Gabriel Veron merece sim que falemos mais dele

Edmo Sinedino,

averon123_09Já republiquei matérias do site da CBF sobre a conquista dos meninos do Brasil, mas cabe sim mais algumas linhas sobre o Gabriel Veron. É impressionante a a sua procura natural pela jogada vertical.  Espero que esses treinadores cegos que ele ainda vai ter que encarar pela frente não tirem isso dele.

Todas as jogadas envolvendo o potiguar, anotem, prestem atenção, é com perigo de gol. Ele esteve para marcar duas vezes no primeiro tempo, depois sofreu o pênalti e, a todo momento, procura se desmarcar, aparecer para jogar e participar dos lances mais agudos. É instinto de matador, sem jogar fixo na área.

Além de craque, ele poderia ter sido, sem exagero, o artilheiro da competição se, não sei se a bola, os deuses do futebol não quiseram, ou faltou um pouco mais de capricho nas finalizações, afinal, ele não é um jogador perfeito. Foram muitos os lances em que ele ficou no "quase".

Gabriel Veron, sem dúvida, o melhor e mais criativo atleta da competição. E como é bom ver esse menino jogar com toda essa disposição de ataque, ao estilo, sem exagero, e sem comparações, dos maiores atacantes da história do futebol do Brasil - Jairzinho, Edmundo e até mesmo o lendário Manoel dos Santos, o Garrincha.

*Foto: Alexandre Loureiro/CBF

Tags: edmundo garrincha manoel veron
A+ A-