Gabriel Veron dá show de bola em sua volta; marca dois gols e dá assistências

Edmo Sinedino,

abcveron_09Dá vontade de rir quando você se lembra que, até dia desses, Patrick de Paula ou o Danilo ficavam na reserva de Felipe Melo. Pode um futebol ser tão absurdamente doido e injusto. O antifutebol tem mais espaço que o talento, basta que que o brucutu em questão tenha jogado na Europa, mesmo que mal.

Mas nada de reclamação, ontem, a tristeza pela eliminação de dois brasileiros, Athletico e, principalmente, o Flamengo, nossa aposta maior pelo título para quem torce pelo Brasil foi recompensada pela vitória esmagadora do Palmeiras com dois gols de Veron e mais uma assistência, e um golaço do Patrick.

Gabriel Veron é nosso orgulho. Voltou do período em que contraiu a Covid-19 e foi o destaque maior na partida, merecendo as manchetes dos principais jornais e portais, dentre eles o UOL: Com "show " de  Veron, Palmeiras goleia o Delfin e via às quartas da Libertadores. A manchete principal.

O interessante é que ao falar do Palmeiras, não vi, pode ser que alguém tenha falado, não vi nenhuma alusão à volta do Gabriel. É como se ele não contasse, será que é minha mania de perseguição ou a discriminação velha de guerra ainda imperando, mesmo o staff do Verdão se referindo a ele somente como cria da casa?

Minha gente que atuação do Veron. O sujeito que não viu o jogo acha que exagero porque o menino é de Assu. Veron é imarcável, veloz, habilidoso e ótimo finalizador. Cai como uma luva nesse time insinuante, maravilhoso de garotos bons de bola ao lado de talentos como Raphael Veiga, William e Lucas Lima.

Além dos dois gols, Gabriel deu assistência de gol para William, ele fez, deixou o Danilo na cara do gol, ele perdeu, sem falar nas arrncadas, nas opções e nos toques de bola sempre precisos, cruzamentos que são passes açucarados. 

Esse menino, se os treinadores deixarem, vai muito longe, pode, tranquilamente ser jogador de seleção. Não ser chamado para a Olimpíada já é um pecado. Mas é assim o futebol do Brasil. Gabriel Menino, Danilo, Veron, Wesley, Patrick de Paula, Gabriel Silva, com essa meninada de ouro quem precisa de estrangeiros caríssimos?

A goleada também colocou o Palmeiras como o melhor ataque desta edição da Copa Libertadores. O Verdão soma agora 25 gols, dois a mais do que o River Plate, também classificado às quartas depois de eliminar o Athletico.

Os gols de Veron

Ele recebeu passe longo, lançamento preciso do menino Danilo, com categoria, dá um toquinho encobrindo o goleiro do Delfin. No segundo, o Veiga, como está jogando esse meia, vai à linha de fundo e faz lindo cruzamento-passe, Veron pega de voleio e marca outro lindo gol. Um show, realmente.

Veja abaixo resenha do globoesporte

Com mais uma ótima atuação, o Palmeiras está nas quartas de final da Copa Libertadores. Depois de vencer por 3 a 1, no Equador, o Verdão confirmou nesta quarta-feira o favoritismo ao golear o Delfín por 5 a 0, no Allianz Parque (8 a 1 no placar agregado). A noite foi dos garotos da base: Patrick de Paula fez um golaço, mas saiu lesionado ainda no primeiro tempo. A etapa final foi de Gabriel Veron, com dois belos gols e uma assistência para Willian. Danilo, outro novato, fechou a goleada.

O adversário do Palmeiras nas quartas de final da LIbertadores será o Libertad, do Paraguai, que venceu os dois confrontos contra o bolivianos, 3 a 1 em casa  e 2 a 0 na Bolívia.

*Fotos: twitter oficial do Palmeiras

abcpatrick_09


Tags: assu delfin libertadores patrick de paula show veron
A+ A-