joga mais em alto rendimento.

Sábado tem a segunda partida, na arena do Palmeiras. Qualquer empata a decisão vai direto para os pênaltis.

Minas

Em Minas, o Galo passou por cima do Coelho. Sampaolli não tomou conhecimento de Lisca Doido e venceu de 3 a 0, garantindo vaga na final contra o Tombense, que venceu a Caldense duas vezes, 1 a 0 e 2 a 0. Na primeira partida entre o Atlético também bateu o América, 2 a 1. Final: Atlético x Tombense.

Rio Grande do Sul

O Grêmio passeia mais uma vez sobre o Internacional, 2 a 0, gols de Maicon e Isaque, o Imortal se sagra campeão do segundo turno e fará a final em duas partidas contra o Caxias, campeão do primeiro. E eu me perguntando continuo: até quando o Colorado vai continuar com seus ex-jogadores em atividade.

Furacão tri

No Paraná, o Athletico venceu o Coritiba de virada, e na prorrogação, 2 a 1, como havia vencido a primeira partida conquistou o tricampeonato.

Interior comanda

Na vizinha Paraíba vamos ter o clássico do interior na decisão do Campeonato. Treze e Campinense decidem. O Galo passou pelo Botafogo, perdeu a primeira semifinal de 2 a 0, ganhou a segundo pelo mesmo placar e conquistou a vaga nos pênaltis, 5 a 4. A Raposa empatou duas vezes com o Treze, 2 a 2 e 0 a 0, e venceu também nas penalidades.

Inédito Salgueiro

Em Pernambuco teve conquista inédita. O Salgueiro venceu o Santa Cruz nos pênaltis, depois de dois empates, 1  a 1 e 0 a 0, com 4 a 3 nas penalidades e o Carcará se torna o primeiro time do interior pernambucano a se sagrar campeão do estado. Meus parabéns especiais ao querido amigo, meu ex-atleta do Ferro Cardoso, professor igor Tenório, preparador físico da equipe sertaneja. Tem quem discorde, mas como é que o Santa pode ir longe tendo como ídolos jogadores como Pipico e Didira...? 

Galo das Alagoas

Em Alagoas não adiantou as contratações de medalhões pelo CSA, deu CRB na final, 1 a 0, campeão o cordão encarnado. O treinador Marcelo Cabo ganha seu terceiro título seguido nas Alagoas, dois pelo CSA e o terceiro pelo rival. Foi o 31º título do Galo.

Os maiorais

 No Ceará, os dois maiores clubes farão a final em dois jogos, mas a federação ainda não definiu as datas dos jogos. Os dois estão na elite do futebol brasileiro e já iniciam a disputa no final de semana. As duas equipes jogam neste sábado. Fortaleza contra o Athletico do Paraná em casa, na Arena Castelão,  enquanto o Ceará sai para enfrentar o Sport, na Ilha do Retiro.

Ressaca

Na Bahia, o tricolor ainda de ressaca pela perda da Copa do Nordeste ficou no empate de 0 a 0 diante do Atlético, jogo realizado em Pituaçu. O segundo e decisivo duelo será neste sábado, no mesmo estádio.


Tags: alagoano palmeiras paraibano parana
A+ A-