FNF tem superávit de R$ 344 mil em 2019; o prejuízo fica mesmo com os clubes

Edmo Sinedino,

Vejo no blog do Marcel Rizzo, Uol, o balanço financeiro das federações. E no RN, a nossa FNF, comandada por José Vanildo desde 2007, nesse ano de 2019 apresentou um lucro menor, apenas R$ 344 mil. Mesmo assim, é muito dinheiro se comparado aos prejuízos dos clubes, todos, praticamente.

Se comparado ao ABC, por exemplo,  equipe que, ao lado do América, leva mais público aos estádios, e que tem apresentado balanços seguidos de déficit em suas contas, a gente chega a conclusão de que o clube é quem banca a FNF, e não o contrário, como deveria ser.

Veja abaixo:

Subsidiadas pela CBF, e na contramão de vários clubes, a maioria das federações estaduais de futebol apresentaram superávit em 2019. O faturamento de quase todas continua dependente da confederação brasileira, que envia anualmente um fixo de R$ 975 mil a cada federação, além de valores variáveis para que as entidades estaduais ajudem na organização de torneios nacionais e repassem dinheiro a clubes participantes das Séries C e D. [ x ] Das 27 federações, o blog não encontrou até a quinta (28) o balanço financeiro de 2019 de três: Maranhão, Mato Grosso e Amazonas — a legislação exige a divulgação dos números até 30 de abril. Das 24 restantes, 19 tiveram lucro no ano passado e apenas cinco prejuízo.


Tags: abc america blog fnf jose vanildo rizzo uol
A+ A-