Os absurdos horários da CBF manobrada pela "Toda Poderosa"

Edmo Sinedino,

Quando não é 8 é 800. Essa CBF! E o pior é que ninguém pode fazer nada.

Quando é para o torcedor chegar em casa só no dia seguinte, é cedo demais, não dando tempo de chegar no estádio ao sair do trabalho.

Ela manda, e as tevês mandam nela.

Sei que o futebol nacional segue sem vergonha na cara e comandada por quem quer ver o povo, as torcidas, longes dos estádios.

Isso está na cara, mas ninguém, ninguém tem coragem de tomar uma atitude, chutar o "pau da barraca".

Mudança

A primeira partida entre América e Atlético Paranaense, pela segunda fase da Copa do Brasil, teve seu horário alterado para atender à grade de programação televisiva.O jogo, que será realizado no dia 09 de maio, no Estádio Nazarenão, em Goianinha, estava anteriormente previsto para iniciar às 21h50, porém, foi antecipado e começará às 19h30.


ABC só vai para a CN se o América vencer o Potiguar

Edmo Sinedino,
Para esclarecer todas as dúvidas, vejam quem já se garantiu em competições para o ano vindouro.

Competições conquistadas pelos clubes do RN após finalização das 14 rodadas do segundo turno:

América – Copa do Brasil 2014 e Copa do Nordeste 2014 por ter conquistado a Copa RN equivalente ao primeiro turno do Campeonato Potiguar Chevrolet 2013.

Potiguar de Mossoró – Campeonato Brasileiro da Série D por ter atingido a maior pontuação em toda a competição. Incluindo-se a pontuação obtida na Fase inicial (sem as participações de ABC e América), Copa RN (Primeiro Turno) e Taça Cidade Natal (Segundo Turno).

O Potiguar conquistou também a vaga para a Copa do Brasil 2014 por ter sido o segundo colocado da fase inicial do certame (sem as participações de ABC e América).

ABC FC – Copa do Brasil 2014 por ter somado pontuação suficiente no segundo turno. Copa RN + Taça Cidade Natal. O alvinegro só pode ser ultrapassado pelo próprio Potiguar que joga as finais do segundo turno com o América, mas a equipe mossoroense já tem a vaga conquistada na fase inicial. O América que somou a maior pontuação já garantiu vaga na Copa RN.

Ainda se disputa no Campeonato Potiguar Chevrolet 2013 o título da Taça Natal, equivalente ao segundo turno, o título de Campeão Estadual 2013 e uma vaga na Copa do Nordeste 2013.



Atuações do América: Dida foi o melhor em campo

Edmo Sinedino,

Atuações do América na vitória sobre o Alecrim de 2 a 1, de virada, na tarde-noite desta quarta-feira (1), Dia do Trabalhador.

Dida – Melhor jogador em campo. Fez defesas espetaculares, e outras de colocação. A cada dia cresce nos fundamentos que nomalmente falhava. Nota 8,5.

Norberto – Teve boa atuação, mas a jogada “avalanche” pela direita não funcionou tão bem hoje. Nota 7.

Índio – Não cometeu pecados, teve uma atuação discreta e segura, como vem sendo nos últimos jogos. Nota 7.

Edson Rocha – Sempre muito seguro, o capitão do time rubro foi muito bem e passou por maus bocados por conta da falta de proteção do meio-campo no jogo desta quarta. Nota 7,5.

Renatinho – Bem no apoio, mas teve sua porta fechada no primeiro tempo por uma marcação setorizada. Seu lado estava vulnerável na marcação, não por sua culpa. Melhorou no segundo tempo, fez boas jogadas de gol, mas que não deram em nada. Nota 7,5.

Daniel –Seguro, primordial no desarme e na saída para o jogo, mas o setor falhou, não individualmente, mas no setor. Nota 7,5.

Felipe Macena – Individualmente foi muito bem, mas acabou saindo do jogo, “pagando o pato” pelo mau desempenho do setor de marcação. Nota 7.

Fabinho – Uma das poucas atuações sem brilho do meiocampista do América. Mas correu e lutou como sempre. Nota 6,5.

Cascata – Foi o autor dos dois passes dos gols, isso já daria uma boa nota, mas a gente sempre espera mais dele. Nota 7.

Itamar – Presente na área, às vezes peca, repito, por preciosismo, mas esteve sempre perto de marcar, e foi autor do gol de empate. Nota 8.

Índio Oliveira – Fez um mal primeiro tempo, errou quase tudo, mas melhorou no segundo ao mudar um pouco sua função. Nota 6.

Tiago Adan – Entrou bem, mostrou disposição e marcou o gol da vitória. Nota 7.

Jorge Santos – Não deu tempo de mostrar nada. Sem nota.

Bruno – Não entrou “dando o gás” como sempre faz. Sem nota.

Alecrim

No Alecrim, destaque para o atacante Felipe Moreira e a dupla de zafga formada por Bruno Recife e Robson que estiveram muito bem na partida.


O drama do goleiro Dida

Edmo Sinedino,

Futebol é muita dureza mesmo.

Só sabe quem está ou esteve lá dentro.

Hoje, enquanto seu time lutava para chegar á final de um turno, o goleiro Dida não podia perder a concentração, e não perdeu, mesmo com sua mãe hospitalizada.

Depois do jogo, em entrevista ao repórter Chico Inácio, Dida falou de seu drama, de sua dor.

Uma certa vez, ano de 1980, jogando no Alecrim Futebol Clube, faleceu meu pai, e tive que ouvir da boca de um treineiro (que já faleceu), secamente, “ a vida continua, vamos para o jogo”.

Estamos todos na corrente de orações pela recuperação da mãe do goleiro Dida para que ela possa vibrar com o sucesso de seu filho em Natal.

Sorte para a mãe e para esse menino batalhador, que não faz média com imprensa e já se tornou um grande nome do time rubro.

Hoje, coincidentemente, foi o melhor em campo na minha avaliação.



Thiaguinho e Renato não podem enfentar o Sport

Edmo Sinedino,

Vejam a situação do ABC. Pobre técnico Paulo Porto!

Já não bastassem as contusões, suspensões, demissões e outros “ões” dos ABC, na Copa do Brasil, para completar, ele não conta com seus dois alas.

Aliás, dois de seus melhores valores.

Ambos – Renato e Thiaguinho – emprestados pelo Sport estão fora da partida da Copa do Brasil da semana vindoura.

Cláusula contratual os impede de enfentar o ex-clube.

E eu pegunto: Paulo Porto vai colocar quem em campo?

Quem são as opções? Bileu, Edson se estiver recuperado, não estará, Raulen, que não se recupera nunca...

Vai ter que deslocar Vinícius para a direita, entrando com Mael e Leandro Cardoso.

Uma coisa...

Quando indagado da urgência urgentíssima por reforços, o professor até sorriu.

Realmente, a situação do clube alvinegro não é fácil.

E ainda vai ter que jogar longe de seu torcedor...



Massagista do Potiguar impede atendimento médico a jogador

Edmo Sinedino,

Os absurdos do futebol potiguar.

O médico Aelson Moacir, ex-jogador de futebol, e um dos mais conceituados profissionais da medicina de nosso Estado, passou por situação inusitada hoje.

Ele foi a Santa Cruz, a serviço da FNF, para atender os jogadores de Santa Cruz e Potiguart, evitando o vexame de ver uma equipe profissional sem um médico.

Lá pelas tantas, um jogador do Potiguar se machucou seriamente, um corte na cabeça e, evidente, precisava de atendimento.

E o doutor Moacir estava lá para isso. Foi atendeu o rapaz, mas o massagista, acreditem, o massagista do Potiguar não deixou.

Onde nós estamos?

Ele queria porque queria que o jogador fosse levado para a ambulância, e por mais que o médico da FNF tentasse explicar a necessidade do socorro, ele continuava irredutível.

Minha gente, futebol é coisa para profissionais. Esses atos de amadorismo precisam acabar, sob pena de ser o nosso futebol a correr riscos de sucumbir.



América joga mal, mas consegue vencer o Alecrim de virada

Edmo Sinedino,

O América deu mole. E todo mundo sabe que não se pode facilitar no futebol.

A coisa quase se complica.

A vitória veio de virada sobre o Alecrim, às duras penas, no Nazarenão.

O time rubro teve sorte no primeiro tempo.

Depois de um começo promissor, o time rubro passou a errar muito no quesito marcação e posicionamento, e tomou um gol.

A defesa e o meio-campo de Roberto Fernandes não conseguiam parar os contra-ataques rápidos, armados por Rui Cabeção, se utilizando de Gilberto Matuto e Felipe Moreira.

O Alecrim marcou seu gol –Felipe Moreira – e ainda teve pelo menos mais duas chances claras de ampliar.

O América só forçava de forma desordenada e parava no bom bloqueio dos zagueiros Bruno Recife e Robson que, finalmente, no final do campeonato, infelizmente, se acertaram.

O primeiro tempo terminou 1 a 0 para o Alecrim, placar injusto, cabia e merecia mais.

Na volta para o segundo tempo, Roberto Fernandes mudou. Felipe Macena deu lugar a Tiago Adan.

Mais força de ataque, com reposicionamento. Índio Oliveira tinha a missão de recompor e ajudar Renatinho, enquanto que Daniel era o volante centralizado.

Quando tinha a bola, o América descia com Norberto-Fabinho-Cascata pela direita ou Renatinho-Índio Oliveira – Cascata pelo lado esquerdo.

O América não passou a fazer uma grande partida, mas não dava mais tantas chances ao adversário.

Os gols saíram mais na base do “vai que dá” que propriamente jogadas organizadas como costuma ser o time de Roberto Fernandes.

O primeiro, de Itamar, de cabeça, após jogada batida de bola parada, e bem, por Cascata.

O segundo gol, já aos 38 minutos, com Tiago Adan, aproveitando meio atabalhoadamente outra levantada de bola de Cascata.

E assim foi.

O América faz a final contra o Potiguar, mas deve levar como lição essa partida e não vacilar contra o Time Príncipe de Mossoró.



A arbitragem completa da última rodada

Edmo Sinedino,

Foto: apitopotiguar

italo2_09

O tão falado fator arbitragem.

Sempre motivo de discussões. Teve o trololó do jogo Potiguar x América, coincidentemente o mesmo Lenilson de Lima marcou o pênalti, considerado inexistente pelos mossoroenses, deixou de marcar a favor do Alecrim, domingo.

Depois vieram tantas outras polêmicas. O carecão Héber Roberto Lopes, com toda banca passou por aqui e deixou de marcar duas penalidades claríssimas no clássico.

Mas, de longe, o erro mais comentado foi do assistente Belchior Ferreira, que anulou goi legítimo do ABC contra o Baraúnas.

Esses dois pontos estão sendo determinantes na fase decisiva. Gente, vamos esquecer isso. O ABC perdeu outros pontos ao longo da jornada.

Mas é assim, o pau sempre se quebra do lado mais fraco.

Bom, esse arrodeio todo foi para divulgar a arbitragem completa da última rodada da Taça Cidade de Natal.

Baraúnas x Coríntians, que todo acredita ser “barbada” para o Baru será dirigida por Emanuel Eduardo Marinho, auxiliado por Carlos Roberto Gomes da Silva e Edilene Freire da Silva. Valdick Leão de Oliveira é o quarto árbitro.

O careca Flávio Roberto Sales de Lima apita ASSU x ABC, assistido por Ubiratan Bruno Viana e Aldeilma Luzia, para mim os nossos melhores. Tarcísio Flores será o quarto árbitro.

América x Alecrim, Nazarenão,  terá o comando Ítalo Medeiros (foto), para mim o melhor do Estadual, assistido por Flávio Gomes Barroca e Vinícius Melo. Os dois são muito bons. O quarto na escala será Tarso Rocha Lula Pereira.

E por fim, Santa Cruz x Potiguar de Mossoró, que terá como árbitro central Leandro Saraiva Dantas, assistido pelo experiente Luiz Carlos Câmara Bezerra e Gilvânia Dantas da Silva. O quarto árbitro será Josenildo Lopes da Silva.

Vocês notaram que as nossas três assistentes vão trabalhar na rodada?

Isso é legal. Fim do preconceito mesmo.


de Manés e Joãos...

Edmo Sinedino,

mane_09

Esse poema eu copiei do blog do Juca Kfouri. Espero que ele e o Antônio não se importem.

É que é eu sou do time dos que reverenciam Mané e tem ojeriza a certos Joãos, Ricardos, Josephs, Euricos, Nilsons, Pios...

Veja abaixo:

POR ANTONIO COELHO*

João nunca chutou uma bola, enquanto dava olé o Mané.

Por que então João é o nome do estádio, por que ele não se chama Mané?

João driblava a lei. Os Joãos, driblava o Mané.

Por que então João é o nome do estádio, por que ele não se chama Mané?

João no tapete vermelho pisava. No verde, pisava o Mané.

Por que então João é o nome do estádio, por que ele não se chama Mané?

João enchia os bolsos. Os estádios, enchia o Mané.

Por que então João é o nome do estádio, se até o juiz aplaudia o Mané?

*Antonio Coelho torce para que um dia o Engenhão deixe de se chamar estádio João Havelange.


ABC x América de master no Dia do Trabalho em Felipe Camarão

Edmo Sinedino,

Um especial Dia do Trabalhador em Felipe Camarão.

Uma apresentação dos ex-craques de ABC x América, começando às 15h, no belo e organizado campo do Centro Desportivo do Bairro de Felipe Camarão.

Serão homenageados o vereador Chagas Catarino, o ex-atleta Romildo Freire, entre outros. No mesmo evento vai ser realizado um bingo e a renda toda revertida para ajuda aos ex-atletas que estão em dificuldade.

Os brinde serão bolas doadas pela FNF, do presidente José Vanildo da Silva, camisas do ABC doadas pela direção do clube, e camisas do América doadas pelo desportista Dudu, da ERK.

Uma ação belíssima para homenagear o trabalhador brasileiro de uma forma geral, abraçar e homenagear o trabalhador do Bairro de Felipe Camarão.

Uma iniciativa de pessoas que estão interessadas de verdade em ajudar os ex-atletas abandonados.

Não sei se a AGAP/RN – Associação de Garantia do Ex-atleta Profissional faz parte deste evento, está ajudando, de alguma forma, a realizar a homenagem.

O que seria, absolutamente necessário que o fizesse.



Eles roubam, não são presos e nem devolvem os milhões surrupiados

Edmo Sinedino,

havelange-e-teixeira300

Está no blog do Juca Kfouri, e repercutido no blog do Diógenes Dantas, a "saída à francesa" do Capo João Havelange (na foto ao lado do ex-genro Ricardo Teixeira).

Ele saiu da presidência de honra da Fifa para não ser expulso.

Foi assim também do COI.

E Juca fala dos vários livros escritos, biografias de pessoas como Havelange, como exemplo de grandes homens.

Grandes canalhas, na verdade, que usaram o futebol, o esporte para enriquecerem e formarem verdadeiras quadrilhas.

Depois de Havelange veio Ricardo Teixeira, e eu não sei, sinceramente, qual o pior dos dois.

E depois de Ricardão, expulso, que entregou o cargo para não ser preso, vem José da Medalhas...

E depois do Marin, apoiador da ditadura militar deve vir  Del Nero e sua turma ou mesmo o Andrés Sanchez, ex- manda-chuva do Corinthians.

O que fazer para mudar a cara enlameada do futebol do Brasil?

Eles vêm, como nuvens de gafanhoto, acabam com as plantações e nada acontece.

Havelange, Ricardo Teixeira bilionários, ladrões comprovados, mas fica tudo por isso mesmo.

Não tem cadeia e nem devolução do dinheiro surrupiado.

E eu fico lembrando aqui das fotos orgulhosas de políticos de nossa terra - José Agripino e Henrique Alves - ao lado do grande amigo Ricardo Teixeira.


O técnico Roberto Fernandes, é certo, tem bem mais opções

Edmo Sinedino,

A situação no América é bem mais tranqüila.

A gente sabe, porém, que no futebol isso não existe.

Cada dia você tem que vencer mais um desafio, pois a vitória de ontem nada vale.

O América estava sossegado, poderia ter garantido vaga no jogo contra o ASSU, mas não o fez.

Agora, na última rodada, tem a mesma missão dos demais. Vencer para não correr riscos.

De vantagem, no time, o fato do técnico contar com um elenco maior e para esta partida a volta de jogadores importantes.

Cascata, Itamar, Norberto e Fabinho. Pilares de sustentação, sem exagero, dessa boa equipe.

Não é garantia de vitória, de conquista, mas são jogadores confiáveis e já provaram isso.

O América é favorito.  É sim, mas o Alecrim tem feito bons jogos nos clássicos.

O treinador rubro não terá Netinho e Ricardo Baiano, e se dá ao luxo de ter opções como Renatinho Potiguar, se precisar de um meia e Bruno para essa ala.

Para a vaga de Ricardo Baiano ele tem Gersimar, Felipe Macena, que tem entrando sempre muito bem, além de Ewerton.

E também pode optar por Daniel fazendo a função.

Essa é a vantagem, considerável do time rubro na reta final da competição.



Bira Marques continua vice de futebol do ABC

Edmo Sinedino,

Menos mal.

Bira Marques permanece como vice de futebol do ABC.

Nessa reta final de competição, a notícia da carta com o pedido de afastamento abalou muito o clube.

Mas, depois de reunião com os principais conselheiros alvinegros, e com o presidente Rubens Guilherme, Bira reconsiderou.

Uma decisão que foi recebida com muita alegria por todos no clube.




A difícil situação do treinador Paulo Porto

Edmo Sinedino,

Uma situação difícil essa do treinador Paulo Porto.

Além da obrigação natural de vencer a partida, e ainda ter que esperar por combinações de resultados, quebra a cabeça com desfalques.

Não jogam Thiaguinho e Leandro Cardoso, suspensos, e Rodrigo Silva, machucado. Eles se juntam aos “time” do estaleiro formado por Flávio Boaventura, Raulen, Alexandre, Rafael e Edson.

O treinador vai ter que mudar peças e o esquema. Certamente, sem Leandro Cardoso, e com puçás opções, vai no 4-4-2.

Renato deve entrar naturalmente na vaga de Thiaguinho, enquanto Júnior deve formar dupla de ataque com Vanderlei, que entrou muito bem contra o Alecrim.

O meio-campo deve voltar a ter dois jogadores na criação – Júnior Xuxa e Jean Carioca – com Bileu e Leandro Santos na pegada.

Não tem outras opções.



Paulo porto, provavelmente, vai sair do 3-5-2 para o 4-4-2

Edmo Sinedino,

É bem provável que o técnico Paulo Porto mude o esquema de jogo do ABC para a partida decisiva contra o ASSU.

Ainda sem pode contar com Alexandre, dificilmente o treinador vai repetir a escalação do garoto Marcílio.

Acho que ele vai abrir Lino para a ala-lateral, que sabe colocando Renato na direita e passando Thiaguinho para o meio-campo.

Ou simplesmente fazendo a opção que fez no primeiro momento, diante do Alecrim, com Vanderlei no ataque ao lado de Rodrigo Silva logo de começo.

Leandro Santos saiu machuacado, mas não parece ser problema para o jogo. Assim como Bileu que, todos sabem, está jogando no sacrifício.

É a última cartada do ABC no segundo turno.

Acho que toda forma de tornar o time mais ofensivo, mais criativo vale a pena.

As opções de formação: Lopes, Thiaguinho, Leandro Cardoso, Vinícius e Lino; Leandro Santos, Bileu, Júnior Xuxa e Jean Carioca; Vanderlei e Rodrigo Silva.

Ou ainda: Lopes, Renato, Leandro Cardoso, Vinícius e Lino; Bileu, Leandro Santos, Thiaguinho e Júnior Xuxa; Rodrigo Silva e Jean Carioca.

Essa última formação menos provável.

Mas não deixa de ser uma boa opção para se ter uma jogada muito forte pela direita com Thiaguinho, Renato e Jena Carioca.



Taiberson deixa o América; não vai fazer falta nenhuma

Edmo Sinedino,

Taiberson deixou o América.

Contrato rescindido, e o atacante foi embora.

A notícia é que o Atlético/PR pediu ele de volta. Não acredito.

Atacante fraco, sem recurso, sem velocidade e sem qualidade de "matador".

Isso nos faz lembrar o péssimo negócio que o América. Minha nosssa!

Taiberson e Tiago Adan, o empréstimos destes limitados jogadores, por 70% do passe de um jogador que é promessa.

Não dá para entender.




Itamar e Norberto são liberados pelo DM; Netinho continua fora

Edmo Sinedino,

O técnico Roberto Fernandes recebeu boa notícia do departamento médico do clube.

Itamar e Norberto estão recuperados, e prontos para enfrentar o Alecrim.

Apenas o meia Netinho permanece em tratamento.

Portanto, para a partida decisiva desta quarta-feira, apenas Ricardo Baiano, cumprindo suspensão, está fora.

Além de Netinho, claro.

O time rubro deve ser Dida, Norberto, Índio, Edson Rocha e Renatinho; Felipe Macena (Ewerton), Daniel, Fabinho e Cascata; Itamar e Índio Oliveira.




Foi pênalti claro sobre Renan Marques

Edmo Sinedino,

A tevê mostrou.

Pênalti claro em Renan Marques.

Lenilson de Lima não marcou. Não achou que foi.

Por isso o jogador do Alecrim teve uma reação tão forte e acabou penalizado com cartão amarelo.

O Renan dominou a bola, faria o giro, chegou a fazer, mas foi puxado e derrubado pelo marcador.

E o Alecrim, como o ABC na partida contra o Baraúnas, acabou prejudicado em lance capital.



A Frasqueira do ABC vai ter que torcer pelo América

Edmo Sinedino,

O futebol prega peças, muitas.

A preocupação dos torcedores do ABC é: vão ter que torcer pelo América?

Essa é a pergunta mais recorrente.

Tem uma situação sim em que os torcedores do ABC, acho, vão ter mesmo que reforçar a torcida rubra.

É o seguinte: se o ABC vencer o ASSU e mesmo assim não chegar  à final, e se essa final de turno por entre América e qualquer um dos clubes de Mossoró.

Dessa forma, o América ganhando direto o turno, segundo, e se sagrando campeão, estará garantindo a vaga do ABC na Copa do Nordeste e Copa do Brasil.

Se Potiguar ou Baraúnas for o campeão deste segundo turno, por isso só, um deles garante essa vaga.

Se for o Potiguar, ainda vai sobrar para o ABC a Copa do Brasil. O Time Macho já tem sua vaga assegurada pelo segundo lugar na fase inicial.

Mas se der o Baru, o time de Natal fica sem nada.

Explicando: o título do segundo turno garante as vagas. Mas se o campeão for o América, que já ganhou o primeiro, e tem essas vagas asseguradas, o ABC, por ter o maior número de pontos na soma do primeiro e segundo turno seria o outro representante.

Portanto, é isso mesmo. Nesta situação, o torcedor alvinegro vai ter que torcer pelo América sim sob pena de ficar fora de competições importantes.

Mas claro, o bom seria, para a Frasqueira, que o Mais Querido conseguisse chegar á final do segundo turno.



Os verdadeiros culpados precisam ser apontados e punidos

Edmo Sinedino,

De repente, o fim do mundo! E não é.

Futebol é muito subjetivo.

E essa é a hora das “aves de rapina”, dos fofoqueiros, dos caras que não têm o que fazer.

Eles, na verdade, querem o insucesso, o desastre, o caos, só para ter o prazer de afirmar: “eu não disse!”

Mas também, até nessas horas de sufoco, vale a lembrança do ditado que diz assim: “males que vêm para o bem”.

Se tem coisa errada que seja apontado o erro.

Se houve roubalheira, desvio de dinheiro, falsificação de assinaturas, se alguém ocupou cargo no clube para tirar vantagem, que ele seja apontado e obrigado a devolver o que levou.

Se as rendas não batem, se existe um grupo distribuindo ingressos para torcedores, mais baderneiros que torcedores, tudo isso precisa acabar.

Necessário se faz uma apuração cuidadosa de todos os equívocos cometidos na administração.

Até porque para que não se fique “atirando” na direção errada, culpando de irregularidades pessoas que só ajudaram o clube.

Sugiro, por que não, uma devassa no clube?

Não é coisa do outro mundo. É medida acertada, democrática, e transparente.

As contas batidas, conferidas, uma auditoria feita por uma empresa idônea, independente, que nada tenha a ver com ninguém da agremiação.

Se existem irregularidades, é a hora de agir.

Mas para isso é preciso coragem.

Infelizmente, de dentro, muitas, muitas denúncias de gente se locupletando, hoje, e num passado recente.

Aí, pergunto eu: esse larápios vão ficar sem punição?

Um deu um furo de 400 mil, outro de 40 mil, mais outro falsificou a assinatura do presidente.

São denúncias seríssimas que precisam ser apuradas com todo rigor.


10781-10800 de 10913