Desde a chegada de Roberto Fernandes o América já trouxe sete reforços

Edmo Sinedino,

Desde que iniciei no jornalismo, isso já tem mais de 30 anos, sempre me posicionei contra o exagero de contratações. O América, desde a chegada de Roberto Fernandes, já trouxe mais sete reforços. Dois teriam sido antes do treinador.

Fico imaginando como será que está o clima no plantel, porque, por experiência, os atletas sabem que muitas vindas é sinal de algumas idas. Se está chegando mais gente para o plantel muito provavelmente acontecerão dispensas.

E isso deve estar preocupando principalmente atletas que era titulares absolutos com o Waguinho Dias, casos do Adriano Alves, Renan Luís e Wallace Pernambucano, entre outros. Após o clássico, seja qual for o resultado, deve acontecer alguns desligamentos.

A cada nova aquisição fico imaginando que a situação dos jovens valores, atletas como Juninho, Adílio e outros, dificilmente terão chances de continuar jogando. Os pobres clubes potiguares, entendo, não têm a condição de contratar tanto.

A impressão que tenho com treinadores que contratam muito, assim como Roberto Fernandes, sem desmerecimento, passa a impressão que procurar ter menos trabalho no aproveitamento e aprimoramento de talentos da base.

Sei bem que o América não é, hoje, propriamente, um celeiro de bons jogadores para serem trabalhados, mas se isso acontece é porque diretorias anteriores deixaram que bons valores deixassem o clube.


Tags: america contratacoes reforcos waguinho dias
A+ A-