Brasileiro: Vasco e Flu vencem; Flamengo decepciona, mas Botafogo não merecia perder

Edmo Sinedino,

Essa semana, em casa, assisti o repeteco, quase completo, do Fla x Flu. Que decepção.; Diria, no entanto, que já esperava e sabemo motivo? Essa história de rodízio, invenção que, para mim, só traz prejuízos, e quem me acompanha, e tem boa memória, vai se lembrar das muitas vezes que posicionei contra essa prática.

Estava justamente comentando a decepção com o Flamengo, com meu colega de rádio 96, Tom Araújo, listando as diferenças do Flamengo de Domenec para o de Jesus. Menos intensidade, criatividade, precisão nas conclusões e, principalmente, notadamente, bem menos entrosamento. 

Esse tal de rodízio nunca deu certo em canto algum. Poucos minutos depois do meu papo com Tom nos estúdios da rádio fiquei sabendo do resultado da derrota para o Ceará, 2 a 0. Corri para ver a escalação do Flamengo. Dome escalou a defesa sem Rodrigo Caio, o melhor de todos, Renê no lugar de Filipe; entrou com dois volantes - Maia e Arão - sem Gerson, Michael e Gabigol.

Nunca escalaria esse Flamengo. Se o técnico espanhol não abrir do olho, acho até que isso já está acontecendo, os adversário vão perder o respeito pelo rubro-negro, vão encarar o duelo como uma partida qualquer, aliás, como vem acontecendo em quase todos os jogos, em que não tem como se fazer uma aposta segura sobre o favorito. Niveladíssimo por baixo.

Rodízio nunca deu bons resultados. Lembro de um América comandado por um treineiro, acho que o Macuglia, o time desandou; lembro mais em cima, do Grêmio de Renato Gáucho, ano passado, priorizado competições, fazendo dois times, perdeu todos os torneios e por fim, o exemplo mais d elite ainda: o Real de Zidade. Esse ano, não efetivou os melhores, não manteve Vinícius Júnior e Rodrygo, perdeu tudo de importante.

O Domnec precisa abrir do olho. Nem mesmo o seu elenco de tantas opções pode se dar ao luxo de fazer tantas mudanças. E tem outra coisa super importante nisso tudo: os atletas não suportam essa história de, supostamente, serem poupados.

Brasileiro

Na rodada de número 10 teve clássico em Curitiba. Vitória de 1 a 0 do Furacão, que não vencia a sete rodadas.

Com o resultado, o Athletico respira no Campeonato Brasileiro e sai da zona de rebaixamento. O Furacão vai a 11 pontos, provisoriamente na 10ª posição na tabela. O Coxa segue no Z-4, estacionado com oito pontos.

---------

O clássico Sansão terminou empatado, 2 a 2, e foi muito movimentado. O tricolor abriu o placar, o Santos empatou, São Paulo na frente e falha do goleiro Volppi, gol de Marinho, empate finaL.

O empate leva o Santos aos 15 pontos, ainda rondando o G-4 do Brasileirão, mas sem entrar nele. O São Paulo vai a 18 e perde a chance de igualar a pontuação do Inter, que não pontuou na rodada.

-------

Olha o Atlético/GO do Edson. Bateu o Bahia em Pituaçu, 1 a 0, gol do goleiro Jean. Ele bateu falta, a bola bateu na barreira e voltou para ele encher o pé e marcar. Lei do ex em campo.

Com o resultado, o Dragão pulou para a 11ª colocação com 12 pontos ganhos, enquanto o Bahia se aproxima da zona de rebaixamento com 9 pontos conquistados.

-------

O Fluminense se recupera vencendo o Corinthias de 2 a 1. Dois gols de Nenê (veja o nível do nosso futebol, o meia que anda em campo já marcou 17 gols na temporada, muitos de bola parada), descontando Matheus Vital para o Timão que estreou o Coelho no comando interino.

Não que eu pegue no pé no meia, mas vi os melhores momentos e ele não participou de nenhum bom lance, mas foi escolhido pelos comentaristas como melhor em campo. Futebol louco.

A vitória leva o Fluminense aos 14 pontos, respirando no campeonato e podendo sonhar com posições melhores. O Corinthians continua com nove, perto do Z-4. 

------

O Grêmio, mesmo jogando em casa, não conseguiu vence o Fortaleza, a partida terminou 1 a 1, gols de Diego Souza (ex em atividade) para o Grêmio, e Osvaldo, para o Leão do Pici.

Com o empate, os dois times seguem no meio da tabela do Brasileirão, ambos com 12 pontos. O Fortaleza tem três vitórias e leva vantagem nos critérios de desempate. É o nono colocado, uma posição à frente do Grêmio, em 10º. Clique e confira a tabela completa do Brasileirão.

------

O Atlético Mineiro venceu o Bragantino no finalzinho, 2 a 1, gol salvador de Savarino. Réver  marcou o primeiro. Alerrandro, cria do Galo, descontou para os paulistas.

Com o resultado, o time mineiro foi a 18 pontos, na vice-liderança, com um jogo a menos que o Internacional que tem 20. O Massa Bruta caiu para a última colocação, com apenas sete pontos.

-------

O Ceará venceu o Flamengo de 2 a 0, gols de Luís Otávio e Charles. Já falei da partida acima. O rubro-negro é quinto colocado, com 17 pontos, o Vovô é 9º, com 13, à frente do rival Fortaleza.

---------

O Goiás tenta superar a crise e volta a vencer. E foi de forma incrível. Bateu o líder do campeonato com um jogador a menos desde o 3 minutos do primeiro tempo, Jeferson foi expulso. Um feito. O gol da vitória foi marcado por Vinícius.

Com o triunfo, o Goiás deixa a lanterna do Brasileirão: chega a oito pontos e ocupa a 18ª colocação, com dois jogos a menos. O Inter segue na liderança, com 20 pontos.

------

O Palmeiras deixou escapar a chance de assumir a vice-liderança, cedendo empate ao Sport de Recife dentro de casa. O Leão saiu na frente, gol de Maidana, Zé Rafael empatou e William virou, mas Mugni empatou e o Verdão não teve forças para voltar à frente do placar.

Com 17 pontos e ainda sem perder no Brasileirão, o Palmeiras está na sexta colocação. O Sport, com 11, aparece na 14ª colocação.

--------

Gente, esse povo da imprensa, não sei. Medo de dizer que um time não merecia perder. Por quê? Foi assim no Engenhão, uma tremenda injustiça no placar. O Botafogo fez muito mais que o Vasco, criou situações de gols, chutou, perdeu gols e ainda teve na escalação sua o fraco Diego Cavalieri que, certamente, fez a diferença. Dos três gols do Vasco, diria, pelo menos dois absolutamente defensáveis. 

Os gols do jogo foram marcados Ribamar, Igor Catatau e Cano para o time da Cruz de Malta. Matheus Babi duas vezes para o Fogão. Babi foi o craque do jogo, não só pelos gols; Fernando Miguel salvou o Vasco. Um grande duelo, quase como nos velhos tempos. Esse anos, quase aposto, os dois não lutam contra o rebaixamento, mesmo o Bota estando nas proximidades. O time tem potencial.

Com a vitória, o Vasco tomou a quarta posição do Flamengo, 17 pontos, um jogo a menos e melhor saldo de gols. O Botafogo continua mal, entrando na zona de degola, com apenas 9 pontos.


Tags: botafogo flamengo fluminense vasco
A+ A-