Ceará volta a vencer o Bahia e conquista segundo título da Copa do Nordeste

Edmo Sinedino,

bicamep_09O Ceará sagrou-se bicampeão, invicto, da Copa do Nordeste (2015 e 2020) ao vencer o Bahia pela segunda vez, desta vez de 1 a 0, gol de Kleber, placar unificado, 4 a 1, pois venceu o primeiro duelo de 3 a 1. O tricolor baiano persegui seu tetracampeonato.

O responsável pelo gol do título, Kleber, certamente deve ter um salário pelo menos dez vezes inferior ao marrento e pouco produtivo Rafael Sóbis, contratado a peso de ouro. O menino de 23 anos vem do Barbalha e até as quartas de final da Copa esteve no banco nunca aproveitado, entrou nos jogos finais e marcou dois gols decisivos.

O Vozão teve três treinadores durante a competição (absurdo!) o Argel Fukcs, Enderson Moreira e Guto Ferreira. "Gordiola", como voltou a ser chamado o treinador, conquistou seu bicampeonato da competição, pois comandou o Bahia em 2017.

Personagens do jogo. O potiguar Rodriguinho, muito marcado, sem espaço, e sem ter com quem jogar, foi figura apagada na partida. Por outro lado, o velho conhecido Fabinho, que atuou no RN em Baraúnas, Alecrim e América, novamente fez grande partida, e se torna unanimidade junto do torcedor alvinegro.

E o jogo?

Pouco temos o que falar do jogo. Resumidíssima a vitória do Ceará. Um time bem arrumado que tinha uma definição de como jogaria toda a partida. Fechado, tirando os espaços do adversário e apostando nos contra-ataques de jogadores velozes e com bom aproveitamento. O Bahia sempre teve mais posse de bola, mas não achou os espaços para furar o bem armado bloqueio. Não teve nada da besteira de "nó tático", vi um bobo na transmissão dizer que Guto Ferreira merecia ser escolhido o craque do torneio. Futebol, bobagem. Até dias desses ele ainda esteve meio ameaçado.

Ranking

No ranking de títulos da Copa do Nordeste, o Vitória segue no topo, com quatro troféus, e sabe o motivo? Foi no tempo em que o Leão apostou num grande trabalho de revelação de valores que lhe rendeu dividendos históricos. 

Logo em seguida vêm Sport e Bahia, com três cada. O Ceará vem na sequência, com dois títulos. No Rio Grande do Norte, apenas o América tem um título, em 1998. O ABC foi vice-campeão em 2010.

Veja abaixo todos os cCampeões da Copa do Nordeste

Títulos da Copa do Nordeste (por clube)

TimeTítulos

Vitória4 (1997, 1999, 2003 e 2010)

Sport3 (1994, 2000 e 2014)

Bahia3 (2001, 2002 e 2017)

Ceará2 (2015 e 2020)

América-RN1 (1998)

Campinense1 (2013)

Santa Cruz1 (2016)

Sampaio Corrêa1 (2018)

Fortaleza1 (2019)


Tags: bahia ceara copa do nordeste kleber sobis
A+ A-