Jogos de ABC e América na segunda fase da Copa do Brasil marcados para às 22h

Edmo Sinedino,

Ainda falta uma definição nos confrontos da primeira fase, mas a CBF se antecipou e já divulgou nesta sexta-feira (26), a tabela da segunda fase da Copa do Brasil.

Ao todo, 39 clubes ainda sonham em chegar ao título da competição mais democrática do futebol brasileiro.

Nossos representantes – ABC e América – que passaram para a segunda fase joga, respectivamente, nos dias 8 e 9 de maio.

O ABC enfrenta o Sport/PE no dia 8, confronto marcado para às 22h, no estádio Frasqueirão.

O América entra em campo no dia seguinte, 9, no estádio Nazarenão, às 21h50. Imaginem só que horário!

E ainda perguntam os motivos que estão tirando os torcedores dos estádios. Jogos marcados para às 22h é decisão exdruxula, algo impensado, ainda mais quando se trata do jogo do América, disputado na cidade de Goianinha, a 40 KM de Natal.

Um absurdo esse tipo de tabela. O mais incrível é que ninguém reclama, ninguém faz absolutamente nada para mudar essa escravidão de nosso futebol às vontades das tevês.

Os primeiros jogos de ida já serão realizados na próxima quarta-feira e continuam até o dia 15 de maio.

Apontados por muitos como prováveis favoritos ao título, Flamengo, Internacional e Cruzeiro entram em campo no dia 1 de maio contra Campinense, Santa Cruz e Resende, respectivamente.

No dia seguinte, o Botafogo enfrenta o CRB em Alagoas. Já o Santos estreia na segunda fase contra o Joinville no dia 8.

A segunda fase da Copa do Brasil é igual a primeira. O visitante que vencer o primeiro jogo por dois ou mais gols de vantagem elimina a partida de volta e se classifica automaticamente para a terceira fase. Além disso, gol marcado fora é critério de desempate.

Confira as datas e horários dos jogos de ida

1/05

15 horas

Santo André x Goiás

16 horas

Crac x Betim

Cianorte x Atlético-GO

21h50

Campinense x Flamengo

ASA x Ceará

Santa Cruz x Internacional

Resende x Cruzeiro

02/05

19h30

CRB x Botafogo

08/05

19h30

América-MG x Avaí

20h30

Confiança x Fortaleza

21h30

Naviraíense x Paysandu

22 horas

ABC x Sport

Joinville x Santos

Luverdense x Bahia

09/05

19h30

São Bernardo x Criciúma

Arapongas x Figueirense

21h50

Bragantino x Ponte Preta

América-RN x Atlético-PR

15/05

19h30

Salgueiro x Vitória

20h30

Sousa ou Coritiba x Nacional-AM



Henrique Eduardo sinaliza apoio a José Vanildo na luta pela utilização do Arena das Dunas

Edmo Sinedino,

Foto: fnf.org.br

vanildo_09

A conversa de José Vanildo (foto), presidente da FNF com o deputado federal Henrique Alves, presidente do Congresso Nacional, teve início na rede social twitter, mas pode trazer benefícios para o nosso futebol.

O deputado ficou curioso com a declaração de Vanildo, que pediu para que ele ajudasse a impedir que a OAS, construtora do Arena das Dunas, “acabasse com o futebol do RN”.

O deputado se interessou e José Vanildo disse que a A FNF está sendo obrigada a judicializar um direito do torcedor.

E pediu ao político, com muita influência hoje em todos o cantos do país para netrar na luta em defesa de nosso futebol.

O mandatário maior de nosso futebol disse ainda, e é verdade, que o Estado e a construtora OAS não admite conversar com a federação e seus filiados.

A conversa se encerrou com o deputado sinalizando interesse: “Quero ver,sim. Em Natal próxima semana. Nos falamos.Abs”.

Está passando da hora de nossos políticos realmente fazerem algo pelo futebol do nosso Estado.



O golaço de Chapinha

Edmo Sinedino,

Gol de Chapinha. Vejam que gol. Icasa do professor Dia 2 x 0 Garany de Sobral.

Se tivesse ficado em Natal certamente teria se transformado em um trabalhador do comércio.

Digo isso porque já aconteceu com vários de nossos talentos que, sem chances, deixaram a carreira do futebol de lado.

Se tivesse sido feito por Neymar ou Messi estaria sendo rodada mil vezes em todos os programas esportivos globais.

Obrigado ao amigo Roberto Silva que me enviou.

Vejam o gol de Chapinha:


http://www.youtube.com/watch?v=GyJPj7aEqUM


A rodada final da Taça Cidade Natal terá todos os jogos começando às 17h

Edmo Sinedino,

Em virtude do feriado do “Dia do Trabalhador”, a sétima e última rodada da Copa Cidade de Natal, o segundo turno do Campeonato Potiguar teve seu horário antecipado. Anteriormente planejada para ocorrer às 20h30, será realizada a partir das 17h, da quarta-feira, 1º de maio.

Vejam os jogos, todos começando no mesmo horário das 17h:

Nogueirão   Baraúnas x Corintians

Nazarenão   América x Alecrim  

Edgarzão   ASSU x ABC

Iberezão   Santa Cruz x Potiguar



Netinho entra na vaga de Cascata, e Everton deve ser o substituto de Fabinho

Edmo Sinedino,

O Ji-Paraná, a Copa do Brasil,  isso já é passado.

O América se concentra na partida contra o ASSU, domingo, no Edgarzão.

O treinador Roberto Fernandes não terá Cascata e Netinho. A “liga” e o “talento”.

Ele já declarou que Netinho será o substituto natural de Cascata, mas não definiu quem entra na vaga de Fabinho.

É bem provável que o substituto seja mesmo o Daniel, fazendo o segundo volante, com a entrada de Everton, que seria meia e ajudaria na recomposição.

O restante do time deve permanecer o mesmo, com o Renatinho Potiguar, um dos destaques do América nos últimos jogos tendo a oportunidade de fazer duas partidas seguidas começando e terminando.

Então, bem provável que o América entre em campo com Dida, Norberto, Índio, Edson Rocha e Renatinho; Ricardo Baiano, Daniel, Everton e Netinho; Itamar e Índio Oliveira.

Tiago Adan fica como opção no banco de reservas, assim como os garotos Bruno e Felipe Macena.



Roberto Fernandes elogia a equipe e diz que o América dominou o ji-Paraná

Edmo Sinedino,

O técnico Roberto Fernandes falou da partida contra o Ji-Paraná. Eu também não vi dificuldade, apenas a pressão psicológica pelos fracassos passados na Copa do Brasil.

Se o time rubro tivesse feito um gol cedo teria, fatalmente, goleado o time de Rondônia.

Concordo totalmente, desta vez, com o treinador rubro.

Veja o que ele disse ao site oficial do clube:

"Foi um jogo de ataque contra defesa"

O América conquistou sua classificação à segunda fase na Copa do Brasil ao vencer o Ji-Paraná, de Rondônia, duas vezes pelo placar de 1 a 0. O América não passava da primeira fase da competição desde 2007.

“A gente sabia que tinha todo um clima, pelas últimas eliminações do América na primeira fase da Copa do Brasil. Mas é aquilo que eu falei pros atletas, as eliminações passadas não vão entrar em campo, assim como nossa invencibilidade também não iria”, comenta o técnico Roberto Fernandes.

Sobre o jogo que sacramentou a classificação, Roberto afirma que, na sua opinião, “o América foi o dono do jogo e dominou do primeiro ao último minuto. A gente vem trabalhando isso, mas o América tem feito poucos gols. É normal. Além do mais, o goleiro deles estava numa noite inspiradíssima. Foram, pelo menos, três ou quatro defesas espetaculares”.

Agora, o América possui uma invencibilidade de 15 jogos. Nesta quinta-feira (25), após mais uma vitória, o treinador da equipe, Roberto Fernandes, se mostrou satisfeito com o desempenho do time.

“Foi um jogo de ataque contra defesa. Superioridade individual-técnica, enfim, o problema é que a gente não vem traduzindo essa superioridade em gols. Foi um jogo totalmente controlado e por isso que eu até demorei pra mexer. Só fui mexer a partir dos 30 minutos, porque entendi que todos, individualmente, estavam fazendo um bom jogo. Hoje, seguramente, se o América não tem a maior invencibilidade da temporada, tem a segunda maior”, disse.



Atuações: Norberto foi o melhor do América, mas Diego foi o "dono do jogo"

Edmo Sinedino,

O América venceu o Ji-Paraná de 1 a 0 na noite desta quinta-feira (25) e conseguiu passar à segunda fase da Copa do Brasil, e agora enfrenta o Atlético/PR.

Veja como foram as atuações dos jogadores do América na partida.

Dida – o goleiro chegou a um estágio de segurança impressionante. Foi pouco exigido, nas duas vezes que aconteceu, se agigantou e deu mostras da ótima fase. Nota 8.

Norberto – foi o melhor jogador do América na partida. Um passa-passa à toda, e foi de seus pés que saíram algumas das melhores jogadas. Nota 8,5.

Índio – não foi muito exigido, e teve uma atuação tranqüila. Nota 7.

Edson Rocha – foi mais exigido que o Índio, já que o atacante Sthanner, bom atacante, chegou a levar perigo pelo seu lado. Mas foi bem. Nota 7.

Renatinho Potiguar – foi responsável, mais no segundo que no primeiro tempo, por grandes jogadas do time rubro. Sempre jogando de forma vertical, partindo para cima. Muito bem. Nota 8.

Ricardo Baiano – o volante chegou a ficar irritado com seu time no primeiro tempo, mas esteve sempre no mesmo nível de atuação de sempre. Marcando muito bem, fazendo o seu papel. Nota 7,5.

Daniel – caiu um pouco de produção com relação às atuações dos últimos jogos, mas  mesmo assim foi bem. Nota 7,5.

Fabinho – como sempre um jogador de dupla função. “Carrega e toca o piano” do América e sempre se torna um jogador de muita importância em quase todos os jogos do rubro. Nota 8.

Cascata – foi bem sem ser brilhante. Como é um jogador que sempre se espera muito, a diferença, então...posso dizer que ele ficou devendo um pouco. Nota 7.

Índio Oliveira – estava devendo o garoto, mas pagou ontem. Jogou bem, caiu dos dois lados de ataque, tentou jogadas individuais e teve participação efetiva na partida. Nota 8.

Itamar – sempre muito perigoso. Foi bem na partida, tentou jogadas de alto nível – bicicleta e um golaço com chapéu no zagueiro -, mas pecou pelo preciosismo em alguns lances. Nota 8.

Tiago Adan – entrou para fazer um gol e marcou sua presença em campo. Nota 7.

Netinho – entrou muito bem na partida, com jogadas pela esquerda em parceria com Renatinho Potiguar, além de ter batido o pênalti, quase gol, e outro grande lance de chute a gol. Nota 8.

Everton –entrou, mas não teve tempo para fazer quase nada. Sem nota.

Destaque especial da partida

Seria injusto de minha parte se falasse em atuações e não destacasse a grande partida do goleiro Diego, do Ji-Paraná. O maior jogador em campo dos 22, nota 9.

Outros destaques da partida, o atacante Sthanner , inclusive pretendido pelo América, e o meia Yuri.



CEAF define arbitragem completa da sexta rodada da Taça Cidade Natal

Edmo Sinedino,

As críticas devem continuar, mas a CEAF-RN continua a fazer seu trabalho. E nesta quinta-feira (25), sob o comando do Coronel Ricardo Albuquerque, foi feito o sorteio da escala de arbitragem para a sexta rodada do segundo turno.

O jogo mais complicado da rodada, pois envolve o Potiguar de Mossoró, punido com perda de mando de campo, será dirigido por Suelson Diógenes de França que, ao lado de Ítalo Medeiros, considero de melhor nível de nosso apito.

O clássico ABC x Alecrim será dirigido por Lenilson de Lima. Eu desejo a todos uma jornada de tranqüilidade,. Sem polêmicas desnecessárias.

Só lamento que nenhuma das meninas – Aldeilma ou Edilene – estejam escaladas. Afinal, elas têm tido atuações de destaque.

A escala:

Sábado

Potiguar  x Coríntians

Estádio Edgarzão (Assu) - 17h

Arbitragem: Suelson Diógenes de França Medeiros; Francisco Jailson Fernandes da Silva e Leandro Lincoln Santos Neves

Domingo

Santa Cruz x Baraúnas

Estádio Iberezão (Santa Cruz) - 17h

Arbitragem: Andrielly Elkeitt de Oliveira; Vinicius Melo de Lima e Allan Lopes de Oliveira

ASSU x América

Estádio Edgarzão (Assu) - 17h

Arbitragem: Leandro Saraiva Dantas de Oliveira; Lorival Cândido das Flores e Jean Márcio dos Santos.

ABC x Alecrim

Estádio Frasqueirão (Natal) - 17h

Arbitragem: Lenilson de Lima; Ubiratan Bruno Viana e Izac Márcio da Silva Oliveira



Nervosismo atrapalha, mas não impede vitória do América sobre o ji-Paraná

Edmo Sinedino,

América x Ji-Parana, no Nazarenão.

Um jogo de um time só.

Nervoso, inseguro, com um peso enorme sobre os ombros, mas melhor.

O América mandou em campo o tempo todo.

Não passou sustos, nem sofreu pressão mesmo nos momentos em que seus jogadores mais demonsaram nervosismo.

É que a diferença de categoria era mesmo enorme. E a gente já sabia disso.

O rubro potiguar foi superior, bem superiror no primeiro tempo.

Teve chances de marcar com Itamar, duas vezes, e com Norberto, uma ; chances reais de gols, e outras tantas jogadas perigosas de ataque.

O Ji-Paraná levou perigo? Tinha que levar, pelo menos uma vez no primeiro tempo. É que o rubro saía, claro, e os espaços apareciam.

O gol não veio no primeiro tempo. Tensão na torcida calada, desconfiada.

Na descida para o vestiário, pelas entrevistas, principalmente a de Ricardo Baiano, dava para sentir que as desclassificações passadas estavam fazendo efeito.

Veio o segundo tempo.

O América mais tranqulo ainda. Desta vez porque o Jipa praticamente desistiu da luta, e só se defendia.

O América continuava na mesma pisada, e era isso que assustava, criava muitas jogadas de ataque, mas o gol, nada.

E teve chance de novo com Itamar, grande jogada de Índio, outra com Norberto e por aí o jogo ia se desenrolando.

Parecia que os minutos finais seriam tensos, mas um pênalti duvidoso aos 40 minutos, deu a tranqüilidade que faltava.

Deu?

Ainda tinha mais um sofrimentozinho guardado. Netinho bateu bem, canto esquerdo baixo do goleiro, sem defesa...

Não sei se o Diego tocou na bola, mas ela, caprichosa, bateu na trave e voltou...

Para felicidade geral veio no pé esquerdo de Tiago Adan, que tinha acabado de entrar, e gol!

Depois, foi só administrar os minutos finais, que ainda proporcionaram aos torcedores bons momentos, e um grande lance de batida de fora da área de Netinho.

Defesa de Diego, outra grande, e fim de partida.

América classificado.

América, torcida, técnico, jogadores, imprensa, aliviados.



Diretoria do América mostra interesse por Sthanner, do Ji-Paraná

Edmo Sinedino,

O que se comenta nos bastidores do futebol.

O zum-zum de contratações, indicações já começou. A direção do América, parece, vai contratar ou pelo contactar o atacante Sthanner .

No final da partida desta quinta-feira, um funcionário do clube rubro foi fotografado por Marcos Lopes pegando o telefone do bom jogador do Ji-Paraná.

O Yuri, meiocampista, também muito bom de bola, estava, parece, também na parada.

Ainda de América, fiquei sabendo que um “olheiro” do clube rubro esteve em Caruaru observando um atacante chamado Jonatan Goiano.

Ele é atacante de beirada de campo. Dizem que é muito bom e rápido.

Por falar em atacante, fala-se muito no provável retorno de Éderson para o futebol potiguar. Na verdade, ele interessa ao Icasa do professor Diá, assim como volante Jérson.

Vamos ver o que se confirma ou não.



América passa sem sustos, mas Santa Cruz perde com dois gols de Tiago Garça

Edmo Sinedino,

Em disputa de clubes das regiões Norte e Nordeste, prevaleceu a tradição dos nordestinos, e três deles passaram à fase seguinte da Copa do Brasil, a competição mais democrática do futebol brasileiro. Com destaque para a vitória do América, que venceu seu jogo nos minutos finais do duelo.

Quem não se deu bem foi o outro nosso representante, o Santa Cruz, que perdeu para o ASA de 2 a1. Destaque para o zagueiro que não servia para o ABC, o Tiago Garça, que marcou os dois gols da vitória.

Agora são 39 clubes classificados e 19 confrontos definidos. O único duelo que falta é entre Sousa e Coritiba, onde o vencedor pega o São Bernardo.

Confira os jogos da Copa do Brasil desta quinta-feira:

América-RN 1 x 0 Ji-Paraná-RO

CRB 2 x 1 Fast Clube-AM

ASA-AL 2 x 1 Santa Cruz-RN

Confira os 19 jogos definidos na 2.ª fase:

Resende x Cruzeiro

Crac x Betim

Ponte Preta x Bragantino

Flamengo x Campinense

Santos x Joinville

Internacional x Santa Cruz-PE

Goiás x Santo André

Sport x ABC

Vitória x Salgueiro

Atlético-GO x Cianorte

Bahia x Tupi

Fortaleza x Confiança

Naviraiense-MS x Paysandu

Figueirense x Arapongas

Criciúma x São Bernardo

Avaí x América-MG

CRB x Botafogo

Ceará x ASA

América-RN x Atlético-PR



Felipe Alves deve acertar seu ingresso na Luverdense para a disputa da Série C

Edmo Sinedino,

felipe_09

O ABC, de novo, não vai aproveitar Felipe Alves. O jogador vai ser, não, foi empresado mais uma vez.

Desta vez o destino é a Luverdense, certamente sob a indicação de Sérgio Papeline, que esteve aqui e não é bobo nem nada.

Outro que mostrava interesse pelo jogador era o técnico Diá.

Portanto, Felipe Alves, que saiu do Santa Cruz, vai para o Mato Grosso.

Veja a matéria:

A diretoria da Luverdense anunciou nesta quinta-feira a contratação de mais um jogador para fazer parte do elenco da equipe matogrossense durante o campeonato Estadual e o Brasileirão da Série C. Quem chega ao clube é o jovem atacante Felipe Alves.

Felipe estava atuando no time do ABC de Natal, onde tem mais alguns anos de contrato e é revelado pelo clube Alvinegro. O jogador chega por empréstimo ao time da Luverdense e espera adquirir experiência na equipe do Mato Grosso.

Felipe Alves se destacou na campanha do Santa Cruz/RN no Campeonato Potiguar de 2011, quando esteve no Santa também por empréstimo do ABC. O jogador marcou dois gols contra o próprio Alvinegro naquele ano e ainda foi vice-campeão Estadual com o Santinha.

PS: a matéria fala que o jogador foi destaque em 2011, mas esquece que esse ano, na fase preliminar em que o Santa Cruz foi campeão da Taça FNF, ele marcou cinco gols e foi o grande nome da equipe.


ABC: não dá para justificar a saída do melhor jogador do plantel

Edmo Sinedino,

A diretoria do ABC não explica a saída de Hamilton.

Agora, de repente, entendo o motivo de elogios exagerados ao Leandro Santos.

Minha nossa! Isso é que é organização.

A torcida, cansada de pancadas, quer saber os reais motivos dessa novidade.

Capítulos repetidos de uma novela: o ABC dispensa um de seus melhores jogadores.

Muitas reações nas redes sociais.

Como um clube que tem um plantel reduzidíssimo, disputando duas competições simultâneas, em vias de começar um Brasileiro, toma esse tipo de atitude?

Não era para ser o contrário?

O ABC está precisando de reforços.

Faltam zagueiros, faltam meiocampistas e atacantes.

Analisem o plantel do ABC. Vocês verão, faltam muitas, muitas peças mesmo.

Tomara que Alexandre, Renato e Thiaguinho não sejam "dispensados" para conter gastos também...



Baile chileno no Mineirão; o que fizeram com o futebo do Brasil?

Edmo Sinedino,

Foto: getty images

neymar_09

O Brasil empatou com o Chile de 2 a 2 na noite desta quarta-feira, diante de mais de 50 mil torcedores no Mineirão.

Amistoso de preparação e que serviria para os “grandes mestres” do futebol Felipão e Parreira tirarem as dúvidas, as últimas, sobre quem levar para a Copa das Confederações.

E eu tinha prometido a mim que não escreveria mais sobre seleção. Até nem quis assistir aos últimos jogos.

Mas, motivado, talvez, pela goleada na Bolívia, acabei parando diante da tevê (muda) para ver o Brasil.

Explico a tevê muda: é que não dá, é humanamente impossível suportar Galvão Bueno e Arnaldo César Coelho.

Voltemos ao Brasil: e o que vi? Gente, estou indignado até agora, nem devia, bem poderia ficar indiferente, mas não consigo.

Como o Brasil joga no Mineirão, diante de mais de 50 mil torcedores, seu estádio, sua gente, pensando em Copa do Mundo, e faz um papelão desses?

Foi o Chile que jogou, foi o Chile que criou, que atacou, que teve posse de bola, e que mandou em quase todo o jogo.

Só deu o Chile minha gente.

O time de Felipão não tem jogada, não tem defesa, não tem ataque, e não existe articulação entre setores.

Conhecido por ser retranqueiro, ele e também seu coordenador, mas nem isso, nem retranca eles sabem mais armar.

Todo o tempo a equipe absolutamente vulnerável em sua defesa e quando tinha a bola se assustava, procurava se livrar.

Era mesmo uma bola? Ou um tijolo quente, queimando os pés de nossos “craques”?

Os gols do Brasil saíram, primeiro de um lance de bola parada, e o segundo de uma articulação que só aconteceu uma vez, bonita, mas única.

Gente, o Brasil só tem Neymar (foto). Coitado de Neymar.

E seria tão simples vencer o Chile. Tão simples. Como? Qualquer mané metido a treinador adiantaria a marcação, tiraria o espaço do Chile, forçaria o erro, e pronto.

Rapidinho os espaços de Neymar se abririam, e mesmo o Ronaldinho se arrastando, o Pato rebolando teriam chance de jogar.

Mas será que jogariam? Termino ficando em dúvida. Não com relação a Neymar, mas com relação ao resto.

Se salva alguém desse time que vi hoje? Neymar e...

Fernando, talvez, Paulinho, talvez...

Minha nossa, estou condenado a ver Daniel Alves, Hulk, Kaká, Adriano e não duvido que eles até promovam o retorno de Maicon...

Ah, Brasil!

O que fizeram com o futebol do meu Brasil?



Roberto Fernandes pode optar por Netinho no lugar de Índio Oliveira

Edmo Sinedino,

Foto: site do América

roberto_09

Está chegando a hora. O América, de uma vez por todas, traçar um caminho mais duradouro, mais representativo na Copa do Brasil.

A partida de hoje, contra o Ji-Paraná, é daquelas de meter medo. Não pelo adversário, não por falta de qualidade do time rubro, mas pela mística” desta competição tão singular.

Nesta quarta-feira, dia de muita água, o treinador Roberto Fernandes (foto) não quis correr riscos, ensaiou várias jogadas, repetiu as que realiza sempre, e treinou, muito, cobranças de pênaltis. Precaução sempre muito bom.

Como não teve coletivo ou mesmo qualquer grupo formado, ficamos na dúvida sobre o time que começa jogando.

Levando em consideração o que Roberto Fernandes falou na segunda-feira, pós clássico, que “hoje não teria começado o jogo como meçou”, posso tirar a conclusão de que ele vem com mudança.

E as opções? Netinho na meia, junto com Cascata, Itamar só na frente, e mudança para o esquema 4-5-1, com Renatinho na esquerda e saída de Índio Oliveira.

Ou a manutenção dos dois atacantes e a saída de Ricardo Baiano. Mas aí não seria correr riscos demais?

Não creio que ele mexa com Fabinho ou Daniel, e nem com Cascata. Portanto, vejo a possibilidade maior da saída de Índio Oliveira, que ficaria como opção no segundo tempo.

Vamos ver. Eu arrisco que ele entra com Dida, Norberto, Índio, Edson Rocha e Renatinho; Ricardo Baiano, Daniel, Fabinho, Cascata e Netinho; Itamar.

Depois do treino o gerente de futebol do América, Carlos Moura Dourado, confirmou a lista dos 20 jogadores relacionados para a partida contra o Ji-Paraná.

Confira:

Goleiros: Dida e Rodrigão;

Zagueiros: Edson Rocha, Alysson e Índio;

Laterais: Norberto, Renatinho Potiguar e Bruno;

Volantes: Ricardo Baiano, Felipe Macena, Daniel, Fabinho e Ewerton;

Meias: Cascata, Netinho e Índio Oliveira;

Atacantes: Tiago Adan, Taiberson, Jorge Santos e Itamar.



O volante Hamilton deixa o ABC

Edmo Sinedino,

Foto: site do ABC

hamilton_09

O volante Hamilton está fora do time do ABC.O volante acertou sua rescisão contratual com a direção do clube e não vai mais vestir a camisa do clube.

Não se sabe se o atleta recebeu alguma proposta, mas o que se comenta é que o jogador estaria deixando o clube para ter mais tempo de cuidar de seus negócios.

Na imprensa pernambucana, a saída de Hamilton foi destaque. Mas sua volta para o Sport foi descartada, apesar de alguns levantarem a hipótese de acerto com o Santa Cruz.

O ABC perde, sem dúvida, mais um grande valor. Já se foram Raul, Andrey, Minhoca e Gladstone, entre outros.

Neste começo de semana, o jogador foi liberado para resolver um problema particular (sua residência foi arrombada) e no seu retorno, na terça-feira pela manhã, ele já comunicou sua intenção.

O presidente do ABC justificou a saída do atleta da mesma forma dos outros. A saúde financeira do clube. Não está bem explicada a situação.

Para a Série B, o ABC vai ter que contratar, não? Estranho, muito estranho tudo isso.

Veja o que o atleta disse ao site oficial do clube:

“Só tenho a agradecer ao ABC pela oportunidade que me foi dada de defender o clube, fui feliz aqui e acredito que deixo as portas abertas. Conversei com o presidente, que foi muito correto comigo, e chegamos a um acerto que acredito ter sido melhor para as duas partes. Agradeço à comissão técnica, meus companheiros e a torcida por tudo e fico na torcida por eles".




Alexandre sente contusão muscular e deve desfalcar o ABC no domingo

Edmo Sinedino,

O técnico Paulo Porto realizou na tarde desta quarta-feira um treino de finalização, só.

O campo pesado impediu qualquer prática mais tática. De qualquer forma, uma baixa a mais na equipe. O ala Alexandre sentiu a coxa no final do treinamento.

O jogador se mostrava muito triste com a situação, pois havia voltado de contusão, e bem, no clássico de domingo, e agora volta a sentir.

O jogador deve passar por nova avaliação do DM, mas dificilmente deverá ganhar condições de jogo para domingo.

A contusão muscular sentida nesta quarta, no entanto, não foi a mesma que o tirou dos últimos jogos.

Os laterais Raulen e Renato, os volantes Edson e Bileu, o meia Jean Carioca e o atacante Vanderlei não treinaram e ficaram em tratamento intensivo com os médicos e fisioterapeutas alvinegros


Fabiano, Edson Veneno e Osmar desfalcam o ASA no duelo contra o Santa Cruz

Edmo Sinedino,

Foto: site oficial do ASA

gabriel_09

O técnico Moisés de Lima Neto, do ASA, não vai poder contar com os zagueiros Fabiano (suspenso) e Edson Veneno (entregue ao Departamento Médico) para a partida desta quinta-feira (25), diante do Santa Cruz..

O goleiro Gilson e o meia Didira estão liberados pelo DM e à disposição da comissão técnica e o potiguar Gabriel (foto) está confirmado na ala direita.

O lateral direito Osmar fez trabalhou em separado com o preparador físico Adriano Oliveira e também não deve jogar.

“voltar agora seria olho grande, ser fominha, não pensar na equipe”, disse ele, que fez questão de elogiar as atuações do lateral Gabriel que o está substituindo.

A programação de treinamentos foi encerrada na tarde desta quarta feira (24), com a realização de um coletivo no estádio Coaracy da Mata Fonseca. 

O confronto contra o Santa Cruz, o da volta, começa às 20h30,  no Estádio Coaracy da Mata.

Na primeira partida, no Iberezão, em Santa Cruz, as equipes ficaram no empate de 0 a 0.



Santa Cruz vai tentar surpreender o ASA de Arapiraca

Edmo Sinedino,

O Santa Cruz está pronto para o ASA na Coipa do Brasil.

A partida, da volta, contra o time alagoano, será nesta quinta-feira, às 20h30, no estádio Coaracy da Mata.

A Copa do Brasil para o Santa Cruz é praticamente a última chance de alguma coisa positiva na temporada.

O time está fora do Estadual, sem chances, assim como está ficando muito difícil de garantir uma vaga na Série D.

O técnico, novo, Roni Araújo praticamente já definiu a equipe titular que vai entrar em campo. Ele conta com todos os titulares e fez a opção pelo esquema 3-5-2.

Além da definição dos titulares e do esquema, o treinador treinou exaustivamente a cobrança de pênaltis.

Isso dá um indicativo claro que o tricolor do Inharé vai fechadinho tendo como prioridade não tomar gols.

Roni, no entanto, avisa que seu time não vai abdicar de procurar surpreender em contra-ataques.

O time titular teve: Marcelo Galvão, Geovani, Romeu e Thiago, os três zagueiros; Fernandes (ala), Erivelton, Leomir, Janeudo e Luís Carlos; Alvinho e Maurício Pantera.

Interessante, é que nenhum dos meiocampistas é volante fixo, o que reforça a intenção do técnico em também sair bem para o ataque.



O ABC deve mesmo estrear na Série B jogando no Almeidão, em João Pessoa

Edmo Sinedino,

Foto: divulgação/Assessoria de Imprensa do Governo do Estado

estadio_09

Uma vergonha para o nosso futebol. Sem falar no tanto que já perdemos, ou deixamos de ganhar.

O ABC, punido com a perda de um mando de campo em punição do STJD (por conta dos acontecimentos do clássico, ano passado, última rodada do Brasileiro), vai ter que cumprir

E jogar fora na largada da competição.

Normal seria se pudéssemos contar com um estádio alternativo em nosso Estado. Mas não temos.

Marizão, Iberezão, Edgarzão, nenhuma das praças, todas a uma distânca superior a cem quilômetros, e que poderiam receber a partida, têm condição.

Um tristeza.

Nem mesmo a cidade de Mossoró, a segunda maior do Rio Grande do Norte, com uma arrecadação fantástica e com o reforço dos royalties do petróleo tem um estádio em condição.

O Nogueirão está em petição de miséria. E olha que a governadora do estádio é de Mossoró.

Por isso, o ABC, tudo indica, vai ter que jogar na capital da Paraíba, a querida João Pessoa, que nos últimos anos vem nos dando lições em vários campos.

Nós não temos mais Machadão, JL está um lixo e as promessas de estádio na ZN esquecidas.

JP não. Eles têm o Almeidão (foto) reformado, liberado, bonito, o estádio da Graça e o estado ainda dispões de praças como o Amigão, em Campina Grande, cópia do Almeidão, e estádios de grande porte em Cajazeiras e Souza.

A nós, o que cabe? Ficarmos rubros de vergonha.

Portanto, resumindo, a torcida do ABC vai ter que fazer turismo em João Pessoa, e vai ser uma boa, no dia 25 de maio, da estreia da Série B, contra o Paraná Clube.


10681-10700 de 10781