Brasil passa aperto, mas consegue vencer a Venezuela e manter 100% de aproveitamento

Edmo Sinedino,

Quando fez a aposta de jogar realmente no ataque. Quando entrou jogadores que não têm medo de levar para cima, de tentar as jogadas verticais - Raphinha e Vinícius Júnior - o Brasil venceu. Que sirva de exemplo para Tite. Ainda ficou evidente a dependência por Neymar. Que ele volte bem contra a Colômbia, domingo, mas que Tite deixe em campo jogadores verticais.

Abaixo:

O Brasil viajou até a Venezuela para manter o aproveitamento de 100% nas eliminatórias para a Copa do Mundo. Nesta quinta-feira (7), o time sofreu, mas venceu de virada por 3 a 1, com gols de Marquinhos, Gabigol e Antony.

O primeiro tempo começou com sinais de que a seleção não teria dificuldades. Aos 11 minutos, porém, Soteldo cruzou para a área, Fabinho e Marquinhos escorregaram e Eric Ramírez marcou de cabeça.

Na primeira etapa, o grande lance brasileiro veio dos pés de Everton Ribeiro, que invadiu a área pela esquerda e chutou firme, mas, com desvio, a bola parou no travessão.

No início da segunda etapa, Thiago Silva chegou a empatar o duelo de cabeça, mas um impedimento foi assinalado no lance e o gol, anulado.

Aos 25 minutos, porém, em cobrança de escanteio de Raphinha, Marquinhos subiu mais do que toda a defesa adversária para testar para o fundo da rede, empatando o duelo.

Já nos minutos finais, Raphinha e Vinicius Jr fizeram boa jogada, e Gabigol foi derrubado na área, sofrendo pênalti. O camisa 21 cobrou e converteu, virando o placar.

O Brasil chega a 27 pontos na liderança das eliminatórias. A Venezuela, por sua vez, segue na lanterna e com quatro pontos no total.

No domingo (10), as duas seleções disputam partida adiada da 5ª rodada. O Brasil visita a Colômbia, enquanto a Venezuela recebe o Equador.

*Com ESPN

Tags: brasil gabigol marquinhos raphinha
A+ A-