Investimento de verdade nas bases, e não às contratações equivocadas

Edmo Sinedino,

Todo mundo que me acompanha já sabe. Escrevo sempre à noite, só funciono nesse horário. E é lógico, todos os dias faço um apanhado do noticiário e comento. De vez em quando uma notícia em primeira mão, o que é quase impossível saber nesses tempos de tanta velocidade de informação e meios de propagar.

Depois da vitória do ABC, improvável, diante da Chape, com o alvinegro passando às oitavas de final da Copa do Brasil, e R$ 2.700 em caisa a mais, me preocupei com a utilização desse recurso que, tenho quase certeza, depois do 3 a 1 na Arena Condá, o presidente Bira Marques não contava. Tenho medo de contratações, empolgação e inchaço do plantel.

Aí vejo a informação da promessa da direção de fazer inverstimentos nas bases, com mais intensidade. Acredito? Não acredito? Se voltar no tempo, vendo o que já se fez, vou continuar cético, mas espero que dessa vez seja para valer. E uma sugestão para primeira coisa a ser feita: se tem alguém com os salários atrasados que sejam, todos, postos em dia.

Para encerrar, em todas as críticas que fiz ao ABC sempre as enderecei ao treinador Moacir Júnior. Para mim, o ABC carecia de melhor distribuição, organização tática e posicionamento em campo de peças importantes, além da escalação quase sempre equivocada. Jogadores como Alan Pedro, Ederson, Denner, Marcílio, para mim, não poderiam ficar no banco

O ABC tem sim um bom plantel, isso eu sempre disso, mesmo diante da fúria de alguns que me contradiziam desqualificando jogadores como Helitão, por exemplo. Espero que o treinador, com a moral da classificação, não me venha apresentar uma lista infindável de reforços. O ABC não precisa de tantos. Se puder traz Jailson, sim, faz Éderson ficar, recupera Wallyson, já prorrogou com Alan Pedro, e mais três ou quatro, e basta.


Tags: abc alan pedro ederson ficar moacir junior
A+ A-