Atlético Mineiro se mantém na liderança; Corinthians se complica

Edmo Sinedino,

 A rodada do Brasileiro. Ontem, nem comentei, muita coisa acumulada, preferi dar destaque ao nosso futebol. O Flamengo bateu o Vasco de virada. Mesmo levando em consideração os desfalques, e tudo, devo dizer que o rubro-negro não é sombra da equipe do ano passado. Quem sabe ainda se ajuste mais um pouco.

No clássico, o São Paulo bateu o Palmeiras de Luxemburgo de 2 a 0, quebrando um tabu que durava oito jogos, pela primeira vez o tricolor triunfou sobre o rival em seu campo. Bom para Diniz, ruim para Luxemba.

O Fortaleza conseguiu manter a invencibilidade, agora são oito jogos, cinco empates e três vitórias, ao ficar no zero diante do Coritiba, no Couto Pereira, por, talvez, possa ser considerado um bom resultado. Primeiro tempo de um, Fortaleza, segundo tempo do outro, Coxa. Ataques desperdiçaram boas chances, tudo igual, sem gols.

Ainda no sábado, dificilmente veríamos um filme diferente, jogando em casa, o Galo passou fácil pelo Goiás, 3 a 0, somando agora 30 pontos e se mantendo na liderança isolada do Brasileiro.

No domingo, o Fluminense, com um gol de pênalti, revisado pelo VAR, bateu o Bahia de 1 a 0, gol de Nenê. O treinador Mano Menezes reclamou muito da arbitragem, assim como seus jogadores.

O Santos venceu o Grêmio na Vila com dois gols de pênalti, ambos cobrados pelo destaque do time, o atacante Marinho. Diego Souza descontou para o Imortal.

Numa partida em que esteve com um homem a menos desde os sete minutos do segundo tempo, o Botafogo venceu o Sport de Recife, na Ilha, confirmando o que parece ser o início de boa recuperação. Honda e Caio Alexandre marcaram para o Fogão,  Thiago Neves descontou.

O Atlético de Wagner Mancini (deve acertar com o Corinthians), que considero um dos melhores treinadores do Brasil, após sequência ruim de cinco jogos, voltou a vencer. 2 a 1 sobre o Bragantino, atuando em seus domínios. Janderson e Matheusinho, nos acréscimos, marcaram para o Dragão, Claudinho descontou para o Massa Bruta.

O Inter venceu, às duras penas, passando sufoco até o final, a equipe do Athletico/PR, 2 a 1, gols  de Thiago Galhardo e Abel Hernandéz. Renato Kayzer descontou. A maior figura em campo foi o goleiro Marcelo Lomba.

Em falhas dos goleiros, Pras no primeiro tempo, gol de Leo Natel,  Cássio no segundo tempo, cometendo pênalti após saída errada, além do gol contra do zagueiro Gil, o Timão perdeu para Ceará de 2 a1, vê sua situação se complicar chegando perto da zona de rebaixamento.

Atlético Mineiro, Internacional, Flamengo e São Paulo são os quatro primeiros. Fluminense e Santos completam a zona de Libertadores. Na zona de degola, Bahia, Coritiba, Bragantino e Goiás.


Tags: botafogo brasileiro flamengo galo mancini rodada
A+ A-