Faz tempo, perdi a esperança na seleção de Tite

Edmo Sinedino,

Sinceramente, não tenho mais esperança na seleção de Tite, no trabalho dessa comissão técnica. Pensei, me enganei, que seria diferente. Mas a CBF só indica e contrata quem joga o "seu jogo", não adianta sonhar que seja diferente um dia.

Tite repete as mesmas convocações, com pouquíssimas mudanças, não aposta no novo, e no velho que continua, infelizmente, identificamos, de cara, a mesma falta de qualidade e objetividade que testemunhamos no fracasso da Copa do Mundo.

Eu estou cansado de Daniel Alves. Alexsandro, Coutinho, Firmimo, Jesus e Richarlison jogando errado, um time sem criatividade e sem posse de bola, ainda dependendo de um jogador que, se acha, e todo mundo está vendo, está caindo de rendimento a cada temporada. Neymar. Candei até de Neymar.

O cara que se diz merecedor de "tratamento diferenciado", que absurdo, não decide mais como antes. Está, como todo o time de Tite, previsível. Ainda é um diferenciado jogador, mas até quando e por quanto tempo durante uma partida de futebol?

O mais absurdo ainda é ver o treinador da seleção tirar os jogadores dos clubes que estão em competição, lutando pelo título, para ficar no banco vendo as mesmices de Coutinho, Firmino e outros. Nada de novo, nada diferente e o Brasil segue na contramão dos rivais que se renovam e realmente fazem testes de verdade em seus amistosos.


Tags: cbf coutinho mesmice neymar selecao tite
A+ A-