Eles roubam, não são presos e nem devolvem os milhões surrupiados

Edmo Sinedino,

havelange-e-teixeira300

Está no blog do Juca Kfouri, e repercutido no blog do Diógenes Dantas, a "saída à francesa" do Capo João Havelange (na foto ao lado do ex-genro Ricardo Teixeira).

Ele saiu da presidência de honra da Fifa para não ser expulso.

Foi assim também do COI.

E Juca fala dos vários livros escritos, biografias de pessoas como Havelange, como exemplo de grandes homens.

Grandes canalhas, na verdade, que usaram o futebol, o esporte para enriquecerem e formarem verdadeiras quadrilhas.

Depois de Havelange veio Ricardo Teixeira, e eu não sei, sinceramente, qual o pior dos dois.

E depois de Ricardão, expulso, que entregou o cargo para não ser preso, vem José da Medalhas...

E depois do Marin, apoiador da ditadura militar deve vir  Del Nero e sua turma ou mesmo o Andrés Sanchez, ex- manda-chuva do Corinthians.

O que fazer para mudar a cara enlameada do futebol do Brasil?

Eles vêm, como nuvens de gafanhoto, acabam com as plantações e nada acontece.

Havelange, Ricardo Teixeira bilionários, ladrões comprovados, mas fica tudo por isso mesmo.

Não tem cadeia e nem devolução do dinheiro surrupiado.

E eu fico lembrando aqui das fotos orgulhosas de políticos de nossa terra - José Agripino e Henrique Alves - ao lado do grande amigo Ricardo Teixeira.

Tags: fifa havelange presidente presos ricardo teixeira
A+ A-