Pouco valorizado em sua terra natal, Clodoaldo Silva vira embaixador no Rio

Edmo Sinedino,

Matéria reproduzida do portal soumaisrn do meu amigo Fábio Pacheco traz matéria sobre Clodoaldo Silva, esquecido aqui, lembrado no Rio de Janeiro.

veja abaixo

Pouco valorizado em sua terra natal, Clodoaldo Silva vira embaixador no Rio

Um dos maiores nomes do esporte paralímpico brasileiro, o potiguar  Clodoaldo Silva foi convidado nesta segunda-feira (11) pela Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Tecnologia, da Prefeitura do Rio de Janeiro, para se tornar embaixador da pasta, que é comandada por Helena Werneck na capital fluminense.

Aos 41 anos, Clodoaldo é dono de 14 medalhas na natação paralímpica, incluindo seis ouros e seis pratas, e de 19 nos Jogos Parapan-Americanos, das quais 13 são de ouro. Após se aposentar das raias depois dos Jogos Paralímpicos de 2016, no Rio, o ex-nadador passou a se dedicar à conscientização e a inclusão de pessoas com deficiência na sociedade.

“Estou muito feliz pelo convite e reconhecimento. A deficiência estabelece limites, mas nunca incapacidade. Apresentei minhas ideias e propostas, e fui tratado com muita dignidade e respeito”, disse o ilustre filho do bairro de Mãe Luiza, em Natal-RN.

Responsável pela secretaria e fundadora de um instituto voltado para a inclusão de pessoas com deficiência, Werneck se disse emocionada pela parceria com Clodoaldo:

“Estou muito feliz em receber um campeão da vida. Clodoaldo é uma referência em dignidade, honra e esperança para que tenhamos um mundo mais acessível”.

GE


Tags: clodoaldo silva medalhas rio de janeiro terra
A+ A-