Em partida histórica, Flamengo e Vasco empatam de 4 a 4

Edmo Sinedino,

Um placar impensável. Muita gente pode ter cravado até mesmo o “4” do lado de cá, juntinho do nome Flamengo, mas nunca do lado de lá, do Vasco. Mas foi assim esse jogão histórico, 4 x 4, para fazer bater mais fortes os corações dos torcedores das duas maiores torcidas do Rio de Janeiro nesta quarta-feira, no Maracanã, em partida antecipada da 34ª rodada.

Uma partida de duas viradas, oito gols, 11 cartões, grandes jogadas e a emoção, garra, determinação se sobrepondo inclusive ao talento, tendo inclusive o normalíssimo estranhamento, empurra-empurra e começo de briga no final. Claro, evidente que o Vasco de Luxemburgo sai mais feliz e fortalecido do clássico, mas isso não quer dizer que o time de Jesus mereça menos aplauso.

Na verdade, a gente espera que o treinador vencedor Wanderley Luxemburgo tenha, de uma vez por todas, aprendido a lição e saiba valorizar essa nova chance que lhe caiu no colo por intermédio desse, até então, medíocre time do Vasco. E não é. Volto a repetir aqui: o mal do futebol do Brasil é falta de treinador.

Tenho certeza que outros clubes de péssima campanha do Brasileiro sofrem do mesmo mal: falta de um treinador que conheça, de verdade, a profissão e que não seja apenas mais um seguidor dos ensinamentos do Carlos Alberto Parreira do anti-jogo.

Quem sabe, Jesus, Luxemburgo, Renato Gaúcho, quiçá, outros possam entender de uma vez por todas que o torcedor espera de um espetáculo de futebol o que o Flamengo vem apresentando, o que apresentaram hoje o Flamengo e o Vasco no templo do futebol mundial.

Com o resultado, o Flamengo chega aos 78 pontos na liderança do Campeonato Brasileiro. Já o Vasco alcançou os 43. Na próxima rodada, o Rubro-Negro visita o Grêmio, domingo, em Porto Alegre. O Cruz-Maltino recebe o Goiás, na segunda-feira, no Rio de Janeiro.

Os gols foram de Bruno Henrique (2), Everton Ribeiro e Danilo Barcelos (contra) para o Fla; e de Marrony, Yago Pikachu, Marcos Júnior e Ribamar, aos 47 do segundo tempo, para o Vasco.

Público/Renda: 47.838 pagantes/52.757 presentes/R$ 3.061.381,00





Tags: empate flamengo marcos junior vasco
A+ A-