As lições de Keisuke Honda

Edmo Sinedino,

honda_09O tipo de ação que me causa arrepios. O cara está há apenas seis meses no Brasil e já fez coisas mais importantes que quase todos os famosos ricos jogadores brasileiros em toda suas vidas.

E a gente sabe que não é marketing barato, combinado, para conseguir admiradores ou vantagem, não. É consciência de cidadão, mesmo tendo nascido a milhares e milhares de quilômetros de nós, mas sabedor de nossas desigualdades, absurdos governamentais e pouco caso dos que podem.

Esse tipo de atitude me emociona, confesso, pois me entristeço todos os dias ao ver os interesses que movem Neymar, Ronaldo Nazário, Ronaldinho Gaúcho, Felipe Melo e tatos outros caras que poderiam fazer muito pela sua gente, mas não estão nem aí para o que acontece no Brasil.

Em todas as entrevistas desde que chegou ao Botafogo, o craque japonês mostrava sua preocupação com o próximo e com as condições de vida do povo mais humilde do Brasil.

Veja abaixo:

Com o objetivo de ajudar pessoas em tempos difíceis devido à pandemia do coronavírus, Keisuke Honda anunciou neste domingo uma ação solidária que fará por meio de seu perfil no Instagram. O jogador do Botafogo vai doar R$ 500 diariamente até o fim desse ano para um de seus seguidores brasileiros.

- Para participar, você deve me mandar uma mensagem direta no Instagram dizendo o que você faria com esse dinheiro. Vou selecionar as melhores ideias. Infelizmente, não poderei ajudar todos vocês, mas entendam a importância desses três conceitos: educação, crescimento e solidariedade - explicou o meia japonês.

"Estou aqui para criar oportunidades a todos, dar esperança e abrir portas".

Desde que chegou ao Brasil, o japonês se mostrou preocupado com questões sociais e, principalmente, com o acesso de crianças à educação. Ao ge, Honda disse que pretende criar um projeto voltado para jovens no país, mas ainda estuda como colocar em prática.

*Com GE

**Foto: Vítor Silva/Botafogo

Tags: ajudar cidadao felipe melo honda japones neymar
A+ A-